sexta-feira, 15 de junho de 2018

Fabulas estranhas _ parte I

Fábulas estranhas _ parte I

1.  E os coleiros fêmeas não chocaram mais, fora um desastre e tanto... e eles e elas passaram a nascer de chocadeiras, editados sem número de série, quase impossível de distinguir suas origens, e a legitimidade de suas ações, inliás se tornaram duvidosas ao extremo, e deixaram um rastro, após décadas, de uma despropositada ausência de senso critico, nula de fala direta, e carente ao extremo do extremo do bem comum maior, inerente às suas altas funções  de condutores dos destinos pátrios.

2.  Deixaram de refletir a vontade soberana do povo, que se viu literalmente ao léu sem chapéu, e na luta labuta seu ideal de autodeterminação se tornou fugidio, e o brilho incomum de seus olhos se ofuscou quase que completamente, o que não fora bom!

3.  E as filhas e filhos naturais do chão domestico, e foram que foram, e vieram que vieram tangendo o tempo, perscrutando o horizonte e nenhum sinal aparente do mundo bom que sonharam para si e sua numerosa prole apareceu em seu horizonte, outrora cor de anil, e agora púmbleo a mais não poder...

4. Dado o fenômeno humano causador da desflorestação as legitimas sporophilas caerulencens migraram para as áreas urbanas a procura de pequenas sementes para seu sustento... mas ainda resta uma fimbria de esperança, pois os manacás continuam a florescer nas serras e os vaga lumes solidários também permanecem firmes sinalizando a travessia segura para Crisálida dos Pirineus, oh Deus!

5. Há quem que "seu conhecimento  vai até onde sua ignorância alcança'...

6. Ah! esperançosos ainda aguardam uma revoada arcana que renovará tudo e todos para o bem do povo e a felicidade de um novo tempo, pois o presente parece que não valeu muito a pena, ieh!

Chaia Alvim Helder

terça-feira, 12 de junho de 2018

" e navegaram para Chipre...'

' e navegaram para Chipre...'

1. Numa tarde de outono estival o grumete gritou: - ' vamos atracar  e o capitão romano tangeu forte sua espada curta no elmo e berrou: legionários preparar... assim mais uma centúria estaria desembarcando em breve em Pafos naquele ano de 47. Seria tudo igual senão fosse observado que 3 personagens sérios e de rostos alegres estavam  na comitiva.


2. Seus nomes familiares a nós, naquela época  percorreriam o anonimato senão fora sua alta missão de fé e arrojo. Então estavam ali na ilha de Chipre Barnabé, Saulo e Marcos. Barnabé era natural do lugar e  iria guiá-los na visita apostólica, ele fora o primeiro a ser mencionado no livro do novo testamento. 

3. Seu nome era José, de pais judeus helênicos se convertera ao evangelho de Cristo, e seu entusiasmo transparecia em seu rosto iluminado de bondade e consolação, daí seu novo nome a que fazia jus ao seu carácter de retidão e paixão incondicional pelo Nazareno.


4. Ele ainda estava absorto na máxima do Crucificado: ' vai meu filho, vende tudo o que tem, dá aos pobres, e vem e  segue me.' Ele estava seguindo o Mestre há exatos 13 anos, ele estava lá no Pentecostes, e inflamado do Espirito renovador trouxe para si a árdua missão de levar a boa nova para seu âmbito regional, e acompanhado de Paulo e Marcos , seu primo, seguiriam em frente.

5. Chipre ( Kypros em grego) a ilha do cobre  situada no mar Egeu ao sul da Turquia, no caminho da Síria e do Líbano, ocupava uma posição estratégica a leste do mar mediterrâneo, ambicionada que fora por Fenícios, Gregos, Assirios, Persas e Egípcios, e agora sob o comando das sandálias romanas, a primeira que fora devastada pela ambição do lucro. Estima-se que 250 mil toneladas do minério nobre fora extraída das suas montanhas pelo império dos Cesares, e para alimentar os fornos as florestas de ciprestes foram quase que completamente devastadas...

6. Enfim, outros eram os pensamentos do apostolo Barnabé, outras eram as suas preocupações que transcendiam sua Ilha e focavam no incomensurável ideal de levar o evangelho a todas as gentes. Ele acreditara na conversão de Saulo e preparara anteriormente seu caminho de luz na Igreja nascente. Ambos foram colegas de classe na famosa escola de Gamaliel, e o destino os ligara novamente para empreender grandes feitos em um mundo que estava desmoronando, em um mundo que estava prestes a se abrir para o  alvorecer da grande paz de espirito advinda do Cordeiro imolado na cruz.

7. Ele possuía um espirito arrebatador, nomeado o filho da consolação, não descansaria até percorrer a Asia Menor, Panfília, Pisídia, Licaônia, Jerusalém, e por fim toda a Salamina, até receber lá a palma do martírio no ano de 61 da era cristã.

8. Contam os hagiógrafos que na cidade de Listra ele e Marcos, seu primo foram tomados como os deuses Mercúrio e Júpiter e queriam sacrificar um touro em sua homenagem, o que o santo declinou obviamente. 

9. E na estadia na Ilha de Chipre os três amigos tiveram um feito inédito de converter o Procônsul romano de nome: Lúcio Sergio Paulo, após o que viajaram para Jerusalém para participar do 1º Concilio da Igreja, e mais uma vez o espirito conciliador e tolerante de Barnabé veio a tona e foi acolhida sua inspiração de agregar doravante os gentios no seio da instituição nascente. 

10. E hoje transcorridos os séculos, dinastias sepultadas, impérios em cinzas frias, algo de leve e perene ainda paira no ar a sinalizar a verdadeira saída para nossa tumultuada era pós moderna: ' os mansos possuirão a terra." E Barnabé sabia o bem e sentia que o coração ainda iria guiar a terra dos homens para o reino do outro mundo, um mundo de consolação e paz em Deus. E ele ao se afastar de sua encantadora ilha natal em companhia de seus amigos de jornada e cruz sabia que céus e terra passariam um dia, mas as palavras do Evangelho estariam  para sempre a disposição do novo mundo bom das certas certezas empiricas que iria de vir. Amém!

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Brasil refém do combustível fóssil, será?

Brasil refém do combustível fóssil, será?


1. Um soberano e altivo país, terra das oportunidades de muita gente advinda do exterior, dos aqui nascidos em solo pátrio, de extensão continental, uau! Mas, o que aconteceu com ele, de repente parou nas rodas do asfalto, pois a classe dos caminhoneiros estava realmente apertada financeiramente,e de há muito esgotara suas reservas de paciência, e não deu mais para aguentar, é fato! 

2. ' Vai-te para quem te comeu as leiras..." e sabemos quem foi, esta politica malfadada que não enxerga nada, e legisla em causa própria. E a voz das rodas paradas estremeceu o país, pois segundo os analistas 75% da produção escoa pelas rodovias, 9,2% dependem do transporte marítimo,, 5,8 % do aéreo, 5,4 % fica a cargo do ferroviário.

3. A par disso o governo não oferece infraestrutura, as estradas, a maioria delas estão em petição de miséria. Fretes baratos, combustível caro, impostos incidentes deflagram esta greve sem precedentes e estamos aí sem beira e nem eira. 

4. E a politica herdeira egocêntrica de décadas descambou na paralisação dos caminhoneiros. Uma greve justa e necessária pois a não ser assim iriam ser nocauteados pela carga tributária gigante praticada contra + de 207 milhões de brasileiros, e no seu confortável gabinete no planalto central, refrigerados por salários e mordomias esqueceram o fator primordial: a locomotiva iria parar!

5. A arte necessária do fazer político não auscultou os anseios dos guerreiros do asfalto, e deu no que deu! Mas se puxarmos o fio condutor deste impasse, o novelo não vai parar, se não juntarem os cacos esparsos da brasilidade e  no consenso do povo soberano, restaurar a verdadeira democracia, o senso critico e o bem comum, uma espantosa comoção social nos espreita a todos, esta foi uma pequena mostra que a politica não e dona exclusiva do mando mas deve ser compartilhada dia a dia honestamente com o verdadeiro detentor do voto soberano: o povo.

6. O Brasil encontra-se refém do combustível fóssil? Acho que não! está refém da classe política, com a sua não representatividade, falta de visão de conjunto, e herdeira incontestável de malogrados governos populistas.

7. E hora gente sensata de refletir e nos posicionarmos em prol de um Brasil de fala direta, andar despreocupado, timbre sincero e olhar de anjo arcano! Pois quanto mais forte o cheiro da florada maior é o pegamento!
Que Deus nos proteja a todos!!!

Chaia Alvim Helder




terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

a grande panela de sopa de algodão na politica brasilieira

a grande panela de algodão na politica brasileira

1. Meu povo querido, vamos pensar um pouco, esfriar a cuca, pois as redes sociais se parecem mais com a pós moderna Canudos sitiada, brasileiro x brasileiro, enquanto a classe política  começa acordar suas alianças para o próximo pleito, é mole marreco,! O mundo da política é um universo a parte,não percebem que nem estão aí para você e seus conceitos de brasilidade? Esses e essas, salvo é claro honrosas exceções vão continuar vendendo o templo sagrado da República Federativa, tirando direitos, impondo mas impostos, etc. É o jogo do poder pelo poder! Não estão nem aí para o Bem Comum, o Senso crítico, se estiver errado pode me corrigir que retrato está fala !!! Ok 

2, Já tenho meu candidato # 000, esse é bom!  Cansei de tanta mentira e lorota, a politica neste formato quebrou na emenda, e a preocupação maior parece QUERER safar-se do inexorável MP. Não sei onde encontram tanto dinheiro para pagar os advogados? Alguém sabe me dizer? 


3. A politica só vai dar resultados perenes quando parar de legislar em causa própria e começar a olhar de fato para o verdadeiro detentor da Nação: o povo. Se não não é na sua essência pura a Democracia. Aliás na America ( USA) o governo só precisa de 5.000 funcionários diretos para gerir SEUS DESTINOS, E AQUI NO BRAZIL A GENTE PERDE A CONTA DE TANTOS CARGOS E PRIVILÉGIOS!!!


4. E ainda vem com uma conversa de reformar a Previdência, o bom exemplo começa de casa, que tal em Brasilia haver mais desapegos de salários? O Povo não aguenta mais tamanha desfaçatez! Moleza e tomar sopa de algodão!!!!!



Chaia Alvim Helder 

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Brasil, misto de fabulas e realidade sob o signo do Cruzeiro do Sul

fábulas, realidades e o bem querer sob o signo do cruzeiro do sul

1. Incongruências na Res Pública Bar Zileira, e a fábula parte semi final continua, mais absurda ainda! O Brasil da política ( um universo a parte) não tem nem direita, nem esquerda, nem centro, opinião mínima minha, e posso me expressar eh eh eh! Esses é essas que se aventuraram nela, com honrosas exceções continuo achando que não se dariam bem na iniciativa privada, e que aqui precisa se  trabalhar sério, não tem enrolação, e o ego centrismo não tem vez! 

2.E a arte equivocada do poder conseguiu um feito absurdo que foi afastar de suas fileiras gente capaz e comprometida deveras com o Bem Comum Maior, patrimônio constitucional de qualquer país que se preze! Deu no que deu! Sôfregos de poder,  foram com muita sede no pote do erário público e ele quebrou. Restou ao povo recolher os cacos para tentar restaurar a nação inteira! Só não está pior a situação porque a característica principal do Brasil e saber diluir sua crise doméstica fiscal em seu território, aí o baque torna se menor! Estamos todos então dançando uma dança de salão, valsa em ritmo de baião. será o último baile da República?

3. A gente anda por aí, viaja um pouco por esta imensidão continental, conversa com o povo na rua, bares, esquinas, escolas. repartições, enfim por toda a parte gente sensata, conversa amena ( um tanto alterada pelas redes sociais) e você encontra o perfil lhano, hospitaleiro, inteligente o mesmo sentir da brasilidade pulsa em todos os corações.

4. E aprende nesta imensa escola viva que todos tem em comum o amor incondicional pela pátria amada, e a aversão sistemática e consciente contra justamente quem deveria ser merecedora do respeito e elogios: a classe politica, guindada ao poder justamente pelo voto soberano.

5. Vemos um povo pacato e intuitivo, criativo e que traz o bom humor na flor da pele ( hoje com viés de contestação). Quem sabe no próximo pleito que se avizinha finalmente ele, o legitimo detentor do sentir cívico, verá parlamentares que se tornem o espelho de seus anseios pátrio.

6. E vamos que vamos # partiu Brasil a fora, com um olho na politica e seu desenrolar investigativo e outro nas ruas, vielas, cidades e campo deste grande pais de contrastes de arrepiar, mas também de possibilidades = sustentáveis arrebatadoras num futuro próximo.Dependerá unica e exclusivamente da vontade do eleitor (a) que somados atingem a cifra fabulosa de + de 140 milhões de votos unidos pelo bem querer do Brasil.

7. E a constelação Cruzeiro do Sul continua lá, brilhando e brilhando, olhando de soslaio o movimento do povo brasileiro, destrinchando as artimanhas de uma politica que potencialmente teria tudo para ser de inteira sintonia com as leis constitucionais, que pugnasse pelo bem comum, que tivesse em sua fala um timbre sincero, no seu andar a despreocupação exata da consciência tranquila, e na sua pele um senso critico criativo e propulsor da democracia.

8. Acho que ela almeja um outro cenário mais otimista e sustentável, mais progresso, mais saúde, segurança e educação ou seja uma ordenação perfeita entre povo e poder. Pois destas decisões enumeradas acima depende o futuro de nossos filhos e filhas, netos e netas. O que é bom para hum deverá ser igualmente bom para todos, cada um com seu talento e esforço, resguardando possibilidades iguais sempre.



Chaia Alvim Helder

domingo, 11 de fevereiro de 2018

A SÍNDROME DO MANDO X O SENSO CRIATIVO

a  síndrome do mando x o senso criativo

A política eterna herdeira da ambição não cria jeito mesmo, amplia o jogo do poder, negocia sua consciência, acomoda suas preferências ao bel prazer das circunstâncias, abre e fecha intenções a mais variadas e impossíveis, se preciso for pactua com forças estranhas ao Bem Comum do povo! Foi assim na antiguidade clássica, na era moderna e está sendo agora na pós! E no emaranhado aparentemente caótico desses dias tristes, ela sabe muito bem onde quer chegar! Trata se dá síndrome do mando! Vale lembrar a máxima perene: " todo homem quer ser rei, todo rei quer ser deus, só Deus quis ser homem! " O jeito é esfriar a cabeça, e na calma e gosto pensado deixar o senso crítico aflorar a sua mente minha irmã e meu irmão, A sorte nossa que eles passam como passaram e passarão os ventos de lá pras bandas do meu sertão iluminado! E chegará o tempo em que teremos mais abastanca da verdadeira e cristalina em solo, ar e mar da pátria amada sempre!!!



1; A arte de fazer politica é muito antiga, perde se na noite dos tempos, e seus vicios e virtudes perduram até hoje, em linha geral e a mesmo coisa  a busca incessante do poder pelo poder, muitas das vezes poe meios nada convencionais,, E até hoje o planeta terra se ressente dela, de suas maquinações e empáfia, marcada por guerras, intrigas e paz costuradas por um preço muito alto: a anulação da auto determinação dos povos.

2. Houveram gestos nobres, iniciativas pioneiras, acertos monumentais também, e a politica é necessária para a reta ordenação e condução de qualquer estado que se preze. Haja vista o Rei Salomão e seus códices de justiça e equilibrio até hoje admirado pelos estudiosos no assunto.

3. Mas, a corrupção do que deveria ser o otimo descambou no decorrer das eras historicas para o pessimo.. e ao ver a situação da republica federativa do Brasil a gente tem a impressão que uma enorme cama de pregos foi tecida e o bem estar do brasileiro tornou um pesadelo quase sem fim... o que renderia neste blogger capitulos e mais capitulos a parte> 

4, Para encurtar a conversa o ideal seria que a politica domestica adotasse o regime de CLT, COM DEVERES E OBRIGAÇÕES CONCRETAS. menos salarios exorbitantes, menos verbas de gabinetes e mordomias disso e daquilo. E cada real amealhado de impostos fosse empregado corretamente em melhorias para a população, mais segurança, mais educaçao, mais saude e mais infra estrutura viaria, etc, Em suma que a politica parasse imediatamente de legislar em causa propria mas totalmente em prol  do legitimo mandatario do voto soberano: o povo.

5. Seria a cidadania levada a pratica e que os mandatos encerrassem em 4 anos, depois os mandatarios passariam a faixa para outrem, nada desta estadia indefinida no poder, faz mal a saude publica e não areja em nada a democracia.

6. Muitos dirão ser utopia só em pensar, eh eh eh! Realmente mas a alternancia no poder e algo muito salutar e traz novas ideias sem precisar abandonar as ações anteriores e os projetos desde que enquadrem a favor da sociedade como num todo.

10. A meu ver o que falta e a politica sentir mais a vontade do povo, viver em conexão direta com ele,, ter mais senso critico em suas decisões, promover o bem comum. A não ser assim o sofrido povo brasileiro vai voltar a dormir mais 4 anos na imensa e dolorida cama de pregos tecida pela politica sistemica ao longo de decadas, e este  mesmo povo querido não terá sequer a chance de acreditar em sua propria grandeza pátria.

11. Enquanto isso os foliões criativos e alegres estão na passarela do samba dando altissonante seu recado de que a grande espera de dias melhores para a nossa prole estão vivas em seus corações ritmados de brasilidade, e que 207 milhões de brasileiras( os) saberão se levantar a favor da democracia e pela sua autodeterminação, e juntos meritar a democracia ponto por ponto pelo bem da patria amada e o inicio de um novo tempo de paz. abastança. progresso sustentavel. Gratidão foliãs e foliões por nos fazer acreditar em nossa feliz independencia!

Chaia Alvim Helder
poeta minimo








    Comentário