quarta-feira, 21 de maio de 2014

rumo ao ideo precor...

              ' ideo precor '

&   Reiniciar  >  configurar  > atualizar > a compreensão > a força> na potencialidade da origem > salvífica.

1. Quando finalmente a raça humana vai se dispor a entoar um canto novo? Embora estranho aos ouvidos hodiernos, acostumados ao marketing elaborado, ao consumo indiscriminado de bens, voraz em seus conceitos do ter, da flanação nas passarelas da moda fashion? À alienação da rede televisiva inconsequente? À rapina da política domestica, ao indiscutível sorriso disfarçado de existência nula?  E sem falar do 'poder' da tecnologia açambarcando valores.
 
2. Realmente não sei! Em meio a esta turbulência atual e desajuizada que tomou conta do mundo inteiro, foge dela a lucidez, acanha de sua face a bondade, enlouquecida não enxerga um fiapo de tempo a sua frente, demente não consegue sequer justificar seus avanços nióbios quânticos.

3. Cresce na quantidade e se anula na qualidade de vida, sustenta o consumo e se esquece da primordial sustentabilidade do planeta. Por isso e apesar deste panorama sombrio e triste necessário se faz o aparecimento inusitado da era da identificação total!

4. - Mas poeta das rimas curvas, que sonoridade será esta? - Aposto minha irmã e meu irmão diletos que será a grande era do ser em constante comunicação com o alto sem desprezar a matéria, sem olvidar a irmandade universal.

5. Uma era de luz intensa que não cega, mas eleva, que se afina com o Autor da vida. Era esta a cargo de uma Maestrina Mística, eleita bendita entre todas as mulheres pelo emissário Gabriel, e que carrega consigo prerrogativas de bondade, e outros e outros dons extraordinários de perdão justiça e sabedoria inigualáveis.

6. E esta Mãe e Virgem Maria desprenderá uma luz de tal intensidade que os ímpios não poderão suportar, mas seus filhos eleitos usufruir do carinho e benção da melhor de todas as mães, a inocência primeira e leveza serão fatores primordiais.

7. E esta claridade que um dia comoveu o coração de um Deus em Nazareth, a tal ponto que a cumulou de todas as graças vai espalhar brilho, calor e equilíbrio tonal por toda a parte. Ah! já se teve notícias de sua intervenção ao longo da História. Não fora em  Caná da Galiléia que a seu pedido Jesus Cristo transformou água em vinho?
 
8. Infere-se  que  a  seu  tempo  chegará  na terra  este  fenômeno universal de regeneração! Duvidam minha irmã e meu irmão com quem reparto estes versos e outros mais? Acho que  não!

9. Adão, Noé, Moisés, José, o  Batista, precursores do mundo bom, todos eles a seu modo sentiram este momento feliz! Outro portento e patriarca do nosso terreiro, o poeta José de Anchieta, santo canonizado, que detém a visão beatífica, conheceu em suas visões este despertar da nação brasileira. Aqui em solo pátrio ele lançou o alicerce da fé, da caridade, do calor humano e vislumbrou um porvir maravilhoso para o Brasil.
 
10. Desapeada, a Terra de Santa Cruz finalmente fará jus aos seus desígnios e inaugurará uma era diferente, a era do Bem Comum Maior, inerente aos seus mais de  duzentos milhões de filhos. E porventura qual será este alusivo som? Como se manifestará? Será pelas forças embravecidas da natureza? Pelos acordes de anjos arcanos? Pelo sopro de um vento impetuoso?
 
11. O mistério da hora e o momento exatos que tais fatos deflagrarão o mundo bom das certezas empíricas não pertence  a um reles poeta; mas o que posso conjeturar com certeza que virá sim somente após o tão solene e esperado Mea Culpa de todos em conjunto.
 
12. Não se trata de uma ideia teórica o que está exposto, nem tão pouco arranjos rítmicos para impressionar as plateias de um parnaso coletivo, muito menos de uma verdade filosófica, ou mesmo de utopia elaborada, mas será real e palpável a transformação que o mundo experimentará quando exercer 100% suas faculdades anímicas iluminado pelo Espirito Santo Paráclito.

13. Em última análise aquela tão almejada abertura de alma objeto do sonhos dourados dos anjos guardiões, suspirada pela natureza, sem precedentes na história humana, e que movimento será este? Não outro senão ao Caminho, Verdade e Vida: Nosso Senhor Jesus Cristo!

> o próprio Mestre adorado já profetizará com palavras impressionantes, e aconteceu um dia às margens do mar da Galileia:'...Vim para que tenham vida e vida em abundância...'

14. Não será um alheamento da nossa realidade material, mas um enlace em dimensões e profundidade espirituais nunca antes visto e sentido no planeta terra. E ao encerrar estas rimas mínimas completo o pensamento dizendo que  somente os segredos da arcanologia poderão lhes sinalizar o tempo que tais coisas se sucederão.

15. Ao demarcar esta visão fica a vontade de que se apresse o quanto antes o TOTEM IN TOTUS, pois já se faz tarde muito tarde no horizonte do planeta terra e nuvens espessas se achegam... e achegam... e com tal intensidade e fúria diabólica que só um poder maior oriundo do alto poderá salvar o que restar...

16. Nas entrelinhas dos livros sagrados a gente percebe que tem muita gente santa, eleita, habitantes do céu empíreo  envolvida nesta empresa. O 'movimento' será psicológico e de intuição divina, de modo que não se tem como prever seus desdobramentos e aplicações
empíricas. O que estão ao alcance limitado destas rimas são suposições e mais suposições.

17. Dias caotizados nos cercam de todos os lados, mal a gente termina de ler uma matéria triste, aparecem outras e outras atropelando a curta existência humana. Muitos e muitos se deitam e não sonham mais sonhos maiores, e se levantam sem  acreditar na vida. Mesmo agora quando escrevo de coração aberto sobre um tema querido, outras convulsões sociais se formam e espalham o mal estar social...

18.  É do interesse do principio do mal manter os homens alheios à sua realidade espiritual e sem tempo de pensar sua alma e o transcendental de sua existência. E vai e vai empurrando quase tudo e todos para o abismo do seu egoísmo, de seus conflitos interiores até engendrar uma atmosfera de insatisfação coletiva culminando em abominações particulares e públicas.

19. Ele,o anjo decaído, intui que a grande intervenção está chegando... quisera a passos lentos no cômputo de seu tempo infernal do ter pelo ter, retardar o mais que  fosse possível, mas no fundo não consegue mentir a si mesmo e percebe o fato galopante na imagem do Ser...

20. - Mas poeta das linhas obscuras, como entender um tempo que ainda não veio? - Sei  que vivemos na imensa afronta ao saltério de dez cordas, sei que tá osso tudo em nossa volta, sinto no ar que alguma coisa estranha está por vir, mas como passar a outro estado anímico empírico?

21. Uma  pergunta difícil de responder, vamos então encontrar a resposta juntos sem perdermos o valor intrínseco de nossa amizade, posso apenas na minha limitação acenar para o porvir, mas juntos podemos desejar para ver...

22. Paira no ar a complementação redentora do gólgota, ou seja a aplicação prática neste mundo é o que de melhor poderá existir. Jesus Cristo subiu  passo a passo a via crucis, consciente cordeiro   sofreu injurias e sofrimentos atrozes,  soldados romanos e a populaça desvairada invectivaram contra o Justo blasfêmias e maldições culminando com o deicídio.

23. Ah! levantado numa cruz de ignomínias ofereceu a oblação perfeita ao Pai, e com sua Ressurreição instituiu o Reino da Esperança, atraiu a si todos os tempos, fundou a sua Igreja com Pedro, o grande pescador, e o Evangelho espalhou uma lufada de liberdade e amor para todas as  nações; e invariavelmente Cristo só se dará por satisfeito quando a lira de dez cordas entoar a sua canção divina.

24. E da origem do gólgota aparecerá a imagem do ser humano ideal, não esta pálida figura que hoje se encontra-se no poder da tecnologia, nos fotoshops das esquinadas ilusionadas, nas faces do Instagram, na velocidade dos bytes soberanos, na definição do What Zap. Não, mil vezes não! Até porque, diante do futuro reservado ao bem comum, hoje a realidade nióbica quântica engatinha...

25. A alta ressonância empírica está reservada para um pouquinho mais à frente e SERÁ UMA ERA MARIAL DEDICADA E ORIENTADA PELA ROSA MISTICA DE ELEIÇÃO, UMA ERA INTEIRAMENTE DA MONOTIPIA LIRICA, QUE VAI MISTURAR  ALMA E CORPO PRODUZINDO EFEITOS BENÉFICOS IMPREVISÍVEIS E IMPRESSIONANTES.

                 epílogo

a. O homem moderno perdeu o sentido de sua existência ao se desligar da religião, aventou hipóteses absurdas, ceticismou tudo ao seu redor, transformou-se em iskariotis de si mesmo e, vendilhão do templo construíu sua moral particular, uma cidade egocêntrica, ergueu na vaidade de suas paixões equivocadas castelos de areia movediça, armou redes de pessimismo ao próximo, fracassou quase em tudo e hoje descarta o planeta em que habita consumindo bens de uma forma totalmente voraz e indisciplinada.

b. Desvinculou de seu coração o amor verdadeiro, e de etapa em etapa cresceu no inverso de sua natureza, cultuou o prazer efêmero, perdido fugiu de si mesmo, e encontrou em suas noites vazias um arremedo de felicidade.

c. Enfatuado menosprezou sua alma, deixou escapar de suas mãos a calma de seu espírito, e elegeu a matéria como refúgio de suas interrogações, mal resolvido consigo vive assuntando a sociedade e nada o completa exatamente.

d. Instituiu a mentira, aliou-se à corrupção e sem noção caminhou para sua própria destruição, e parece que ao seu redor tudo o que tocou vira ambição.

e. Paira no ar àqueles que não se deixaram levar pela onda corrosiva das babéis modernas, que a restauração da criatura se tornou uma questão de honra para o Criador. É de se supor que chegará a hora em que o poder do Alto vai cortar profundamente o joio e afins para deixar vingar o trigo da comunhão universal.

f. Encontra-se escrito e estas rimas se dão ao trabalho de registrar os anseios que pairam por cima da criação. Na verdade, e sem postar de tecnicamente corretas, elas se negam a tapar o sol com a débil peneira do relativismo.

g. Crimes, desvios de uma era se propalaram com tal intensidade pelo mundo afora, que supõem o castigo merecido. As rimas não se arvoram em aves de mal agouro, letras apocalípticas, ou coisas deste naipe escatalógico, são constatações e mais constatações...

h. No entanto resta uma única saída honrosa que não será indolor, um extenso, convicto, contrito e universal: Mea Culpa. Após o que Deus escreveria uma outra história carregada de cores, bênçãos e surpresas boas para o bem do povo e a felicidade de um novo e prazeroso tempo.


abraços de união!
 Helder Tadeu Chaia Alvim


 
Postar um comentário