terça-feira, 30 de junho de 2015

Family phobia

              Family phobia  

1.       À luz da razão, objetivamente  queria tratar hoje de um assunto que  tomou as manchetes do jornais, as redes sociais , as conversas de bar, os lares, repartições mundo a fora. Trata-se da recente aprovação por parte da suprema corte americana  do casamento gay para os seus 50 estados da federação.
2.       Aqui no Brasil,( aliás tão infenso à influencia gringa ) a “obergefelL vs. Hodges’ caiu como luva e coloriu as redes sociais com uma intensidade nunca vista. Afinal quem manda no mundo economicamente  é a América e ela pode se dar ao luxo de aprovar leis, emendar sua constituição, etc. etc. etc.
3.       Não acredito tanto mais nesta influencia da maior democracia do mundo pois a moda gay vai  passar e com ela conflitos emocionais, pois estas crises existenciais não fazem parte de sua identidade, e são reações passageiras e não permanentes.
4.       Sobre a América, Irlanda, Brazil e o mundo todo  sempre pairam e pairarão  as profecias maiores do Criador da vida: ‘ Crescei-vos e multiplicai-vos e povoai a terra.’ In fieri o Criador sabia o que dizia e o que valeu  no começo vale no meio durante o percurso da humanidade, hoje na era nióbica quântica,  até ao cair da ultima seiva na consumação dos séculos, isto não tenho  a menor duvida!
5.       Não cabe neste Manifesto pela família nenhuma discriminação aos gays, tão somente revelo na liberdade de expressão minha posição a respeito da atual perspectiva homossexual.
6.        O Cardeal Angelo Bagnasso em sua recente entrevista ao conceituado jornal La Republica disse: ‘ Acreditamos na família que nasce de uma união estável entre um homem e uma mulher, potencialmente aberta à vida, esta união que constitui um bem essencial para a sociedade, não é equiparável a outra forma de convivência.”
7.       Amplos estudos, baseados em pesquisas cientificas comprovam que o homossexualismo não é predeterminado biológica e geneticamente, deve-se antes a fatores ambientais, culturais, muitos deles originários na infância, pelo descaso ou defeito dos pais, outros fomentados na adolescência em consequência da atração pelas drogas, pelo álcool, etc.
8.       Em uma sociedade em que cultua o prazer como fim último, aberta às novidades da tecnologia, que descarta tudo, iria mesmo se encanar em algo diferente. Mas a importância da família tradicional  continua vital para a humanidade encontrar a felicidade pessoal e publica.
9.       E não venham argumentar que a opção homossexual originou-se em fatores hereditários, hormonais, hoje é consenso que não há relação causal entre o status hormonal de um adulto e a sua orientação sexual.
10.   A meu ver a celeuma toda hoje é mais influenciada pelos apelos culturais, é moda ser  diferente, é contestar o sistema, mas ainda acho que a presença e a graça de Deus, imperceptíveis na aparência mas real e efetiva na terra dos homens fará a diferença esclarecedora, e sem dogmatizar vejo que o mundo vai  voltar numa boa para a relação heterossexual e compreender que a ordem natural do Criador é geradora de sabedoria, luz e rumos de vida eterna.
11.   A politização em torno do assunto vai passar, nós os católicos temos o direito e o dever moral de esclarecer que a visão gay é incompatível com a fé da Igreja, e que o casamento entre um homem e uma mulher promove  o bem estar na sociedade.
12.   Porque a Igreja se bate tanto por esta verdade e não menospreza os gays? De modo nenhum podemos ter intolerância com os irmãos, mas também temos que expor em consciência nossa posição e viver em consonância com o evangelho.
13.   “... O homem e a mulher são iguais enquanto pessoas e complementares enquanto homem e mulher. A sexualidade faz parte da esfera biológica e, por outro é elevada na criatura humana a um novo nível, o pessoal, onde o corpo e espirito se unem.’ ( Joseph Card. Ratzinger).
14.   Desta forma o mundo cresceu e se multiplicou geração após geração, conheceu gregos e fenícios lá no inicio de sua jornada, viu o império romano, a África do gênio de Cartago, a dinastia Carolíngia, Tomás de Aquino e sua filosofia da matéria e forma complexas, Heinstein e o poder do átomo, assistiu a expansão do Eldorado Americano, as guerras de secessão, e viu as crises existências de nossa era altamente tecnológica.
15.   E os conflitos emocionais dos jovens negando a essência de sua identidade, e neste maremoto de coisas acontecendo na velocidade do bytes soberanos, o mundo se defronta com a causa dos gays e sua união acaba de ser  equiparada ao casamento tradicional na América.
16.   Os que defendem-na com unhas e dentes, querem-na universal, os que pugnam pela família afirmam-na natural e de acordo com a ordem estabelecida pelo criador nos primórdios do gênesis.
17.   Todos eles em ultima análise dependeram da última alternativa para estarem na terra e proferirem sua opiniões e maneiras de ser. Uma atitude neutra não existe, o que importa é as partes se respeitarem.
18.   A Igreja  ciosa de sua orientação benéfica ensina aos seus filhos resgatados pelo sangue do Cordeiro, aquele que o Batista disse vir tirar os pecados do mundo o seguinte:  ‘ – o prazer sexual deve ser fluído dentro do casamento entre um homem e uma mulher. Há uma quantidade enorme de pesquisas que comprovam o valor de limitar os atos sexuais ao matrimonio. O casamento promove o bem estar dos indivíduos, principalmente das mulheres e crianças e da sociedade.’
19.   “ A própria inserção do matrimônio – como comunidade procriativa e educativa – num contexto social publico e comunitário mais amplo confere-lhe uma dignidade moral toda especial que ultrapassa a esfera privada’. ( Charles Lamore)
20.    Nenhum poder legislativo, judiciário poderá negar em  sã consciência e à luz da história antiga, moderna e pós do pós moderna poderá revogar a função social imprescindível da família enquanto geradora da vida.
21.    Seria o esboroamento geral da fuselagem humana e a negação da negação da obra do Criador. Seria o ‘debilitamento da instituição do matrimônio, acusando o seu status privilegiado de ser uma discriminação para com os que optam por viver segundo uma orientação sexual diversa, Pois dezenove não é vinte!
22. As argumentações pró e contra acerca deste assunto de candente importância vão se estender sine data e não me admiraria se esta decisão fosse revogada, pois é notória e pública que o ' casamento surgiu na natureza das coisas para atender a uma necessidade vital: assegurar que as crianças são concebidas por uma mãe e um pai empenhados em elevar-los em condições estáveis de um relacionamento ao longo da vida.'( Ryan T. Anderson - in simposium).
23. E continua: "...quando as mudanças politicas fundamentais são feitas por decisões judiciais que não tem base na Constituição, serão mais difíceis de aceitar as mudanças, pois põe em dúvida a própria mudança." ( idem).

24. O Brasil, não há como olvidar sua situação hoje de ceticismo, sua politica de desação, sua precificação espantosa, e por mais otimismo que se tenha constata-se que o esboroamento geral de sua fuselagem no que tange as aspectos morais, cívicos, econômicos é fato quase consumado. E em pensar que esta imensa nação nasceu sob as sombras benéficas da cruz de Cristo, que neste chão povoaram santos do quilate de São José de Anchieta e Frei Galvão e tantos outros... e que seu esforço não fora em vão!
25. E uma intervenção da Providência se faz mister, de uma necessidade primordial, se faz tarde em seu horizonte de anil, e nuvens carregadas anunciam a borrasca iminente, e os brasileiros carecem de quase tudo, fé, pão e esperanças para um dia retomar sua grandeza pátria e recomeçar de novo um movimento para equilibrar a alma e o corpo e realizar os desígnios a que fora eleita in fieri  a Terra de Santa Cruz.
26. Não há como negar a vocação deste pais continente, a beleza de suas praias, rios, a opulência de sua fauna e flora e o coração rico em sentimentos elevados de cada brasileiros, sua hospitalidade e tudo o mais...
27. Embora influenciado por modismos e mais modismos, ele ainda poderá se sustentar se abrir sua vida para a bondade e misericórdia do Cordeiro e para as bençãos da Virgem Negra de Aparecida, e nesta união poderá repetir de verdade somos todos um! Não proferira o Mestre Divino às margens do Mar de Tiberíades palavras de significado mais que atual: ' Vim para que tenham vida e vida em abundância.' 

28. Gente sensata aprendi na observação o que o teólogo Pe. Garrigou Lagrange definiu em suas exposições dogmáticas: '... a Igreja é intransigente nos princípios porque crê; tolerante na prática porque ama. Os inimigos dela são tolerantes nos princípios porque não creem, intolerantes na prática porque não amam.' 

29. Não fui eu quem criou tudo que existe no âmbito material e espiritual, não sou eu que vai arriscar mudar a trajetória dos astros, a ordem estabelecida in fieri do fieri ( no começo do começo) mas acato as palavras do Mestre às margens do mar tumultuoso de Tiberíades: 'Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado. Aí sim seria a vida perfeita, e a bastança geral para todos!

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário