quarta-feira, 4 de novembro de 2015

ensaios da alma III

                               Ensaios da alma III

                     ! um dia... seremos todos nós! 

1.       Então uma espécie de castigo escatológico precedido de avisos, tsunamis, auroras boreais  incomuns paira sobre a tez da humanidade? Não necessariamente nesta ordem cronológica, mas a natureza dá sinais indubitáveis de estupor, pois há muito que os guardiões da terra olvidaram sua missão, em vez de obsequiá-la de cuidados, mimos, atenção, respeito e proteção a tosquiam com fome de mil dragões.
2.       A física explica, e o cientista Isaac  Newton traz a lei que define em cada ação uma reação oposta na mesma intensidade. Então o caso do planeta é grave, e podemos conjeturar que vem uma torrente de efeitos causados pela ingerência deletéria do homem na sábia mãe natureza.
3.       A evolução cíclica que ela apresenta desde o Gênesis trouxe inúmeros acontecimentos, milhares de fenômenos naturais e sobrenaturais que nos mostra que quase a terra evaporou por diversas vezes. Veio o diluvio, e somente o patriarca Noé e sua família, e cada casal de animais se safaram, e que dizer da erupção do Vesúvio, a destruição de Sodoma e Gomorra, fenômenos até que ganham a atenção e o estudo de vário lentes no assunto?
4.       O que é a historia e sua juris prudência senão um grande livro aberto que ao consultar esclarece os fatos e lançam luzes no presente com vistas ao futuro. Ela vai se repetindo, e mudam os reinos, as hegemonias, as republicas, as pessoas, os lugares, as vestes, os costumes, mas no centro gravitacional do planeta uma determinada criatura saída do pó, põe-se de pé, pensa, sente, decide para o bem ou para o mal.
5.       Ora se põe a erguer catedrais, compor canções às margens do Danúbio azul, escrever poesias, éclogas, ora põe-se -se a inventar a pólvora , erguer muralhar, oprimir povos, erguer cortinas psicológicas e materiais, e quando pensa que não o seu forte poder torna-se fraco e outro mais arrogante toma seu lugar sua indefinida secessão de ações malogradas e cruéis.
6.       Ora toma a sua cruz, deixa tudo, renuncia o mundo e vai para uma gruta a moda de Antão, Bento E Inácio de Loyola, ora trai o mestre por 30 moedas de orgulho e desgraça a alma da muita gente. Ora inventa vacinas, remédios e salva vidas, arma solidariedade, abraça o próximo, esquece  a si mesmo, sua pátria e seu o torna-se universal igual Francisco Xavier, Teresa d’Ávila , Anchieta e Mem de Sá.
7.       E o grande livro escrito pelas eras históricas está repleto de heroísmo, dedicação, patriotismo, perseverança, fé e denodo de vários quilates. E também de catástrofes provocadas, holocaustos descomunais, intolerâncias, discriminações . O homem sempre o homem, este ser contingente, capaz de voar livre , mas propenso a quedas, maldades de esconjurar...
8.       O organograma humano é fácil de entender, criado à imagem e semelhança de Deus, toda a vez que se aproxima de sua origem cresce  e um pouco do calor divino contagia todo o seu ser, e ele põe a amar sem limites e a construir o mundo bom das certezas empíricas.
9.       Quando ao escolher ser amigo do anjo decaído, torna-se grosseiro, falastrão , dissimulado, ganancioso e tudo o que toca traz a desgraça dos precitos e o odor infernal dos macumunados contra Deus e seu reino de paz.
10.   O tempo disseca a história e revela as intenções dos mortais, pinta o passado com vivas cores ,e dependura nas paredes do presente o quadro acabado. Ao presente saúda com o pulsar da vida, e a medida que se escoa apresenta o futuro,e  o saúda novamente  com a esperança de renovação.
11.   O fato triste é o planeta terra dá sinais de estremecimento, a questão climática emite os alertas ao habitantes preocupados em consumir até o talo sua seiva não se importando com as gerações posteriores que necessitarão também de ar, espaço e sonhos a realizar.
12.   Por isso acho eu que a terra dos homens está por um fio, e carece com urgência de uns ajustes de personalidade, um novo prumo, novos anseios de liberdade anímica, aí é que entra o ordenador onisciente lá de cima , os mistérios, os selos, as profecias, as revelações, a melhor delas que está contida na oração do Pater.
13.   Quer saber mesmo? Na minha mínima concepção não adianta mais protelar achando que a ciência, a tecnologia serão  capaz de solucionar a grande crise existencial que está prestes a se abater sobre nós. A felicidade de situação será ato de uma potencia em expansão quando o sentido universal for capaz de sobrepujar o interesse particular de cada habitante do planeta:, então somente então: seremos  todos nós!

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário