quinta-feira, 27 de março de 2014

Je pense que c'est vrai.

' protesta? ocupa?'

1. Não acredito que o ser humano possa hoje em dia desenrolar a imensa teia que anda tecendo para si, e os seus. Explico-me: mesmo num rasgo ousado de generosidade quisesse não teria condições. Pela sua própria condição de ser finito, contingente, literalmente equivocado em sua limitação natural, propenso ao erro, muitas vezes de visão tacanha e egoísta não enxerga um palmo do passado, tergiverso no presente, não consegue vislumbrar o futuro.

2. À mercê das variações físico existenciais demonstra ser um adulto que esqueceu de crescer e imprime em suas ações mais dúvidas do que acertos. Tem momentos que se acha o supra sumo, o centro em torno do qual deve - pensa ele - gravitar todo o universo tanto material, virtual quanto psicológico.

3. Agora, aliado ao seu Criador e às suas ordenações poderá ser bom por um espaço longo de tempo e refletir no planeta a ordem perfeita e universal calçada na bondade, harmonia e imprimir por onde passa a fragrância de um perfume de duplat.

4. A não imaginar assim a vida torna-se pesada, de um peso insuportável e as conhecidas válvulas de escape aparecem invariavelmente e vão amontoando problemas reais e imaginários no cenário do mundo, situações essas bafejadas pelo anjo decaído inimigo nº hum da felicidade do homem e invejoso de sua condição de herdeiro do céu.

5. Aparecem os controladores na política, nas relações pessoais e inter, na sociedade disfarçada de um consumo prazeroso, até na religião eles dão as caras e impõem razões que distanciam anos luz do soberano Senhor da vida e da morte.

6. Controlam sim e vigiam o cidadão, noite e dia e no cimo da pirâmide pavoneiam a torto e a direito sem disfarçar suas intenções deletérias de mando e poder. No brasil, particularmente, tivemos em junho do ano passado protestos, muitos protestos contra a politica doméstica fora de jeito e perversa.

7. Na prática o exercício do apadrinhamento, da venda de cargos, corrompendo a sagrada constituição, pondo em risco a soberania da nação brasileira, e destoando grandemente do bem comum maior, inerente a + de 200 milhões de cidadãos brasileiros.

8. A própria manifestação democrática das ruas poderá ser tornar vazia em sua ciência quântica ou desgovernada se em cada coração apaixonado não pulsar em uníssono a brasilidade, o respeito às leis constitucionais e a boa e sã ordem publica, sendo sempre preservada.

9. Eu acho que o estado interfere demais na vida do cidadão, sem falar dos impostos absurdos sem contra partida benéfica; estamos assistindo indignados a corrupção alastrada em quase todos os setores da política, o descrédito do país aqui e lá fora, a carestia desenfreada e muita e muita coisa errada no ar,terra e mar e brasileiros.
A biodiversidade amazônica devastada, os interesses reais virtualmente improdutivos, e uma plêiade legislando em causa própria.

> Não sei não se na própria lei do Marco Civil aprovada pela Câmara e tramitando no Senado Federal não aparecerão os tentáculos controladores do Senhor Estado...?! 'vamo' acompanhar os desdobramentos e sua aplicação prática. Não resta dúvida que esta ferramenta de busca, conhecimento e divulgação do pensamento é o que de melhor aconteceu aos brasileiros nestes últimos 16 anos, a democratização e liberdade de expressão são imprescindíveis ao exercício da cidadania e cartéis 'lobbye - alienantes' seria o que de pior poderia acontecer, pois calaria a voz soberana das ruas, hein!!!

10. Aqui em São Paulo, vemos uma febre das invasões urbanas, uma espécie de 'ocupa' que migrou dos campos para a metrópole, que em si nega o direito inalienável e constitucional da propriedade privada,
o direito embasado na jurisprudência, que fez a grandeza do brasil continente, a garantia de um futuro seguro pela posse legítima de um bem e amparado pela constituição federativa.

11. Mesmo numa cidade autômata, carente de tudo, máxime do bom e acolhedor calor humano, e neste panorama nacional caotizado e improdutivo estas invasões de imóveis públicos e particulares vão servir a outros fins que não são do interesse geral dos brasileiros a médio e longo prazo.

12. Na verdade o que importa é protestar contra o nosso 'ego', pensar totalmente no bem comum maior sem demolir, sem usurpar os direitos de outrem. No passado em outra parte do globo já assistimos o rodar deste filme, de roteiro fantasioso e que nenhum benefício adveio ao povo a não ser gerar mais e
mais confusão, desgraças, ódios de classes, mortes, pobreza e falta de oportunidades.

13. Uma análise mais ampla e imparcial da situação atual à nível global nos leva a pensar que a grande responsável por esta crise de identidade porque passa o homem fora num passado remoto fabricada cuidadosamente em laboratório com o intuito de banir Deus da sociedade e que este vírus letal disseminou o germe da discórdia, ambição, orgulho e somente um super tratamento com a assepsia da fé poderá reverter o quadro clinico terminal da humanidade.

14. Empiricamente não resta outra saída honrosa a não ser ocupar o coração de Deus e num instante as crises cessarão, às guerras estúpidas sucederão a paz, e se assim lhe apraz o planeta encontrará o ponto de junção perdido e as ações se reverterão em benfeitorias para o conjunto da sociedade, e o calor humano surgirá mais forte, aquele nunca antes experimentado.

15. Não esqueçamos nunca gentil e amado leitor deste blogger mínimo que o que sempre esteve em jogo na história das civilizações foi a alma imortal do homem, capaz de voos incríveis e de quedas vertiginosas. Ah! o homem, sempre o homem e seu destino único: céu ou inferno. Trata-se de uma viagem sem bilhete de volta e o que importa é que o picote seja bem feito, pois o elevador somente possui duas direções: a subida e a descida! O mais tudo passa, tudo fenece, mais cedo ou mais tarde haverá o encontro ou... depois a triste e medonha despedida... Escolhas, sempre escolhas...

16. A dedução é simples e compreensível, toda esta batalha pela posse do espírito do homem desde os primórdios teve uma intenção boa na mente de Deus, e por outro lado as garras de Lúcifer sempre rondaram a espécie humana desde seu primeiro choro ao nascer até sua última lágrima ou sorriso quando soar a hora de seu decesso.

17. Pois sim, chegará um tempo ainda aqui no planeta que o plenipotenciário lá de cima vai intervir para restaurar a moçada, desde a ponta de seus cabelos até a planta de seus pés 'neonizados'. Aí a humanidade vai finalmente OCUPAR na verdade, justiça, bondade e paz o espaço que lhe é devido por herança e eleição e protestar para alongar seus dias a fim de operar 100% o bem.

18. Je pense que c'est vrai, enquanto isso seria bom , bom demais praticar a união fraternal, a solidariedade, o'nós' tomando seu confortável assento no lugar do 'eu', sem pleitear créditos na versão. A vida é curta, dizem e acredito,
então por não vivê-la intensamente com o diferencial da bondade, do amor e da compreensão. Todos em um, um em todos, aí sim o ideal renasceria qual fênix no coração da terra, e causaria inveja aos anjos das certezas perenes.

19. O poeta dos versos perdidos cantou um dia nas montanhas da Galileia: 'Bem aventurados os mansos porque possuirão a terra.' Palavras de uma beleza impar e que serão atualizadas quando as reservas d'alma aflorarem na pele de uma certa era mistica...

Abraços de união!
Helder Tadeu Chaia Alvim


Postar um comentário