terça-feira, 31 de janeiro de 2012

A Flor de Jessé na era do XPS 13 e do Display Led

1. Quer ser feliz! Claro! Nascemos com a sede intrínseca de felicidade e a buscamos a qualquer preço! Não vou tratar da satisfação de possuir um Ultrabook, que a Dell lançou há pouco ' com acabamento de alumínio e fibra de carbono e tela 13.3 polegadas' ( Diário do Comércio 24/01/2012 -pág 17- Informática ).

2. Nem tão pouco as conquistas fidelizando clientes nas redes sociais:' 70,5 Milhões de pessoas acessaram no Brasil o Facebook e o Orkut'( DC idem). E muito menos não é meu intuito descrever a façanha do You tube que 'cresce 30%... com mais de 4 bilhões de reproduções diárias e 60 novas horas de vídeo compartilhados' ( Diário do Comércio 24/01/2012 pág 10 logo).

3. Ou comemorar a vinda do Siri, do iPhone 4S, uma inteligente máquina celular interativa, programada para conversar com seu usuário. Estamos no começo de uma nova era robótica como previa Steve Jobs, o homem total à frente de seu tempo.

> O talento individual superando-se a si mesmo indo num crescente de  um desafio a outro tocando ao clímax de sua criação.

>> A alma humana no sentido inverso acanhou-se ensismemada em seus fantasmas existenciais. A equação não bate e ela está para a robótica quântica  quanto o arco e flecha estáo  para a atual era nano-tecnológica.
4. Tudo isto temos de reconhecer é fabuloso, um avanço da democracia on line, assusta as grandes corporações controladoras e alegra os internautas do mundo inteiro. Sou contra a pirataria e os direitos autorais devem ser preservados, mas a voz da internet não deve ser silenciada ou truncada, como ameaçam o Pipa, Sopa e o Acta.

5. Quero explanar, sempre interagindo consigo leitor caríssimo, o desenvolvimento da plenitude do espírito, que ainda não deslanchou na era da alta definição digital. Ao contrário do que poderia se supor não existe nenhum antagonismo nestas duas faces de um mesmo ser.

6. Tenho notado que os mais jovens, no frescor de sua visão de mundo ideal, estão mais propensos a compartilhar estes dois mundos num só, o que é uma promessa de solidariedade universal aliada às ferramentas mais sofisticadas da alta definição nióbica.

7. Aí encontra-se o X da questão eles pressentem a necessidade de galgarem juntos a esfera espiritual, para encontrarem as respostas que nossa geração utópica não pode dar. Caiu o muro de berlim e com ele muita coisa errada apareceu, muita dissonância entre o discurso e a prática, cresceu o capitalismo, o consumismo abrangeu o mundo, a China se industiralizou e o vazio existencial continuou batendo na porta dos que sobreviveram, dos que nasceram na década de 90.

8. E hoje o mundo à beira do caos, parece contradição, altamente informatizado, altamente interligado pelas redes de informações, altamente capacitado com tantos doutorados, mestres e pós-tudo, engatinha-se no inter-relacionamento humano, os interesses particulares estão acima do bem comum e a malha da política poida, carcomida pelo verme da corrupção ameaça a auto determinação dos povos e desvia dinheiro de montão.

9. Então existe a saida tranquila e segura que é acessar a outra esfera, a quinta via à margem do tempo dos homens, trata-se da esfera espiritual que levará a humanidade a viver na verdadeira paz, na harmonia universal dos direitos de Deus, na sintonia perfeita com a mãe natureza, esta tecla salvadora está ao alcance de qualquer pessoa em qualquer lugar.

10. Ah! Chegamos ao jardim de Deus, onde o sol da justiça brilha forte sem queimar nossas faces, deixando de lado o laicismo, subamos, sem sobressaltos e vertigens até Ele pela escada de Jacó que é Maria, a mais pura criatura saida de sua mãos. Ela segundo as sagradas escrituras, a tradição apostólica e os padres da Igreja virgem antes, durante e depois do parto, cumulada por Deus de todas as graças, medianeira e rainha dos céu e da terra.

11. Em boas mãos contemplemos com carinho este lírio de candura, a flor de Jessé que nos conduzirá com credenciais legítimas ao conhecimento do Redentor, O Deus Humanado, o grande poeta dos versos perdidos e às suas alegrias incomensuráveis de convívio e participação de sua visão beatífica.

12. O mundo de hoje, faço parte deste quadro, penitencio-me de bom grado, a par dos avanços inegáveis da ciencia quântica anda conturbado e infeliz, é porque foi criado para refletir a dimensão de luz de seu artífice e não o fez completamente, se afastou dos sacramentos, da penitência e comunhão, sem mesmo ter conhecido a doçura dos caminhos retos, quem tinha fé perdeu, que não a conheceu inventou teorias improváveis e desceu ao túmulo com seus fantasmas e opiniões errôneas.

13. E para aliviar estas tensões seculares, há mister de outra plugação: a divina e foi a pedido insistente de Maria que Jesus antecipou sua pregação pública da boa nova libertadora, antecipou seus milagres, que selariam sua missão redentora em Caná da Galiléia tranformando água em vinho e no mais puro vinho.

14. Sinalizou a via segura através da qual nossa prece sobe ao trono do cordeiro e desce em forma de graças e bençãos. Nossa Senhora é a grande tranquilizadora dos corações, a co-redentora. Está disponível sempre para ouvir, aconselhar, amparar e sustentar a quem quer que seja que se aproxime de sua presença de Mãe.

15. A atualidade impressionante de sua presença entre nós e perceptível com os olhares da fé, e sua perenidade é imutável. Foi dado a Ela a altíssima missão de manter o equilibrio da raça humana entre o concreto e o abstrato de sua alma, defendê-la das ciladas do anjo decaído e intrduzi-la ao reino que seu filho tem preparado para aqueles que o amarem deveras de todo o seu coração e ao próximo com a si mesmo.

16. Fora disso são especulações haja vista que Maria estendeu sua caridade até as montanhas de Aikarim e santificou João Batista no seio de sua prima querida Isabel. Ela, Maria deu à luz de uma forma milagrosa, admirável em sua forma, cantada no espaço de gerações, aclamada por concílios, confirma pelo pontífice máximo sucessor de Pedro, Permaneceu Virgem, antes, durante e depois do parto, como o raio atravessa a vidraça sem quebrá-la Jesus saiu do seio da filha de Jessé que o anjo Gabriel louvou como bem - aventurada.

17. Esta realidade anda esquecida nos púlpitos, nas praças, nas casas e principalmente no coração dos homens, tão apegados à matéria fugaz que esquecem de levantar a cabeça um instante sequer para contemplar a estrela da manhã  e proclamar: ...oh! clemente, oh! piedosa, oh! doce sempre Virgem Maria!

18. Ela tem muito o que nos ensinar e aconselhar. Ela cuidou da educação de um Deus humanado, esteve em companhia do casto José, viu o menino crescer em idade, sabedoria e amor, estev de pé firme na cruz, no cenáculo do Divino Espírito Santo, foi preservada por Deus atér da mancha do pecado original tendo em vista os méritos de seu filho Jesus Cristo.

19. Nos foi entregue para ser nossa Mãe na pessoa de São João Evangelista, o autor do livro do Apocalipse, depois Assunta aos céus levada pelos cortejo dos anjos, tendo à frente São Miguel Rafael e Gabriel. E numa apoteose sem fim aclamada Rainha dos Céus e da Terra, soberana de paz e bondade até a Última Lágrima do Último homem na face da terra, quando se anunciará pelas trombetas arcanas o juízo final e a consumação de tudo.

20. Até lá estará solícita cuidando de seus filhos, fortalecendo-os no amor, unindo-os na caridade,auxiliando-os na travessia e fazendo deste mundo uma ante câmara do paraiso. A flor que nasceu do ramo de Jesé é sagrada, perene e exala um perfume com fragãncias eternas e quer arrebar seu coração para a felicidade total.

21. A tecnologia cuida de seu campo e alarga os horizontes trazendo, corretamente direcionada, bem estar, agilidade de comunicação, notícias em tempo real e ferramentas múltiplas que revolucionaram as relações sociais a nível mundial.

22. A amplitude do espiritual está a cargo da medianeira universal de todas as graças, mesmo não sabendo o homem sua vida transcendental passa necessariamente pelo seu beneplácito, o que é natural por tratar-se da economa divina e mãe de Jesus Cristo.

23. Outras serras, outros mundos existem para além desta vida passageira que nos cerca, e nos prega peça à bessa e sintonizar no canal divino é a máxima perfeita do bom senso e amor próprio. Aquentar a cama celeste é algo que precisa caminhar lado a lado com nosso esqueleto, que animado pela sua alma, aí ningúem segura seus võos de anseios sonhados.

Helder Tadeu Chaia Alvim


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

dosagem transgeniana

1. O homem cria constantemente, o que é bom, não estaciona num estado amorfo, sem cor e vida. O sangue que corre em suas veias, rega maravilhosamente seu cérebro, tonifica seu corpo é animado pela alma, responsável por seus vôos admiráveis através dos séculos, e cada ano que transcorre aparecem mais e mais criações, quase ao infinito do seu pensamento, quase não cabendo em sua mãos irriquietas e sonhadoras.

2. Às vezes acerta e surgem os prodígios da santidade: os santos; estadistas; gênios da mecatrônica; da comunicação; da música;da pintura; da medicina; do direito; do magistério; das ferramentas on lines da alta definição, como é o caso do Google soberano e sua democracia em rede e da Microsoft dos sistemas operacionais mundialmente imbatíveis e altamente seguros.

3. Outras, na sua organização aparente, desorganizam, ferem, matam com seu poder de destruição em massa com foi o caso do tristemente célebre Hitler e o holocausto descomunal   contra os Judeus perpretado por seus comandados durante a 2ª guerra mundial ( Dia 27 de Janeiro é a comemoração internacional  em memória das vítimas do holocausto promulgado pela ONU - com justa razão e em boa hora, pois nenhuma nação ou povo está livre de ser alvo de ataques, veja o 11 de setembro - o 2º holocausto do nosso século ocasionado pela intolerância de extremistas.

4. Sem falar que outros adoram centralizar sem se importar com as consequências, enxergam pelo espelho que  construiram ou foram fabricados  para eles nos sofisticados laboratórios da propaganda customizada, mentem, distorcem, aumentam diminuem justificando os meios por fins deletérios.

5. Ensaiam passos, desfazem a dança na ampla dosagem transgeniana, abafam o consciente coletivo, ultrapassam os limites da boa vizinhança e afiançam seus apadrinhados até o dobre de finados.

6. E o pão, pão, queijo, queijo deve continuar na mente que restou sadia da humanidade, pois já se vislumbra no horizonte o gene modificado com o pomposo nome de transgênese, a cargo da engenharia genetica para avolumar lucros, vão suplantar o orgânico do tempo  minha avó, o ovo caipira, o arroz com feijão natural e uma gama de outros produtos essênciais à saúde do planeta.

7. Modificam costumes, vestuários, conceitos a seu bel prazer e agora os alimentos. Poluiram a terra, feriram de morte a camada de ozônio, destruiram as matas, asfaltaram as estradas e brincam de deuses ao  criar  novas formas de vida que não estava nos planos do artífice eterno.

8. Assim vamos ano após ano crescendo qual rabo de cavalo e achamos que estamos no paraiso tecnológico perfeito e nada nos falta. Esquecemos de aquecer a  alma, e a matéria cansada reclama uma cama confortável sem saber que as escamas revestem sua pelúcia fofa e o desvio da coluna será irreversível.

9.  Haja bom senso e senso crítico, perigamos pois ultrapassamos os limites já disse acima, nem as ameaças anteriores que pretendeu pela mão de um autoritarismo extipar um povo , justo e cônscio de suas responsabilidades com o seu Deus e os homens de todas as nações, nos serviu de lição e hoje a terra vacila pelas nossas  próprias mãos, através de um consumismo compulsivo que desequilibra a natureza, mãe e mantenedora da vida em nosso planeta.

Helder Tadeu Chaia Alvim

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

de todo o seu coração

1. Li uma inscrição em um Igreja Católica no centro de São Paulo que chamou-me a atenção e de vez em quando eu me lembro dela, obviamente com aplicação à realidade da politica brasileira, que deveria ser uma coisa e é outra completamente diferente, cantam o hino nacional a pleno pulmões, o da bandeira com emoção, vão até á algum templo, pregam o altruismo...

2.Mas... mas na hora H da ação concreta a favor do povo são uma negação. Na hora dos privilégios uma ligeireza só, na hora das verbas camufladas uma dissimulação espantosa. Nas campanhas televisivas posam de bons moços(as) e da maquiagem correta passam às falas decoradas, perpassadas de ética e desenvolvimento com sustentabilidade, deveriam rasgar o verbo e dizer para que entendêssemos ao contrário para encaixar tudo exato.

3. Então a inscrição dizia: ' Todo homem quer ser rei, todo rei quer ser deus, só Deus quis ser homem!' E com este fundo de quadro em mente vamos para a frente que atrás vem gente.

4. Não encubro nestas rimas um sentido adocicado de vida, não pretendo compactuar com erros, teorias avessos ao sentir cristão. Se costuro versos, me esforço em noites de vigilia para que o amanhã do semelhante seja de bonança, abastança espiritual e que sua alma e corpo caminhem na harmonia daquele que um dia falou: 'Bem - aventurados os pacíficos porque possuirão a terra.'

5. Nunca uma terra devastada e poluida, uma terra roubada, uma terra sem honra e sem respeito ao meio ambiente. Mas sim uma terra que jorra leite e mel para todos os seus filhos, uma terra hospitaleira e sobretudo uma terra que espelhe o céu e que faça valer a vontade de seu criador e a liberdade de todos quanto habitam seu solo de luz.

6. Querem saber onde está situada? Não muito longe mas no seu coração, amigo que me acessa, no seu calor humano e disposição de estabelecer aqui e agora o bem sem limites.

7. Abra o Evangelho, não aquele dos dízimos pesados, não o das curas a troco de montantes estipulados, não daquele que usurpou de  Pedro  e Paulo as prerrogativas de apóstolo sem ser escolhido...

> O livro de João Evangelista que fala do Mestre, e que se fôsse escrever tudo, o mundo não caberia de livros. Muitos se ufanam de best sellers, no entanto a grandeza perfeita percente aquele que o caminho, verdade e vida. Os outros passam, descem à sepultura, mais cedo ou mais tarde, o único que de lá saiu redivivo pelo seu proprio poder foi  Jesus, o grande  poeta dos versos perdidos, pois sendo Deus é a poesia perene.

8. Abra o evangelho, o verdadeiro, do sentido exegetico, à luz dos padres da Igreja, dos dogmas, sacramentos e da devoção mariana. Aquele do santo padre, sucessor legítimo da cátedra de Pedro.

>> Então vemos como a realidade que nos cerca está nas trevas, pois afastou-se deliberadamente da luz autêntica que deveria iluminar todo homem que vem a este mundo.

9. E leia: vai procurar o reino de Deus, ele está no seu coração, amigo, pois o grande poeta dos versos perdidos disse quase susurrando nos ouvidos atentos á sua palavra de vida eterna: 'Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração e achará o descanso para sua alma.' Quiçá cansada, quebrada pela desilusões deste mundo enganador.

10. O Evangelho daquele que na cruz nos deixou Maria Virgem com nossa mãe, aquele que ofereceu suas mãos aos carrascos e levantado ainda disse: 'Meu pai em tuas mãos emtrego o meu espírito '. Para atrair a Deus todas as coisas e voltar um dia a harmonia entre criador e criatura.

11. O evangelho daquele que deixou-nos ensinamentos sublimes e o belo gesto de morrer pelos seus irmãos, aquele que contestou o sinédrio, enfrentou o império romano e inaugurou com seu sangue uma nova era de paz, solidariedade e justiça social.

12. Aquele que venceu o paganismo, instituiu o batismo, os sacramentos, fundou e alicerçou a sua Igreja católica, apostólica, romana e inflamou o mundo inteiro com o sopro sagrado do Espirito Santo.

13. 'Amarás o teu Deus de todo o teu coração e ao próximo como a ti mesmo por amor de mim', diz o Senhor dos Exércitos celestes. Se o mundo vai mal, porque não fazê-lo ir  bem. Esta escolha está ao nosso alcançe e só pensar com o coração de Deus que tudo se arranja a seu tempo.

14. Uns acham bom ter mando, ser chefia ou diretoria em alguma coisa. Claro existe o princípio de hierarquia, se não vira bagunça e caos. No entanto Cristo Jesus deixou o ensinamento que aquele que quer ser o maior que sirva seus irmãos. A verdade é uma só, e não é apenas para os políticos malhados ultimamente. Quem cometeu erros não cometa mais e se arrependa, dê mostras de conversão e mude de fato  e de direito.

15. Conserte a burrada, devolva o que surrupiou, preste serviços à comunidade. Assim sendo será a tão esperada volta do filho pródigo que alegrará a Deus, anjos e santos e a nós também, tá bem!

16. A vida é curta, meu irmão e a gente nunca sabe ao certo quando, com dor , consternado e abraçando os familiares das vítimas, recordo, ela vai desabar em cima de nós, como aconteceu recentemente no Rio de Janeiro.
Abraços do coração.

Helder Tadeu Chaia Alvim

Amarás...

amarás...
1. Todos os desvios na vida pública no que tangem às verbas, superfaturas, favorecimentos, privilégios,etcetera e tais tem em seu nascedouro, uns antigos, outros médios, os recentes: no afastamento de Deus, criador por excelência e autor supremo dos dez mandamentos promulgados no Sinai e amplamente codificado pelo patriarca Moisés por volta do ano 1242 a.C

2. Moisés nasceu no Egito, foi educado pela filha do Faraó, depois da travessia do mar vermelho organizou politicamente o povo hebreu. Guia espiritual experimentado, profeta e legislador, sabia o que estava fazendo e entendia bem as questões sociais, as relações de seu povo com Javé, entre si, com os outros povos e foi o grande organizador e fundador do reino de Israel.

2. Muito fácil se torna falar de fatos conhecidos e notórios, dos deslizes de políticos sem noção do bem comum, de empáfia, manha e surrupios de granas homéricas. Sem citar nomes, não é o feitio deste 365 dias de poemas criticar, não pactuando com as atividades espúrias de alguns dignitários políticos pois entende que o ser humano é passível de mudanças, quaisquer que sejam os seus erros haverá a possibilidade de sua conversão.

3. Filho pródigo, Deus aguarda-o para o perdão e penitência. Por acaso não trouxe para seu redil Saulo - o grande apóstolo dos gentios? - Não perdoou Pedro - a pedra que edificaria sua Igreja - de uma trípice e vergonhosa negação. E Maria de Magdala não abandonou uma vida dissoluta e se tornou grande seguidora do Mestre?

4. E Agostinho de uma vida dissoluta e de erros filosóficos, pelos rogos de sua mãe Mônica se tornou um grande santo da patristica. Outros não quiseram a mesma sorte, é o caso Judas Iscariotes - igualmente amado, guindado à honraria de Apóstolo, escolhido pelo próprio Cristo e que se vendeu por 30 moedas de prata, traiu e entregou o seu adorado mestre.

5. E Zaqueu, não foi ele que devolveu o dinheiro desviado do erário público, não foi ele que na sua avareza peculiar pesava a vida de seu povo com impostos exorbitantes, e depois veio a mudança, a partir do contato com Jesus de Nazaré.

6.'O que vai mal no mundo'? Perguntava-se Chesterton, e respondia: 'Eu mesmo!' Portanto, o grande retorno da humanidade às intenções primevas do criador devem necessariamente passar pelo decálogo e pela nova aliança salvífica de Cristo do gólgota redentor:'Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado."

7. A graça pressupõe a natureza, Jesus ao assumi-la deixou bem claro que a integridade, a justiça e a generosidade são partes integrantes e atuantes da vida humana e o reino de Deus se baseia em seu exercício diário e constante.

8.Três virtudes, três fôrças irmanadas que praticadas convenientemente farão a diferença na sociedade.Quem é justo dá valor ao que deve ser dado e julga com equidade, íntegro não se deixa corromper e nem corrompe, generoso vai de encontro às necessidades do semelhante sem auferir vantagens políticas, sem querer reconhecimento e louvor em troca.

9. O convite do amigo Jesus, Deus e Mestre continua atual e premente na era instantânea em que vivemos, um chamado simples e calmo que bem entendido nos fará outros cristos de doçura e misericordia para com os irmãos e nos garantirá um lugar de felicidade para alma na vida que há de vir...

10. E na memória hipertimésica do senhor do tempo nada passará despercebido, e haverá muitas ponderações a respeito de todas as ações...

Helder Tadeu Chaia Alvim

atilações x oblações

1. O que o signo linguístico cifão tem haver com  a unidade monetária cifrão que por sua vez rima com o senador romano Catão que mandou o seu general Cipião Emiliano destruir Cartago, que ao fazê-lo chorou lágrimas que até hoje admira os estudiosos da questão púnica? Só curiosidade aguardando a inspiração bater - e tem batido com fôrça em minha cabeça, cocichando as mazelas dos dias sombrios que decai  em vértice  assombrando a humanidade em série.

2. Não é minha intenção atilar estes escritos afim de agradar aos novidadeiros de plantão, me ater ao caráter prático e humanista dos dados atualizados nas redes sociais. Meu interesse é pelo campo dogmático, o lado enigmático da alma - se a gente pode complicar porque facilitar - eh! eh! eh!...

>  Quisera qual artesão burilar os versos com perfeição, aperfeiçoar sua rimas no ato sagrado de sua atilação  e depois oferecer no altar em oblação, primeiramente a Deus e por conseguinte aos irmãos esparsos e consoantes com o mundo bom.

3. Daí o empenho prazeroso de filosofar á exaustão, pois ainda encontramos gente disposta a ler textos longos, a desenvolver raciocínios que fogem da praticidade atual e se embrenhar no topos noetós de Platão, sublimado por Agostinho de Cartago, assim vou pulando de mansinho para outro parágrafo para não assustar meu interlocutor.

4. Na última década assistimos um pool da tecnologia  com os avanços dos nióbios quânticos que levou o homem a esquecer, em sua ânsia inaudita de novidades e racionalidade, a crença em Deus e por conseguinte  a minoração do senso do sublime e da elevação. Hoje ele procura com sofreguidão científica a partícula de Deus...

5. A Ele, Senhor  do tempo e da história, nada passa batido, por assim dizer, ele conhece os rins  e o coração de suas criaturas que tirou do barro frio e infundiu-lhes o bafo quente da alma imortal.. Não tenho dúvida nehuma que ele saberá no seu momento equilibrar a balança e restaurar numa atilação divina o quadro de sua criação nas cores, contornos e tonalidades adequadas ao seu fim último: a salvação eterna.

6. O intuito homogêneo deste poema ou sei lá o que - digamos crônica poética - será perseguir a cada linha, a cada virgula, a cada manhã que amanheça, a cada tarde que espareça, a cada noite anoitecida que as certezas empíricas definam os termos e raciocínios em questão e dar-se-á por satisfeito se no término de sua travessia tiver coadjuvado com outros internautas esparsos no panorama virtual - humano algo bom, algo belo e pulcro, partículas que emanem do Grande Ser que poucos conhecem, mas cuja   glória a natureza canta: 'Glória in excelsior Deo et in terra pax hominibus omnia boni voluntatis...'

Helder Tadeu Chaia Alvim

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

On lines e ao vivo pelo bem do povo e felicidade do novo!

1. E o movimento 'revoltados on line' ganhou a Avenida Paulista nesta quarta - feira dia 25/01/2012 - aniversário da cidade de São Paulo - sim eles estavam lá em passeata ao vivo e a cores, irreverentes, protestando com indignação contra a corrupção na política brasileira.

2. 'Nas ruas, pela União Contra a Corrupção' - cresce a cada manifestação e encontra o apoio da opinião pública in loco e pela internet e está ganhando as páginas da mídia como um rastilho de pólvora, o que é ótimo e promissor para a nação brasileira.

3. Teve direito a troféus de 'ouro, prata e bronze' aos indicados corruptos em votação virtual, conforme seus organizadores Marcelo Reis e Carla Zambelli. A banda animou a marcha num trio elétrico e ouviu-se brados de alerta e desacordo com a postura corporativista e  não ética  de muitos políticos brasileiros.

4. A internet tem-se mostrado um veículo poderoso de união nas redes sociais e está  alavancando as mudanças que todo cidadão suspira: Uma política voltada aos interesses do bem comum, uma política transparente  e em consonância perfeita com nosso destino pátrio e seus mais de duzentos milhões de brasileiros.

5. Um convite em forma de protesto irreverente, mas cívico para que os detentores legítimos do poder entendam que o voto cabestral encontra-se devidamente ultrapassado na era digital e a moçada quer respirar os ares puros da verdadeira democracia com oportunidade, voz e vez iguais para todos, salvaguardadas a constituição e as leis vigentes em nosso país e que eles se pocicionem de verdade à altura dos grandes desafios desta hora caotizada.

> Um adendo preocupante sobre o acordo comercial anticon ( Acta ) que tem provocado protestos na Europa inteira e se figura como a nova versão internacional do Pipa e do Sopa,onde forças poderosas querem impedir a navegação sob pretexto de pirataria. É a sors iacta est do César ao contrário para silenciar a democracia na internet. Deram corda e agora estão puxando os internautas para o buraco vazio... A Avaaz está ligada no movimento e promove um grande abaixo assinado on line, e vc caro consulente não poderá ficar fora dessa, vê lá hein!

6. A chuva que caiu as 16.30 hs não fez os manifestantes  arredarem o pé do Masp.Eles estavam unidos cobrando dos políticos ações concretas e cessação da corrupção.  E que eles fizessem jus aos cargos apossados pela urna soberana e o sufrágio popular da democracia canarinha de dimensões continentais.

7. Não há como negar a fôrça de junção,a louçania, o sangue novo, a nova era que se desponta, a indignação que refletiam na face de cada um presente ao ato cívico, ao entoarem o Hino Nacional, diante da bandeira pátria em frente ao conjunto nacional deixaram sua mensagem de união irrestrita e amor pelo Brasil e por uma conduta ética ilibada daqueles que conduzem o destino da Pátria Amada, Mãe Gentil. é pegar ou largar, pois a resposta não vai se fazer de rogada e virá no próximo pleito eleitoral

8. Este ato cívico de ontem na Avenida Paulista, pude acompanhar a passeata e prestar minha solidariedade e apoio ao movimento. Mais do que um grito isolado, ele encarnou o desejo  mudanças urgentes e efetivas.

9. Os internautas unidos, eleitores  e cidadãos preocupados, indignados, revoltados  contra a  onda de impunidade, neopotismo, protecionismo em muitas esferas da política brasileira, com repercussões negativas no mundo inteiro, aqui esta praga da corrupção grassou  e espalhou a erva daninha a nível federal, lá fora manchou a imagem do Brasil.

10. Mas o país ideal poderá existir um dia, se desde já os rumos sejam mudados, os prumos nivelados e a verdadeira brasilidade lhana, honesta seja institucionalizada no lugar desta caricatura dissimulada e maldosa em pauta e nos palcos assombrados das coisas publicas.

11. Vamos lutar, aguardar o mundo bom das certezas de Deus para a nossa pátria, um tempo de mais justiça social, oportunidade para todos, sem discursos tolos, um tempo de idoneidade política, pois aos desonestos que abocanham o erário publico restará o exíguo espaço de ralo da história brasileira.

12. Um Brasil, não vamos cansar de falar, autêntico, soberano, democrático e solidário, um Brasil que valoriza seu passado, seja ele mesmo no presente, E no futuro interrogativo de sustentabilidade possa crescer com responsabilidade, sem abandonar suas raizes de seiva pura nem tão pouco suas origens cristãs e cívicas.

13. Ficou bem claro ontem, hoje e sempre que os internautas querem o mundo bom, são a maioria e pretendem caminhar lado a lado com políticos honestos, leis justas que farão do Brasil a nação do futuro e o celeiro do mundo para o bem de todo o planeta e felicidade do novo que está por vir...

14. Aos poucos a multidão dos on lines ao vivo se dispersou, mas ficou no ar seu brado inconforme a perfumar e exorcizar a atmosfera carregada da conjuntura atual. Virão novos ventos, novos tempos de grandeza social, econômica, após as tristezas deste momento de danação geral.

Helder Tadeu Chaia Alvim
Poeta Minimalista



terça-feira, 24 de janeiro de 2012

São Paulo: 458 anos

1. Pensando bem é ano para dedéu que a cidade que São Paulo completa amanhã: 25 de janeiro de 2012, mas comparada às outras cidades do mundo, é ainda jovem e tem muito o que oferecer aos seus filhos, uns nascidos em seu solo paulistano, outros, a maioria, advivindos de várias regiões brasileiras, quiçá do planeta.

2. À partir  do ano de 1554, Nóbrega e Anchieta, homens de Deus e imbuídos da doutrina e fé católicas estabeleceram no planalto de Piratininga, as bases do que seria esta monumental e arrojada cidade atualmente com mais de 11 milhões de almas. A cidade é uma nação dentro dos limites brasileiros. Tem uma diversidade cultural, etnica,econômica  de extensão continental.

3. Uma cidade amada, uma cidade de contrastes astronômicos, uma cidade que puxa o Brasil para cima, que progride e dá oportunidade de crescimento a todo aquele que se dispuser a acompanhar seu ritmo frenético. Ela não para, movimenta-se, esquenta a cuca de muito estadista, aquece o coração de muito artista, fornece de sobra inspiração aos seus poetas, esparsos pelos quatro cantos daquela que, com justa razão se auto denomina a locomotiva

4. Enfim, aqui está ela se preparando para soprar as 458 velas votivas, e nós ficamos felizes com seu natalício. É uma mãe solícita, que procura cuidar de seus filhos, tem os problemáticos ao extremo, tem os bem sucedidos, tem os iniciantes, tem os que já dependuraram as chuteiras e gozam de um descanso merecido, tem os poetas do povo, de olho nela e na sua performance de cor e vida.

5. Tem neste chão paulista tristeza, alegria, conquistas, derrotas, tudo num mesmo lugar, tudo na mesma hora. Que ao badalar dos sinos da catedral da Sé, anunciando a consagração da Hóstia no Corpo e Sangue de Cristo amanhã às 9hs. possamos estar unidos à São Paulo de todos os tempos, à São Paulo dos bandeirantes, à São Paulo do Santo Frei S'antana Galvão, à São Paulo antiga, à São Paulo constitucionalista, à São Paulo atual, à São Paulo de todos os seus filhos, à São Paulo de todos os turistas, à São Paulo futurista.

6. Que o apóstolo Paulo, no dia de sua conversão, guie os rumos desta que leva seu nome e procura tão bem engrandecer o grande Apóstolo dos gentios, que de perseguidor tornou-se um dos maiores seguidores de Cristo em todos os tempos. Que S'antana, Mãe da Virgem Maria, que divide com Paulo de Tarso o patronato desta cidade, colha o doce sorriso de sua filha dileta  e ofereça à São Paulo que amamos com todas as veras de nosso coração.

7.  Sete não é conta de mentiroso, deixando a superstição de lado, esperamos que no próximo lustro que vai se adentrar, Ela continue mais solidária, mais desenvolventista com sustentabilidade, mais focada em seus assuntos sociais, mais acalorada humanamente, mais antenada nas suas bases seculares, mais em consonância com seu destino pátrio, mais voltada para a leveza e transcendência de seus valores cristãos e humanitários.

8. Que, finalmnte, a Paz de Cristo no reino de Cristo permeie  suas ocupações, dê um sentido mais elevado aos seus 11 milhões de habitantes para o bem do povo e felicidade do novo tempo que a aguarda com muitas conquistas, muitos embaraços, muita sensibilidade e visão de conjunto de sua contrastante realidade.

Helder Tadeu Chaia Alvim

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O antes e o pós tudo x andares de hoje

1. Oi, estou de volta, e não fiquei di boa, uma porque o sertão, objeto de meu amor acabou; o estribo de prata foi trocado pela zoada esquisita do caminhão, de propulsão fóssil, o luar pelo neon, os trilhos do trem pela via asfaltada, as pirambeiras, pelas notícias ligeiras, a viola encantada pela parabólica, as tardes nostálgicas pelas novelas sem cor, a camaradagem pelo trator.

2. Outra é qu o sertão não é mais o mesmo, perdeu sua identidade, sua beleza e a simplicidade de sua gente. Outros vieram com sede voraz de lucro, derribaram as matas, espantaram os animais silvestres, as borboletas. Se foram as as pacas e irerês, a azáfama tardia deu lugar as discotecas, a algazarra das crinças não mais se ouviu, apagou-se  o fogão à lenha, esqueceu-se das lendas dos barões do mato.

3. A certeza da fé, as novenas, as ladainhas, o respeito pelo mais velhos apagou-se da lembrança de muitos e no intuito de unm progresso mal calculado uma nova era se implantou negando razões que fizeram a alegria de gerações.

4. Se foi também o contato puro do homem com a natureza e a destreza dos pensamentos, deu lugar ao entorno da política local, tudo paro o bolso, nada pelo social. As selas empoadas foram trocadas pelas motos e sua cilindradas e o sertão perdeu a graça e o encanto de sua primeira hora.

5. Seus habitantes  imigraram para outros estados e se amontoaram nas megalópoles modernas e não mais sentiram em suas faces o ósculo suave do orvalho matutino, não mais encheram os paiois da abastança da colheita, das festanças dos casamentos em maio florido, das bençãos dos pais abençoando filhos e netos.

6. - Ora! Ora! dirá alguém , que diferença isto faz, pelo menos eles tem o movimento, a mutação de seu espírito que trouxe conforto e bem estar! - Digo será mesmo tudo isto! Tenho minhas dúvidas e não é o caso de polemizar, vou perder um amigo e horas e horas de blá, blá, blá.

7. Ao caminhar de volta na metrópole barunhenta percebo passos que vem, passos que vão serpenteando os carros, ouço o vozerio da multidão muda, anônima, inquieta, sobressaltada, seus andares me rodeiam em um determinado momento, e passam por mim sem me perceber, parecem autômatos, tele guiados pelos seus problemas e ocupações, ligados ao consumo exacerbado de bens e novidades muitas.

8. São boa gente, porém influenciáveis ao marketing elaborado, são humanos, sentem medo, são arredios ao calor humano dado a desconfiança e violência generalizada, querem para si e para os seus o mundo bom e uma sociedade mais justa e solidária, são solitários e construiram nos shopings centers seu casulo  inquestionável, em suas casas uma fortaleza de segurança, quase inexpugnável.

9. Muitos não conheceram a era antiga, não porque não quiseram, nasceram aqui na grande e pujante metrópole  do sonho eldorado, outros já se esqueceram dela, muitos... guardam dissabores  e o ser pós moderno já nasceu cansado e não conseguiu objetivar seu sonho almejado, apenas artificializou sua vida e nada mais!

10. Vou na frente e volto atrás na ânsia incontida de escrever até ao anoitecer destes versos mínimos, pois disse alhures e continua valendo: faço parte deste quadro, penitencio-me de bom grado, percebo a moldura trincada, os contornos arranhados, e a Deus pertence a restauração completa do gênero humano segundo seus desígnios incomensuráveis, pois o tempo e o pensamento Dele não são o dos homens. Este último quebrou a aliança primeva e a hora das trevas desce sobre o planeta, toldando os olhos até dos poucos justos que restam.

11. Eu também ando sem perceber, sou parte desta imensa  multidão factível de erros, de pouco acerto, que parece procurar entender a existência, a precariedade de tudo quanto a rodeia, Lá no sertão ou o que restou dele a vida continua em outro ritmo, lá a solidão aperta e traz reflexão peremptória, o céu permanece  estrelado, aqui e acolá algum galo arrisca a cantar nas matinas, os vagalumes posicionam solidários ao extremo no seu lusco fusco das noites de breu, algum cavalo retardatário continua a galopar nas campinas, a casinha branca foi demolida, a jaguatirica não foi vista mais no matumbu, e o sertão se perdeu e com ele ficaram sepultadas na memória do tempo as coisas boas de uma era atrasada, saborosa e que não volta jamais.

12. Já, a urbe colossal, simpática continua com seu movimento, tem pressa e não sabe aonde quer chegar, cresceu desmedidamente, se envaideceu nas passarelas das tops, e entope suas ruas de lixo e água da enchente, mostra a sua cara, e a pedra de crack preocupa seu juízo são ou o que dele restou. Ah! tenho pena de minha mãe adotiva, que não ouviu as canções nostálgicas das tardes ensolaradas, do pastorear dos bois  não conheceu o som do berrante bucólico, que não contemplou o rair do sol, que não vislumbrou a beleza da lua cheia e tantas e tantas  delicadezas.

13. Um dia a metrópole vai se tornar sertão e ele 'civilização'... Esta é a postagem deste blogger mínimo de333.São Paulo já foi antiga, já viu outros ares,já teve bondes, conversas de camaradagem, muita gente vivenciou a fé do Santo S'antana Galvão, expandiu sua vocação de colosso, agora necessita refletir seriamente que rumo pretende seguir, ouso arriscar um palpite, vivo aqui há mais de vinte anos, e ela não vai abrir mão de seu progresso, não. Resta saber se vai crescer ainda mais, com sustentabilidade. Ad multtos annos! a ti São Paulo de todos.

Helder Tadeu Chaia Alvim

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

abstrações concretas

1. Na era extraordinária do movimento occupy e dos aplicativos apps, adentramos inquestionavelmente em um espaço inteiramente novo do ponto de vista da comunicação. O que acontece debaixo dos edredons do big brotther, vasa para a internet como se fôsse um rastilho de pólvora, eh! eh! eh! Não sei se é para rir ou para chorar...

> A opinião dos internautas unidos reage toda a vez que a mídia e seus realitys ultrapassam os limites da ética, de modo que a realidade está mudando, já não se aceita de graça tanta provocação. Isto serve de alerta para os propulsores do quarto poder.

2. Trata-se do topo noetós materializado, é o tempo da robótica , da alta definição online, das telas oledianas, da conversa em tempo real, das ferramentas, links, urls, das sacadas  geniais do saudoso Steve Jobs e tudo o mais.

3. Se é uma democracia que funciona com oportunidades iguais, respeitando o talento inerente de cada um,  é a internet. Perigos nos rondam ao franquearmos nossa intimidade para o mundo, mas uma plugação ajuizada nos faz bem, nos adiciona ao panorama mundial, nos tira do anonimato e nos lança numa zona, até então protegida e privilégio de poucos.

4. Se Demostenes, Cícero aqui estivessem estariam no facebook, twitter, e levariam seu tablet para o senado ou para a acrópole ateniense. Catilina, seria detestado, as filipicas  estariam na ordem do dia utilizando largamente laptops, PDas, iPods à base de ion-lítio.

5. Compartilhamos sonhos de um mundo ideal com pessoas do outro lado do teclado e do planeta de igual para igual. A cada avanço da democracia no Oriente vibramos, a cada pessoa martirizada choramos, deliberamos ações juntos, envolvemo-nos com problemas alheios que afetam o conjunto da sustentabilidade geral.

6. A cada animal maltratado, nosso coração entristece, quando o aborto leva a vida de inocentes gememos de dor, quando a intolerância grassa a morte, um pouco de nós morre também. Quando vemos a Avaaz manifestar em prol do mundo bom, aquiescemos com um clique e somos nós que lá estamos também.

7. Quando o Ocuppy quer justiça e transparência, são milhões de vozes que se erguem uníssonas em nome da grande fraternidade universal, condição sem a qual não suportaremos os trancos vindouros das mutações em curso.

8. - Palavras... palavras... somente palavras rimadas! Bonitas! e mais nada? Dirá alguém!
Enquanto a situação de caoticidade permanecer assombrando,vamos ficar desassossegados e ninguém em sã consciencia pode se dar ao luxo de flanar a não ser adicionar o bem, repartir, ajuntar o esforço comum, coletivisando idéias, teorisando fatos.

9. Hoje em dia nada mais fica oculto e a verdade aparece mais cedo ou mais tarde para alegria da maioria e frustração daqueles que sóem pescar em aguas turvas em proveito próprio.

10. - Palavreado ininteligível! pensará por certo algum amigo que por acaso acesse estas rimas conceituais mínimas. Não podemos negar que os tempos são outros e a falácia universal de uns tantos espertões pode fazer água no seu caldeirão sem gosto. Está em curso uma nova era, mais lúcida e sincera. Quando virá? Já começou qual lele lítio e vai acabar com os transtornos bipolares, e equalizar o consumismo na medida certa, se vai hein?
11. - Mas, poeta, você virou profeta do dia para a noite e deu uma de auto ajuda. Ajude a ti próprio e já está bom demais. Não acha?  Vou pensar e depois te digo,ok! Mas como ia dizendo a natureza não suporta mais intervenções inócuas, perspectivas nulas e toda ação deve ser focada para o bem do povo e felicidade do novo.

12. Novo conceito mundial, nova ordem baseada no mandamento do amor - do Cristo Senhor, na lei natural. O tempo de futilidades, das quimeras, dos fantasmas do poder, do mando pelo mando, já anoiteceu no horizonte da humanidade e não trouxe a paz, agora é a vez de Deus, dos anjos bons e santos, das almas justas, de todo aquele que reza na cartilha do amplexo total do mundo bom, certo, justo fraterno e solidário.

13. Deus na sua sabedoria dispos os elementos, encheu a terra de sementes e cores, os rios de beleza e peixes, as serras de vegetação, as matas  de animais, o homem do senso da responsalibildae social. Tudo está in fieri e uma hora para outra vai surgir o factum est.

14. Deus, ciência e fé devem estar ligados por laços íntimos, se não nada vai dar certo, como aconteceu até a agora e parece que a internet vai ser a grande ferramenta desta mudança radical. Não foi Arquimedes, gênio e físico da antiguidade grega que levantaria a terra baseado em suas leis hidrostáticas, estáticas de empuxo e alavancas?

15. As semelhanças são reais e dado o volume de informações acumuladas, o avanço da ciência quãntica, as ferramentas, links, urls, tudo à mão ,tudo isto revertido para a causa do bem da humanidade, poderá rescrever a história dos homens e preencher as lacunas, reparar erros centenários e alavancar a vida em patamares nunca antes vistos e desejados.

Helder Tadeu Chaia Alvim

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

A noção do tempo e o oled futuro

1. Ramsés (1279 a.C), Alexandre ( 356 a.C), Cleópatra ( 69 a.C), César ( 44 a. C), distam uns bons milênios, sem precisar ao certo, do nosso e nada mudou exatamente, a não ser a forma, a geografia, os costumes, mas as ambições humanas continuam as mesmas na sua inversão própria.

2. É verdade que temos o BlackBerry criptografado e as vantagens da onda on line, a comunicação em tempo real, o controle maciço das informações, o cadastro macro. No entanto os segredos das pirâmides, das esfinges, até hoje falam por si e deixam  extasiados os egiptólogos dos vários estágios de escavações.

3. O império romano alcançou seu apogeu e abrangeu o mundo todo ao passo de suas milicias invencíveis, subjugou a ferro e fogo povos e nações, a cultura egípcia permaneceu nos seus hierógrifos e mais tarde fora decifrada, e ao decorrer dos séculos suaa riquezas escavadas e pilhadas categoricamente e tudo o mais.

4. Isto tudo para dizer que os reinos nascem, tornam-se hegemônicos, alcançam poder e glória e depois em determinado momento decaem desfazendo-se ao sopro do tempo soberano, que apaga memórias e feitos grandiosos, mesmo odiosos.

5. É curioso notar que o arcabouço psicológico permanece o mesmo, invariavelmente o mesmo: mando, expansão. Hoje, depois de percorrido muito chão, ar e mar a terra encontra-se redesenhada, de aparência  diferente, redefenida a partir da descoberta dos elementos de silicio, nióbios quantificados e uma gama de irmãos olediados, e muitos surgirão até que se anuncie a consumação final.

6. Na velocidade que vai, os conhecidos e manipulados serão ultrapassados por outros e outros, e o crescei e multiplicai se tornará em poucas décadas adiante ato puro de uma matéria expandida, haja vista  a pesquisa avançada, em curso.

7. Não é discurso vazio, apenas constatações , com a ressalva se o planeta suportar as intervenções, que é palco, as mudanças climáticas, as poluições desastrosas do meio ambiente e a carência de uma política sustentável a nível  planetário.

8. E o gostinho de supremacia, ora incubada, ora estatelada persiste na mente de muitos detentores dos destinos, na eterna azáfama de viver, ter , possuir e fazer prevalecer suas vontades. Mesmo que o movimento sideral continue seguindo o seu curso de sabedoria, o homem teima em transformar seu chão num tubo de ensaio, onde gravitam seus ódios, intolerâncias, tendências e ambições desmedidas.

9. Sem dúvida que estariamos mais avançados tecnologicamente, mais harmonizados, mais sensatos , se a nossa alma desde o começo estivesse em sintonia com seu Criador, fôsse clarividente ao ponto de perceber, que em meio  a esta fila ininterrupta de feitos e ações, a sensação de abandono e pequenez nos acompanha nesta vida passageira e o espírito necessita da claridade de Deus.

10. Com isso uma travessia segura, uma vivência consoante com nosso destino final  nos será assegurada. O mais é especulação, é movimento desnecessário e todo este monumental avanço pode dar em nada, pode evaporar-se se não acompanha  a alma de outros sonhos.

11. Ao fim que nos aguarda, ou guardamos nosso coração para Deus como o justo Abel, ou caimos igual a Caim, sujeitos à danação eterna. O genero humano desde o começo de sua jornada. mesmo com as mutações seculares, com os benéficos avanços e conquistas da ciência, mesmo com o atual  advento poderoso da internet, sempre, dado o livre arbítrio terá que fazer sua escolha, posicionada entre dois amores o que o eleva e o outro que  o rebaixa.

12. Não há outra conversa, a não ser essa que ora encetamos, no caminhar nebuloso e fátuo da existência ou acumulamos recompensas no banco espiritual ou ficamos à deriva, no sereno, sem o hálito quente do Deus clemente, mesmo usufruindo com estamos da era Ligth Emitting Diode...

Helder Tadeu Chaia Alvim

sábado, 14 de janeiro de 2012

A travessia da alma na era do occupy e apps

1. Ainda não cheguei ao meu destino, parei um pouco para analisar o ambiente, os estragos das enchentes aqui no Noroeste Fluminense, alcançando Minas e Espírito Santo. As cheias dos  afluentes do rio Paraiba do Sul são conhecidas há muito tempo e ano a ano flagelam a população envolvida e que moram na região.

2. Conheci de perto esta realidade na minha infância dos Pirineus, no município de Santo Antonio de Miracema, terra de D. Ermelinda, terra do povo que nasce e do pau que brota, será o capítulo de uma próxima prosa, prometo.

3. Às vezes chove em uma semana para o mês todo, e os níveis pluviometros marcam  linearmente com precissão o volume de água. Assim era, assim e assim continua sendo. O que estarrece a gente é que  a máquina administrativa conhece bem a topografia da região, recebe recursos polpudos do governo federal e ano após ano a situação piora.

4. Vai chover sempre e com a terra aquecida a tendência é que as forças embrabecidas da mãe natureza vão dar o ar da graça sem avisar. Portanto seria mais prudente construir sua casa sobre a rocha e não nas areias e ribanceiras como acontece por aqui. Se no âmbito do espírito Cristo falou magistralmente como Mestre que era, na área material isto vale também. E a tecnologia evoluiu muito e com traçado sólido o que acontece poderia ser evitado em parte maior. O poeta Hermínio de Nova Friburgo que o diga!!!

5. E vamos continuar na estrada da vida poética tentando sobreviver, estamos com sangue pulsando nas veias, isto é um bom sinal, e devemos arregaçar as mangas das rimas e continuar sem parar, sem esmorecer agradecendo a Deus o dom da vida, que maravilha saber que ele nos ama, e se tem tristeza no ar e na serra, nos rios e cidades, isto não foi obra sua, mas do anjo decaído e feio que quer a humanidade parecida com ele. Ele abandonou a luz por orgulho, e ressentido que envolver os fracos de espírito na sua lorota eterna.
6. Para que enganar, trair, roubar? Para que, fingir, ignorar, roubar? Para que desprezar, não abraçar a causa do bem, para que maltratar o semelhante, os animais, a natureza? Se a vida é curta, curta a presença de Deus em tudo, ele  não precisou atestar nada, pois é o grande e único detentor das causas e efeitos dos elementos.

7. Ah! Vida curta, passou o tempo de Alexandre, Tomás de Aquino, Gregório, Pedro II, Luiz Gonzaga e num instante passará o nosso também, e não haverá mister de agasalho e o Grande Ser, que iremos conhecer estará lá imutável, pleno de inteligência e sabedoria, e tudo que inventamos na terra, in fieri foi concebido por Ele o grande motor imóvel do universo.

8. Se a vida é curta e no final dela uma cova fria nos aguarda, já imaginaram gente chorando, gente bebendo ao morto, daí um tempo esquecido fica à mercê dos vermes, e ninguém se alembra mais, a não ser no sétimo dia, mês, quiça um ano talvez.

9. Extraimos deste texto uma notícia, que poderá ser boa ou ruim, imperceptível aos olhos carnais, preocupados com o consumo de bens perecíveis, e é que a alma liberta, ao criador se achega e dele indagado sobre sua trajetória, terá muito ou pouco a contar, dependendo do desempenho de cada um, este momento é chamado de juízo particular, um tribunal inafiançável, pode ser de arrepiar.

10. Os talentos desperdiçados, a não vivência dos mistérios, um fato; a matéria pesada, o fado do desgosto constante e concomitante faz a alma se afastar da luz, sem final feliz, diz adeus ao seu mentor e não suporta a sua bondade intrinseca e extrinseca, pois na vida menosprezou a fidelidade.

11. Digo o que digo, ainda resta o tempo presente para alimar os atos corretos, antes do para quê bater à porta. É salutar e bom viver o porque da existência inteiramente, para quando surgir, na curva da estrada o depois, ele nos encontre  na verdade e justiça, pois é o que importa antes e depois de tudo! Of passage the soul - para além do fenômeno estrondoso occupy e app - temos a abrangência espiritual aguardando respostas das nuvens. se aplicadas corretamente irão alavancar o mundo bom e despertar anseios perdiodos no meio da fumaça do dióxido poluente.

Helder Tadeu Chaia Alvim

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

O nó aparente e o i surrealista

o nó aparente e o i surrealista
1 'Ad elevatis oculus meus ad dominum'... Um movimento simples do pensamento e que representa um oceano de vantagens espirituais. Elevar o nosso olhar acima do trânsito caótico, acima das noticias dos telejornais, acima dos programas sensacionalistas e de mau gôsto, acima das ambições e lembrar que em algum lugar paira uma mente onisciente que acompanha as ações e pensamentos do ser chamado homem e nada escapa da sua ponderação.

2. Se alguém se dispuser   a colocar em prática este conselho que recebi alhures vai se admirar o quão são suaves as inspirações de Deus, o quanto a vida seria mais amena e suportável nesta esfera , ora endoidada chamada terra, em que diáriamente somos pegos de surprêsa com o comportamento desgovernado do semelhante. Tem gente que toma seu carro e sai atirando a esmo, tem gente que maltrata os animais, tem gente que rouba a inocência das crianças, tem gente que não respeita os mais velhos, tem e tem prepotentes.

3. E a lista seria quase infinda se fôssemos, eu e você, estabelecer os parâmetros do comportamento do homem hodierno, suas teses, visões e afirmações no mínimo de mal gosto e sem fundamentos , e mais quando parte para as aplicações práticas aí o desastre é completo i surrealista. Quando não é uma admiração exagerada pela tecnologia, descamba para as analogias sem sentido e extravagantes. Parece querer provar tudo, permitir tudo, negar tudo e proibir tudo que não se iguale ao seu pensar.

4. Bom vou me ausentar uma semaninha deste blogger para visitar o rincão de  minha origem interiorana, tão flagelado pelas recentes chuvas e imperícias dos governos ao longo deste anos todos que me conheço por gente, daria para construir, com as verbas alocadas, diques e mais diques à moda da Europa, drenar as encostas das serras, delimitar construções, permitir as  sólidas e uma gama de outras iniciativas, que se existem, estão arquivadas e mofadas nos armaários das enormes repartições públicas adjascentes.

5. Pretendo revisitar a outrora Pirineus adorada, a pedra da baleia, a mata cerrada, conversar com o vento norte coisas da nossa infância ensolarada, ver as pirambeiras e vertentes abençodas, a préa saltitante, os vagalumes solidários, a revoada das maritacas, saborear o jenipapo, e as conversas à beira do fogão á lenha sobre o último barão do mato; Malaquias Fortunato Alvim. Subir ao cruzeiro, contemplar os luzeiros ao santo mártir Sebastião.

6. Então, depois, se Deus quiser, voltarei com a cabeça mais arejada para continuar consigo nestas linhas perseguindo o mundo bom, consigo analisando o movimento, consigo criticando os descaminhos, incentivando os anseios, sonhando de olhos abertos, despertos, abrindo a mente para o mundo certo. Até lá, meu amigo que considero e espero encontrá-lo novamente firme e forte, analisando,contemplativo, mudando  os rumos de um universo em versos.

7. Deixo-o com uma benção irlandesa: 'Possa a estrada levantar-se para econtrá-lo, possa o vento estar sempre às suas costas, o sol brilhar em seu rosto, as chuvas cairem mansas em seus campos, e até que nos encontremos outra vez, possa Deus tè-lo mansamente na palma de suas mãos.'

Helder Tadeu Chaia Alvim

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

A grande consumação

1. E a maré continua soprando impetuosamente ventos desfavoráveis neste ano que começa interrogativo, não sabe-se ao certo se vamos avançar na estrada construindo a fraternidade universal ou se vamos regredir à era das cavernas. Ainda é cedo, muito cedo para conjecturar rumos nestes dias vazios de sentido.

2. Muita gente perdeu o equilibrio e só pensa em ter para demonstrar hálitos vazios de um consumo improdutivo, nas conversas que amealho, não vejo progresso no campo do ser, só preocupações, ora com o dinheiro de plástico, ora com o carro zero, e não sei mais o que?

3. Muita desgraceira está no ar, muita incompetência dos homens públicos, guindados ao poder, ao que parece para satisfazer suas sesmarias, e  não sintonizam a res pública para o que der e vier para o bem do  povo e felicidade do novo.

4. Conversa vai, conversa vem, pulo daqui , ando por aí e nada muda debaixo do sol, dizia o sábio há trocentos anos atrás. O homem vive como se tivesse nesta vida transitória morada definitiva, estivesse aqui para sorver até a última gôta a seiva da sustança financeira.

 
5. Solerte ilusão, vamos embora como os ventos lá para as bandas do meu sertão iluminado. Se você, que me lê atento, saiba o que é importante é ser antes de tudo amigo do Grande Pai dos elementos, aquele ser supremo que alimenta os bichinhos, os homens e a natureza a contento.

6. Na curva do destino colhemos o que plantamos, brisa suave, se bons somos, cataclismos se autoritários, a danação se negamos o poder do Deus das Luzes, que numa cruz ignominiosa disse: Tudo está consumado.


7.  A primeira vista o que estas páginas leigas tem a ver com as dores salvíficas de Cristo? E porque citá-las num blogger de poesia. Atingimos o ponto que frisamos e por mais que queira o assunto é inesgotável, pois versa sobre a fonte de toda a história , toda a sabedoria, toda a bondade, toda a ciência que tem neste mundo.

> O que o mestre dos mestres declarou um dia às margens do mar da Galiléia? O que ainda hoje é atual: 'SI NE ME NIHIL POTEST FACERE.' É verdade  sem se tornar recurso de retórica. Ele é o senhor da vida, do tempo, da razão, e sobretudo senhor do coração.


8. O Consumatum est, o único da história foi perpetuado por uma boa causa, e este belo gesto de Jesus nos salvou das garras do inimigo. Não adianta virar para lá, correr para cá, direcionar subterfúgios pois a existência de Deus e o plano da criação são verdades sobre as quais não se pode negar sua veracidade e consequente aplicação prática na conturbada movimentação do homem nesta terra.


9. Portanto o desenrolar do grande consumatum que está por vir vai purificar a terra e estabelecer aqui e agora - o agora de Deus, a grande harmonia universal de povos e raças em torno do trono do Cordeiro de Deus, aquele que na visão profética bíblica vai esgarçar totalmente o pecado do mundo.


10.Então uma só coisa se torna necessária - acertar as arestas da vida, mimar a alma, ser amigo dos arcanos, ficar constantemente plugado na realidade transcendental  e fortificar o espírito com uma boa dose de devoção mariana, confissão, exorcismo e comunhão.

11 - Mas, poeta não entendo bulufas o que está tentando dizer! Para que engrossar o caldo? Tenho saudades de suas rimas suaves,  do seu acalanto, assobio, da casinha branca, na encosta de sua serra dourada, cercada de pomar, das cantigas que declamava das tardes de lá.

12. Lembranças, se não fôssem elas não seria eu mesmo e não estaria escrevendo para você amigo mentor. No entanto não poderia omitir, nem deixar de tecer o novelo e dizer que a chave da travessia está em poder, não de mãos macias e terrenas, e sim na mente daquele que um dia disse aos caos, faça-se e tudo foi feito na perfeição dos seus mínimos e máximos detalhes.

13. Mesmo que sua hora ainda não tenha raiado completamente, apesar dos sinais evidentes, da depredação do planeta, do minguante calor humano, temos a nosso favor a mais doce  de todas as mães a nos admoestar: 'Fazei tudo o que ele vos disser'. Nada pode ser pela metade pois o mundo bom que está por vir, será bem mais adiantado na sua definição do que este que tateia no meio de suas ferramentas, links,urls, nióbios quânticos e a intrincada engrenagem robótica.

14. Será um tempo de Deus, como nunca se viu, e ele voltará ás tardes bucólicas para coversar com os homens e oferecer as lisuras de seus pensamentos de formosura. Viu a rima não fugiu, e no seu movimento natural não esquece de aquecer nosso sangue de irmãos poetas.

15. Adianto-lhe que nada será pela metade, pois o mundo bom quererá o homem totalmente voltado para as certezas, para o equilibrio moral, da natureza, e sideral. Deduz-se daí que chegará o dia em que céu e terra sejam uma só face, um só querer... E você, amigo que considero não pode ficar fora dessa!

16. Um dia Jerusalém se estremeceu, foi no começo da 1ª grande era; surgiram na curva das muralhas um primeiro rei exótico, com numeroso séquito, logo em seguida um outro de tez serena, pela clara, e depois  outro negro.Num relance entenderam os judeus e as autoridades romanas, todo o povo , a guarda da cavalariça, os soldados de elmos reluzentes.

17. Aquela euforia pairou no ar misturada ao alarido matinal das centurias, dos mercadores e da prece no templo de Salomão. Recordaram que num tempo remoto também a rainha de Sabá viera de longe, muito  longe.

18. Estavam assim absortos em seus pensamento quando  um deles se adiantou e revelou na sua interrogação que estavam à procura de um rei e menino. Viram no longinquo oriente uma estrêla que brilhava mais que as outras e vieram com presentes adorá-lo. Pronto as profecias a respeito do Messias  esperado e anunciado pelo profeta Isaias estava se cumprindo não restava mais dúvidas nenhuma.

19. Os fatos posteriores já ouvimos de cor  e salteado, daí originou-se no calendário católico a festa da Epifania, quando Cristo se manifestou aos eruditos da época na pessoa dos reis magos ou advinhos dos astros. Por sua vez na noite de Natal em Belém se revelara aos pastores, sinalizando que viera para salvar a humanidade sem excepcionar pessoa alguma ou condição social.

20. E tanto foi  verdade que 33 anos depois do alto do Gólgota ao lançar o seu consumatum est, adicionou à sua fala sagrada o sinete de um outra consumação: atrairei a mim todas as coisas, criaturas e elementos. Eles deverão mais cedo ou mais tarde à luz da razão e da fé entender seus propósitos, seu amor e sua direção segura.

21. Que esta alegria santa contagie nosso século incrédulo e fechado às maravilhas do espírito e o eleve acima das querelas passageiras do seu viver, beatificando seu querer no querer de Deus, antes que o mal inunde os quatro cantos da terra, antes que a máquina suplante a verdadeira seiva da sua existência e seque no seu coração a solidariedade, a fraternidade, patamares de um mundo 100% melhor, mais humano e cordato.

22. Sem nilismo ou determinismo, paira acima da cabeça pensante do homem o cursor de uma inteligência maior que poucos  conhecem, outros fingem ignorar, mas que o tempo soberano a seu tempo esclarece e encaminha soluções a par de todos os senões atuais.

23. Foi assim na antiguidade clássica com Alexandre, Agostinho e Gregório e será daqui para frente conosco, sem o concurso de nós e o nó aparente que aperta e deixa o mundo indiferente vai se desatar, se vai hein!

24. Palavras, seriam meras palavras, mesmo quando adornadas de versos se não apreciassem a essência pura, se não se esforçassem para refletir um sentido mais elevado proveniente de um ser supremo chamado: Deus, o alpha e o ômega de tudo quanto existiu, existe, existirá, que reserva aos seus chegados outros panoramas, outras alegrias, outros sites que extasiarão os beneficiários e merecedores de seus mimos eternos.
Helder Tadeu Chaia Alvim

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Drama x Luz em Campos Elísios Paulista

1. Que nome mais esquisito o de cracolândia, vulgo cidade ou espaço, local do crack, fica situado entre os bairros  Campos Elísios e Luz na capital Paulista. De cara olha o contraste com a São Paulinho antiga  que ao nomear seu bairro residencial faz uma alusão à avenue de  Champs Élysées, talvez. E o bairro da Luz , cortada pela então estrada de ferro Sorocabana, quanto não viu do glamour dos barões do café?

2. No entanto tudo acaba e o  giro gravitacional da elite virou para outras bandas e estes bairros jazem hoje no esquecimento e nem têm saudades daquele tempo, pois obviamente não conheceram a não ser pelos cartões postais e as raras imagens de museus e pesquizadores dedicados.

3. Hoje o que se ouve por lá é o estalido da pedra maldita que aprisiona ao seu trago gente de todas as classes sociais, idade, sexo e condição monetária, afetando na maioria das vezes aos mais desapercebidos da sorte, ou seja como pudemos observar é uma viagem medonha para passar desta para a pior. Vejo com expectativa das melhores esta ação conjunta da Prefeitura e Estado de São Paulo visando coibir e desestabilizar o tráfico e consumo de crack na região.

4. Como noticía  a imprensa a ocupação policial é ostensiva e vai dar resultado duradouro se após este primeiro passo facultar tratamento aos dependentes, assistência psicologica ao seu drama, e abrigo seguro. Então o 2012 para eles começou bem e abriu uma oportunidade sem igual para sua readaptação à sociedade. Assim é que a população quer ver a política efetiva e acionada a favor dos desvalidados e quase sem uma réstia de esperança.

5. Fôrça São Paulo, estamos contigo e apoiamos alegres e alvissareiros esta sua iniciativa. Agora vai! E para o bem do povo e felicidade de novo. Já chega de gente, irmã nossa, morrer antes de ter vivido o seu destino plenamente, não parece justo que uma pedra demente ocupe na mente humana o lugar de sua família, sua pátria, seu Deus e seu amor próprio. Pois em cada tragada um minuto a menos de vida, em cada baforada o começo e o fim de suas potencias cognitivas e emocionais.

6. Por isso em coro insistente bradamos em conjinto com todos os homens de boa vontade: Sagrado Coração de Jesus, fornalha ardente de caridade -  tão próximo  deles no seu santuário na Luz- alumie estes irmãos nossos brasileiros . E conduza-os definitivamente de volta ao aprisco da verdadeira paz e recontituição familiar e pátria.

7.  E que todas as autoridades civis, políticas e militares, todas as pessoas envolvidas direta e indiretamente nesta empreitada heróica e solidária,  saibam que a São Paulo  está orgulhosa de vocês todos e se a ação continuar sem esmorecer, será um exemplo a seguir em outras regiões afetadas, e que  possamos num futuro próximo chamar a atual zona  problemática em :  Nova Canãa, Roselândia, Mundo Novo e tantas outras nomeações.

8.  No primeiro ato drama x luz:  a claridade de vossos atos a favor deles sairá vencedora e afugentará as trevas da pedra da maldição e em seu lugar jorrará fachos e mais fachos de luminosidade de suas mãos que oferecem generosamente as rosas das oportunidades perenes, o abraço do calor humano, a fé no coração de Deus, a esperança de um mundo melhor e mais unido.

9. Sendo que de nada adiantará espaventar os dependentes daquela região em questão, por motivos alheios à sua recuperação, migrarão para outras - como tem acontecido - e a poeira vai para debaixo do tapete. Ações efetivas devem ser duradouras e a longo prazo, pois  o problema virou uma questão de honra e a sua completa solução é do interesse não só da comunidade local, mas da cidade, estado e nação brasileira.

10. Não é porque a copa de futebol está batendo à nossa porta com perspectivas outras, e sim porque a urgência e a  situação chegou num ponto inaceitável e está em jogo vidas humanas, irmãos nossos brasileiros. Este é um ponto em que ou agimos ou soçobramos na omissão sem perdão.

11. E a história, crítica ferrenha da vida registrará os créditos ou variações devidas. Tudo depende da continuidade, atenção e pulso firme nesta atual  e triste conjuntura que se instaurou a partir do consumo coletivo da pedra maldita. Deve haver por parte do grupo envolvido, política, policia, comunidade caridade, muita caridade e pena dura  aos propulsores do crack.

12. Será que aquela que tão bem se tornou a condutora do destino de milhões de brasileiros, vai desamparar os doentes dependentes  em seu fracasso e drama pungente? Não será possível que se deixará levar por esta onda passageira e deletéria, mil vezes não! Sim porque as palavras de Cristo são perenes e podem perfeitamente ser veiculadas e colocadas em prática pela maior e mais pujante Urbe da América Latina, visitada anualmente por milhares de turistas daqui e lá de fora, possuidora de conglomerados industriais, financeiros  e de serviços de perder o fôlego, detentora de um pib invejável, solo das mais respeitadas instituições de ensino do país, dentre as quais a Usp desponta como sua menina dos olhos.

> Então Jesus da Galiléia disse em tom amável e conciliador: 'Tive fome e me destes de comer, tive sede e me destes de beber, estava nú e me vestistes, peregrino- em minha dor - e me acolhestes...'

>>  As chagas da minha cidade  que amo, e a cidade de todos os brasileiros, e outros advindos do exterior, expões suas chagas abertas e pede socorro. Não podemos ficar surdos  as seus apelos veementes e desesperados, não é justo que aquela que sempre foi arrimo de vida de tantos se quede amuada e ferida e não possa se restabelecer destes golpes da sorte ao contrário.

>>> Ela não vai capitular ante a sanha maldita desta substância química, que rouba a vida, o sonho de muitos e muitos e aniquila o corpo e o espírito que deveriam viver simplemente, acordar de manhã, ir para o trabalho, e folgar nos fins de semana, privando com sua família o pão e a oração ao redor de seu santuário doméstico único e caloroso: o lar, os parentes, os amigos, seu bairro, a missa do domingo, a procissão da santa, a páscoa e todas as alegrias legítimas que são reservadas àqueles que trabalham de sol a sol  e não esquecem de cultuar a alma, o mais belo presente que Deus infundiu em sua criação, pois torna o homem herdeiro do céu e de suas  maravilhas empíricas.

>>>> Por isso é inaceitável que seres humanos vivam amontoados nos novos navios negreiros das esquinas paulistanas e não tenham o pão, esperanças de um dia melhorar sua condição social , rir um riso solto, curtir sua existência, mesmo passageira, mas se bem vivida de acordo com os dez mandamentos os farão semelhantes aos anjos e santos bem juntinho do Deus das Luzes.

Helder Tadeu Chaia Alvim

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Cyber tudo... ou nada?

1. E o novo ano raiou, chuvoso, com cara de poucos amigos, e está no quarto dia de sua caminhada sem saber ao certo a que veio. A celeuma está no ar lá na América, tem campanha presidencial e será sem tréguas para a maior economia do planeta, ajuntando a isso O Sopa dividiu as opiniões acenando para uma possível censura de prevenção.

2. O papai noel dividiu os sonhos e o tablet ficou em primeiro lugar aquecendo os lares brasileiros com o iPad 2 da Apple. Ficou para trás o caminhãozinho de madeira, o pião, o soldadinho de chumbo, as bonecas e outros mais que alegravam gerações anteriores à era do sistema operacional mais funcional do mundo: o Android , do Google.

3. Leis sérias e efetivas contra a pirataria na propriedade intectual sou a favor, agora desativar todas as conquistas da era internetiana, seria uma arbitrariedade descomunal, ainda mais partindo da maior e bem estruturada democracia do planeta.

4.O Sopa iria afetar o tráfego mundial de informações veículadas no Facebook, Yahoo, Google, Twitter, entre outros prejudicando uma estrutura de ferramentas que funciona muito bem e traz garantias de acessibilidade a milhôes de internautas e muitas vezes gratuitamente, nunca se comunicou tanto por tão pouco e isso poderá ficar seriamente comprometido se a  lei do congresso americano emplacar.

5. Espero que este impasse seja solucionado em tempo hábil para que não aconteça um blecault geral na internet . Sim nesta era avançada cyber tudo, deve existir um sistema seguro para coibir a pirataria sem desativar avanços que  ilustraram  os sites atuais e altamente definidos. O que Steve Jobs, das nuvens onde se encontra, pensaria disso tudo?

Helder Tadeu Chaia Alvim