segunda-feira, 14 de julho de 2014

foot goal Brazil in natura artis Deutschland Pokal

point goal own goal do estilo selfiático

1. Sniff, sniff, snif, porque choras minha amiga? Aliás quando teus olhos estão marejados de lágrimas fica mais bonita, mais mulher, mais divina, mais tudo. No entanto não te quero ver triste, levanta este astral, caminha e volte a sorrir novamente. Olha para ti, é mais que tudo isso! E tem  207 milhões de filhos que acreditam em ti, és inocente e em tua politica doméstica se tornou vítima  de uma conspiração silenciosa contra tua democracia e nos   dribles, gols e arte em campo perdeste.

2. Não importa que perdeste um torneio, não é ele que faz tua essência, mas teus campos floridos, teu céu azul, tuas matas, florestas, planícies e a exuberância de montanhas e vales, mar e serras,fauna, e flora, recursos minerais, as tuas campinas e cidades, interior e metrópole, e teu povo acolhedor e amante do mundo bom das certezas empíricas.

3. Sei que à tua mesa não exclui ninguém, nativos e estrangeiros são teus iguais filhos, no teu coração de anil cabe o mundo todo e ainda sobra lugar para outros inter planetários, ah ah ah...! O que é uma copa diante de suas possibilidades materiais de solo sustentável, e teus colossos espirituais de alma. 

4. Sei que é importante para ti amada, pois senti que estava em uníssono nesta festa do Foot Goal Fifa World 2014, vi, ora se vi que torceu junto, gritou alto um grito abafado que parecia dizer, desta vez vai e não foi... porque? 

5. Não precisa responder, pois sei que olha intuitiva à sua  volta e mesmo se porventura vencesse este torneio mundial, um mero aparato de grandeza fátua, teu povo estaria sem pão e esperanças. Devolva-lhe primeiro sua dignidade roubada, sua voz e vez, sua auto determinação, seus direitos constitucionais que verá o gigante levantar sobranceiro do âmago de teu seio de abastança geral.


6. Ah! minha doce e preclara anfitriã, já foste vencida e desfigurada, és diva de beleza rara, guarda segredos de arcanos, mas  este  retrato da  world  competition  não  fora senão  um

realce triste  que estava carente de quase tudo e desnuda fizeste um esforço de sorrir, abrir os braços e acolher seus algozes das chuteiras premiadas, tu sabias de antemão que  era um jogo, um mero jogo  e coisas mais prementes estariam a  espera de resoluções empíricas.

7. Não precisa falar nada, entendo tua inquietação, tua efervescência nas redes sociais a espera do grande recomeço do bem comum  maior inerente aos seus 207 milhões de filhos...


8. Tática, organização, deliberação, visão coletiva, raça e denodo escaparam de tua outrora seleção de tradição futebolística acostumada a ganhar. Tu bem sabes que os tempos mudaram numa evolução simétrica e a hegemonia dos lances de classe estão se distanciando de seus craques.


9. E se não houver mudanças radicais sabes que estará a perigar o próximo torneio de eliminação... Mas primeiro ciente estás que é mister arrumar a cabeça do seu país, imprimir nele novos rumos de ética, generosidade e cidadania, e fazer cumprir as leis constitucionais de tua querida republica federativa de 27 estados. A Alemanha reunificada mostrou-se capaz da reconstrução e tornou-se vitoriosa.


10. Tu não quer ver triunfar a glória vã, a gente fotoshopeada, muito menos quer ver os 'vendilhões dos templos modernos' à frente da condução de teus destinos pátrios. Tu bem sabes  quem   correr atrás de veleidades é mesmo que tentar laçar o vento. Impossível!



11. E numa confidencia muda teu grito parece estar  encontrando eco favorável em corações ainda tenros conforme constatamos em junho de 2013 nas ruas soberanas de teu preclaro brazil brazileiro e agora amplificados por ocasião da World Cup 2014. 

* E nas arenas brasileiras venceu a melhor, a bem mais preparada e coletiva das seleções: a simpática, humilde e clarividente Alemanha!  Em sua rápida passagem em território brasileiro ela se mostrou solidária com nossos irmãos índios de Cabrália e doou 10.000,00 euros àquela comunidade Pataxó , e os homenageou com a taça no meio do estádio Maracanã  em sua dança ancestral! Que estilo diferente de nossos jogadores  da mídia selfiática...
                                 > foot goal Brazil >  in natura artis > Deuschland pokal

12. Quanto a ti, não conta para ninguém, mesmo não vencendo a justa final nas arenas amarelinhas, conquistaste uma plêiade estrangeira de admiradores de tua brasilidade inata e hospitaleira. Obrigado! To escore a goal! Meu ponto de vista humilde é que tua vocação irá atravessar esta era nióbica quântica e aportar na era Pater mais cedo do que imaginas, mais tarde do que pensas.


13. Ao olhar o Brasil brasileiro e essa multidão de visitantes nos enche de esperança quanto ao futuro desta amada nação que se tornou ao longo das gerações mãe extremosa, qualitativa e quantitativamente seja aos receber imigrantes, seja ao formar o caráter de todos na diversidade sem olvidar a  unidade do pensamento nacional.


14. E se contasse com políticos de verdade hoje estaria de igual para igual com qualquer outra nação equivalente. Mas, sobressaltada e feliz ergue os braços e em determinado momento enxerga claramente que não está sozinha, pois a World Cup Fifa 2014 em seu território sediada veio, privou com ela  momentos de pura emoção, provando ser possível a paz e passível de convivência  harmônica universal.


15. E a jovem Dama de azul mostrou-se hospitaleira, agradável, e esparziu seu calor original, e lado a lado com o Cristo Redentor  recepcionou a todos de braços abertos e recebeu deles no final da comemoração um abraço apertado de despedida: 'thank you Brazil'.



Helder Tadeu Chaia Alvim

quinta-feira, 10 de julho de 2014

reversão de expectativa...

reversão da expectativa

1. De mestre a aprendiz, de professor a aluno, de gigante a pequeno foi a voz geral. O esquema tático da seleção amarelinha não funcionou acompanhado de conceitos ultrapassados, de uma auto estima baixa, de uma defesa falha, de um meio de campo inexistente, de um ataque não presente que desembocaram em  um vexame geral culminando com a goleada sofrida de 7 X 1.

2. O marketing multi nível fez o Brasil sonhar alto, mas este sonho nunca corresponderia à sua realidade, desaprendemos a jogar, a dar dribles, a mostrar um futebol arte no sangue. A fama, o dinheiro subiu a cabeça de muitos atletas, o esporte tonal tornou-se uma espécie de industria da venda dos novos escravos gregos a preço de ouro.

3. Desaprendemos tantas coisas em outras esferas da sociedade, ou melhor minha geração não soube passar à juventude aquele frescor, aquela atitude cívica, moral e ética  que daria continuidade. Aprendemos a ganhar sempre no futebol, levar todas e hoje a decepção veio a nossa porta e vimos que não somos nada. 

4. A premiada Alemanha está no páreo, ela chegou de mansinho, fora dos holofotes, foi mesmo uma sacada e tanto, instalou-se tranquilamente em Cabrália na Bahia. Interagiu com seus moradores, aprendeu, ensinou, sentiu, vibrou, se misturou com nossa brasilidade,saboreou nossa culinária,dançou ao ritmo de nossa musica, admirou nossas reservas de bio diversidades  e em gestos simples acariciou nosso povo, foi acariciada e está merecendo um troféu atrás do outro e se consagrará no mundial com classe, dribles e determinação.

5. Melhor aparelhada tanto física quanto psicológica a Alemanha está mostrando a que veio e vai tascar esta, apesar da Argentina mostrar uma disposição invejável, garra, sincronia e oléss. Caberá à seleção de Luis Felipe Scolari a honrosa quarta posição, a meu ver não merecida pois não apresentou um futebol a altura de sua tradição, sua arte em campo transformou-se em equívocos, choradeiras que comprometeram sua evolução esperada rumo ao Hexa.

6. Hoje, a nação acordou de coração triste e chateada e se perguntou, foi um pesadelo? - Me belisca gente sensata para eu acordar. Ao cair na real de repente sentiu que a World Cup para ela se equiparou à sua situação política, e chorou!

7. A pátria hospitaleira por excelência se esforçou para oferecer aos visitantes uma acolhida calorosa e alegre, e conseguiu mesmo. Agora muito lhe falta para a sua verdadeira brasilidade surgir dentro e fora dos campos.

8. Um contraste fabuloso  aflora naturalmente  aos olhos de algum observador contumaz, um pais continente, de reservas fabulosas, de povo lhano, de coração aberto, só que mal administrado, refém de minorias radicais, que tentam esvaziar o regime da democracia, que negam aos seus cidadãos seus direitos fundamentais, que poderia ser uma potência do bem comum e no presente momento se arrasta ébrio de consumo.

9. No entanto, passada a copa vamos ver a evolução da CBF, a valorização de nosso futebol de várzea, novos mecanismos de preparação, novos rumos no esporte nacional, mudanças políticas para beneficiar de fato e de direito 207 milhões de brasileiros.

10. Não tem como separar futebol da política bem como da vida cotidiana dos brasileiros, está no sangue a torcida, a emoção e a vibração, tudo junto, tudo misturado nesta miscigenação continental  de cores, sons, gostos e sabores. Somos assim e assim seremos e falta pouco para sermos um povo da auto determinação e cônscios de nossos deveres cívicos e morais.

11. Certos que vamos acordar deste pesadelo, curar as feridas  e ver surgir uma manhã diferente e alvissareira e quem passar por aqui dirá: verdadeiramente este é um povo feliz em suas profícuas ações empíricas.

12. Não se avexem não minha irmã e meu irmão, vamos reverter o quadro negativo e positivar uma política séria nas próximas eleições, deixar a urna soberana calar a voz insinuante do pessimismo, cultuar a brasilidade que demos mostra recente e fazer um recomeço e tanto.

13. Temos uma constituição, temos juristas, um povo bom  e justo,
temos um país iluminado pelo cruzeiro do sul. Ah! o Hexa virá em outro momento, quando a preparação, o esforço, a politica, a religião coroarem o merecimento. 

14. Aliás não teria graça nenhuma neste estado de 'faz de conta' viesse uma vitória, pois estaria na proporção contrária ao nosso destino futuro de nação livre, soberana, fraternal e plugada na grande solidariedade universal.

15. Virá sim quando todos em um efetivamente refletirem  o bem estar, a justiça social, a bondade e a concórdia para a par com a fé em Deus, o desempenho sério e a equanimidade construir um outro Brasil sem peias, composições, sem vexames. Vê lá hein!

Helder Tadeu Chaia Alvim   

segunda-feira, 7 de julho de 2014

universal solidarity em face ao nocaute de uma estrela do futebol arte...

university solidarity em face ao nocaute de uma estrela do futebol arte...

1. Um assunto puxa o outro, e não tem como não falar da tão badalada Word Fifa Cup 2014, sediada no Brazil, e sobre ela não entendo tantas coisas. Não sei porque se construiu estádios bilionários enquanto nos falta educação, saúde, transporte, segurança, pão e esperanças na mesa de mais de 207 milhões de brasileiros?

2. Não entendo porque o marketing elaborado gasta uma fortuna neste esporte enquanto lá no Paquistão o salário dos operários nas fabricas do esporte auferem salários ínfimos >  a Nike que o diga!) <?  Não entendo porque o técnico Felipe Scolari não poupou o Neymar Jr. quando o Brasil vencia  de 2 X 0 contra a seleção da Colômbia?

3. Não entendo porque com os recursos da alta definição tecnológica os árbitros estão deixando a desejar neste mundial?  Entendo a força e a garra dos pequenos dando um olé nos donos do futebol! Entendo a euforia, a emoção de cada torcedor das 22 seleções em campo!  Entendo porque a seleção Alemanha gosta de ter a bola no pé e decidir  coletivamente as partidas...

4. Não entendendo tantas coisas... e de repente o craque Neymar estava no chão nocauteado na 3ª vértebra, absurdamente por Zúniga. Está sendo muito triste tudo isso: lances e mais lances duros de atletas escolhidos,  que perdem o equilíbrio tonal e partem para cima do 'adversário'. Virou tourada ou UFC? E para lembrar que Zúniga já havia solado o joelho de Hulk, e o juiz em uma arbitragem omissa deixou passar sem uma advertência séria!

5. Deu o que deu, perdemos nossa estrela e um sentimento universal de solidariedade rapidamente tomou conta de nossos corações verde amarelo e percorreu o mundo, as expressivas redes sociais notificaram a fatalidade. Resta saber se a seleção em meio a este revés vai se recompor e coletivamente celebrar a final no Maracanã.

6. Surpresas desta copa não faltam. A Costa Rica decidiu com a forte Holanda nos pênaltis, quem diria, se não fora a substituição de seu goleiro nos instantes finais da prorrogação, não sei não? A perfomance continuada da Alemanha intuitiva garantiu sua melhor forma compacta, Aliás ela gosta da bola no pé, tem preparo físico, e uma plêiade de jogadores homogêneos buscando o gol com classe e disposição.

7. Às vésperas da decisão no Mineirão, um sentimento uníssono mantém a seleção e os brasileiros unidos pela recuperação do jovem atleta  Neymar Jr, e auguram-lhe pleno restabelecimento e muitas outras copas em sua carreira de brilho e luz incontestes.


8. Quem sabe vai aflorar o futebol nos pés da moçada do Felipão, e tornar-se a final da tradição do futebol brasileiro à moda de Mané Garrincha, Pelé, Amarildo, Tostão, Revelino, Romario, Ronaldo e Tafarel entre tantos outros.

9. A Alemanha de Muller está leve e solta, o Brasil de Neymar da arte e talento  está convicto de sua missão, ao professor  Felipe a árdua tarefa de juntar as peças, trabalhar o coletivo, proteger o nosso meio de campo com um losango, e incutir nos seus jovens comandados aquela dose perfeita de equilíbrio tonal totus in totem.

10. Um motivo forte já o tem no coração de seus 207 milhões de coadjuvantes, a presença espiritual  do camisa 10, um sinal de que poderá se consagrar no Hexa, por que não! Sim porque sim! Será mais forte! O Brasil hospitaleiro já venceu fora dos gramados em sua receptividade calorosa aos seus visitantes advindos de todas as partes do globo.

11. Se vencer dentro dele será um detalhe precioso de sua evolução simétrica, pois terminado o instante da Word Fifa Cup 2014, lhe restará uma outra missão, importante, primordial, essencial: reconstruir um país realmente bom, justo e equânime. A luz de uma estrela apagou-se momentaneamente nos joelhos taurinos  de um tal Zúniga, mas acendeu a solidarity universal no coração do mundo bom das certezas empíricas.

Helder Tadeu Chaia Alvim

quinta-feira, 3 de julho de 2014

football reality in natura artis

football reality in natura artis.

1. Ao observador comum tão afeito ao esporte salta aos olhos que algo de novo desponta neste universo 'empyre' das tonalidades em campo patrocinada pela engenhosa Fifa Word Cup vai duelar up. Assistimos seleções premiadas como que nocauteadas nos gramados da federação de doze imponentes estádios. Quer sejam no tempo regulamentar, nos acréscimos ou pênaltis.

2. Que fenômeno será este? Sem dúvida o mapa agregado das disputas está sendo redesenhado de uma forma surpreendente pelos ditos pequenos do futebol mundial. Os donos da grama estão suando as camisas e apertando suas chuteiras pois arriscam que a hegemonia ambiciosa da bola poderá passar para outras mãos não holofotizadas no prazo de quatro anos.

3. É cedo para dar palpite ou postar de técnico, pois se eles mesmos quedam estupefatos e interrogativos do porque de tamanha ousadia à moda de La Fontaine quando a  raposa que rouba o fromage do corvo, ah ah ah! A  Nigéria e Argélia jogaram um bolão e deram trabalho...

4. Hoje quinta feira dia três de julho de dois mil e quatorze, véspera de mais definições no hemisfério sul, pois amanhã o Brasil de Neymar e companheiros capitaneados pelo genial Felipe Scolari, vai encarar a expedita Colômbia de James Rodriguez,  a favorita Alemanha de Muller irá duelar com a França experiente de Benzemar, a  Argentina do insuperável Lionel Messi está como sempre  aguerrida no páreo.

5. As velocidades estão sendo mapeadas quando o jogador consegue a marca inaudita de 30 km por em 20 metros, ufa! Uma técnica essencial para o controle da bola, esforço sobre humano dos atletas vigiada pela tecnologia, juízes e torcedores, tudo em tempo quase 3D.

6. A meu ver é  hora mais do que primordial para que a dona Fifa plenipotenciária reveja  seus conceitos, coadjuve mais  seus árbitros, preserve  a saúde dos jogadores e arranje  um dispositivo melhor do que estas exaustivas prorrogações! Pois volto a frisar o público brasileiro e global está fazendo sua parte e locupletando os estádios om uma satisfação acima, bem acima das copas anteriores.

7. Afinal é um evento  mundial do esporte não uma luta UFC ou cousa que valha, uma motivação internacional onde por exemplo os alemães vibram com os 2.560 passes de seus atletas, os colombianos com  um dos  gols de James em sua simetria perfeita, os protagonistas  Neymar e Messi, melhores em campo.

8. Tem-se um portento de habilidade com Muller duelando, Benzemar assuntando o gol adversário, a Holanda de Vampeste e Sneider detendo o melhor ataque, a Costa Rica surpreendente, a Belgica clarividente e os EUA com um futebol de avanços memoráveis. E os goleiros do México Guilhermo Ochoa e dos  EUA, Tim Howard, heróis de defesas espetaculares que vão entrar para a galeria das copas dos quadriênios colossais. E o nosso imperador  o querido Julio Cézar defendendo pênaltis contra o valoroso hermano Chileno, façanha esta que classificou a seleção verde e amarela para as quartas de final. Ave César!!!

9. Sem tirar o mérito de outras seleções, vemos que o esforço de conjunto de seus jogadores em campo ultrapassou os limites do conhecido, esbarrou em dramaticidade e houve uma espécie de reinvenção do football e muitas das chamadas donas da copa voltaram para casa.

10. Foi ou não foi  e está sendo,  irmã e irmão que prezo, uma festa daquelas e evidentemente daqui para frente o que importa é a bola no  pé e vai vencer o melhor? 

11. Aquela seleção que tiver controle emocional, marcar o adversário, dificultar sua evolução, máxime no meio do campo,  rumo ao gol, tiver intuição suficiente de atacar e defender sem perder o equilíbrio tonal, tão necessário nestes embates finais. Hoje a nossa seleção está concentrada e nóis aqui sofrendo e rezando pelo Hexa, o que seria uma alegria intensa para mais de 207 milhões de anfitriões brasileiros.

>>> Mas existe do outro lado 22 com sua técnica esforço e valor. Acho que daqui para frente irá vencer principalmente aquela seleção que :::: blindar seu meio de campo com uma espécie de triangulo de quatro pontas ou barreira invisível presente nos noventa minutos do tempo regulamentar.>>>>>>

12. Acredito que a moçada alegre do Felipão vai encontrar no seu football reality in natura artis um meio de driblar os oponentes em campo e no final vibrar com esta brasilidade de primeira expressada na Fifa Word Cup do ano de dois mil e quatorze. 

13. Santo Agostinho, gênio de Hipona e Cartago, santo de África bendita vendo certa vez o esforço dos santos em adquirir a ascética perfeita exclamou ' Si istis et istas...se estes e estas conseguiram, porque não eu?' Que venha o Hexa se houver merecimento, esforço e garra, e haverão de ter sim, seria um prenuncio do mundo bom das certezas empiricas! 

14. Mas que não esqueçamos que esta é uma copa sui generis, a vez dos pequenos desbancando os grandes do futebol. Porque será? Talvez porque sem estrelas eles brilham homogeneamente e procuram o bem comum em campo, uma espécie de conceito universal empírico sendo bom para hum deve ser igualmente bom para 22. Estão provando que sim!

15. Um caloroso salve as todas as seleções e suas delegações bem como a seus torcedores que vieram pressurosos para esta Cup Wor Fifa 2014. Todas e cada uma em particular tiveram seu valor e ofereceram o melhor de si para seu país, merecem o respeito de 207 milhões de brasileiros e desde já agradecemos a visita ao nosso Brasil e fica o convite de que voltem mais vezes e se sintam em casa.


Abraços de união!

Helder Tadeu Chaia Alvim




indexação do mundo empírico

indexação do mundo bom...

1. O Marketing multi nível, a pressa desvairada das megalópoles pós  modernas, mesmo o App Slingshot, as redes sociais do fotoshpp, a informação em tempo real,  todos eles e elas vão passar, atrás, bem atrás do vento varredor da superficialidade que já se avizinha deste panorama tenebroso das velocidades mapeadas.

2. Meu irmão, minha irmã, uma outra realidade em espírito e verdade' vai surgir assim como o trovão é precedido do raio e a manhã é saudada pela aurora. Certa estava a Samaritana  ao vislumbrar ' águas de vida eterna...' O  Caminho, Verdade e Vida cruzou seu caminho e mudou sua história e de seus chegados  de Siloé.

3. Estas rimas mínimas ou 365 dias de poemas empíricos estão fazendo a sua parte proposta no índex de sua edição primeira a pouco mais de oito anos, e ainda hoje, graças a Deus uno e trino, procuram incessantemente buscar a interação sincera, o bem estar da sociedade, o bem comum, a compreensão, a paz e harmonia, em última análise a felicidade de situação da raça humana.

4. A era digital e  os limites da privacidade se enfrentam, se amam, se odeiam a cada segundo esvaziando do ser humano o sentido de sua existência e transformando o 'homo sapiens' em robô. Se faz necessário neste emaranhado de cabos cinéticos um esforço anímico para cultivar a semente do mundo bom e não deixar-se enlear pelo veneno da descontinuação.

5. O que importa mesmo e não perder pé nesta onda evasiva da alma humana, pois tudo passa, e o que ainda pode salvar a humanidade e seu planeta está bem acima, o auxilio está no 'nome do Senhor que fez o céu e a terra e deu condições de inteligência, vontade, sensibilidade às criaturas para 'crescerem e se multiplicarem'e escreverem sua história nesta curta passagem por este lugar de prova, conquista e mérito chamado Terra.

Helder Tadeu Chaia Alvim

quarta-feira, 2 de julho de 2014

colisão tecnical

colisão tecnical

1. Poemas empíricos, o porque desta concatenação? - Consoante com esta ideia ouso dizer que a definição que se apropria mais aos versos ora em pauta neste Blogger do Google remonta ao ano de 2008, um início suave e prazeroso que foi se estendendo dia a dia, semana a semana, mês a mês, entrando e saindo ano com objetivos claros e relevantes na consecução do mundo bom.

2. É tivemos a leitura do concreto e o abstrato sob o signo da poesia, e mais recentemente o manifesto augusta, ambos trazem as vibrações, os sentimentos das certezas que pairam sob a tez do mundo contemporâneo e que vão consolidar a grande era da paz, do amor, e das realizações, passando pelas experiencias empíricas.

3. Poderá soar estranho aos ouvidos de muitos estas afirmações, mas em meio ao lusco fusco tecnológico, se alguém há duas décadas atrás aventasse hipóteses neutrinas seria taxado de invencionista de primeira. Hoje na velocidade dos bytes as situações mudam constantemente de lugar.

6. Assim quando soar a hora arcana, também se dará início a era do Bem Comum Maior, e os povos caminharão sob a influência benéfica do Sol de Justiça, e esta era atual parecerá acanhada diante da magnitude espiritual e material destoutra que se encontra em rota avançada de colisão tecnical com o planeta terra.

7. De um assunto a gente pula para o outro sem deixar de fazer um elo animico, sem o qual não se entenderia o universo da alma, e do que é capaz de fazer ou para o bem, ou para o mal. As revoluções, as guerras, as convulsões sociais tiveram a locomotiva no principio do anjo decaído, e as conquistas, virtudes e heroísmos, procederam sempre da cruz redentora de Cristo. 

8. Quando se ama de verdade o semelhante a ponto de subir um calvário, carregar uma cruz e se oferecer em seu lugar por expiação, aí sim estamos diante de uma realidade empírica de primeira, e a medida que em particular e coletivamente nos aproximamos deste ideal tudo muda ao redor e na totalidade do mundo tudo caminha bem.

9. E nesta sinopse gradual vamos ficando por aqui não sem antes dizer que creio que este tempo será do Espírito Santo, e vai  realçar de uma forma especial  as potências de um progresso sustentável e altamente tonal, onde a alma em sua transcendência intrínseca levará o corpo a viver em comunhão extrínseca com o Criador.

10. Será a tradução mais perfeita da oração do Padre Nosso e surgirá sim este tempo na curva desta história mal contada de hoje e à partir desta colisão tecnical nascerá uma nova terra que sustentará sua palavra dada ao Criador dando início a uma era mistica de paz, concórdia e bem estar social de um feitio nunca antes sentido.

11. Diríamos, um modus operandi diferente, em sua verticalidade e horizontalidade total, o fiat propulsor do espírito renovará rins e corações. E os povos e nações que tiverem seus nomes inscritos favoravelmente terão a dita de vivenciar este tempo e caminharão sob o influxo salutar da luz diáfana de Madiã e Epha.

               ><  Calma, vamos deixar acontecer a seu modo, lugar e tempo... ><

Helder Tadeu Chaia Alvim