segunda-feira, 24 de março de 2014

meribá contemporânea x sicar do futuro...

a. A gente percebe que nossa era se parece mais com a época do povo Hebreu no longo seu êxodo. Por pouco o patriarca Moisés não fora apedrejado, e tratava-se de Moisés, homem prodígio que feriu o rio Nilo e através dele abriu a passagem para a liberdade, que conseguira o maná de todos os sabores, as cordonizes saborosas, o profeta do saltério de dez cordas, e ele sim no monte Horeb fez jorrar água em abundância para seu povo 'reclamão' ou meribá!

b. Nem o patriarca Moisés poria os pés na terra que jorraria leite e mel, na terra que daria uma nova vida ao povo eleito. E eles caminharam 40 anos no deserto... uma nuvem os protegia do calor torrido e à noite um clarão os aquecia e os iluminavam no seu caminho em demanda de Canaã, a terra que jorraria leite e mel. O sacerdote, profeta e orador, Aarão, seria o encarregado de acender a luz que atravessaria os séculos, mas Josué, o jovem valente que iria mandar parar o sol... introduzir o povo eleito na Terra prometida e consolidar em campanhas vitoriosas as doze tribos de israel.

c. Quando se afastavam da verdade, quando não cultivavam em seus corações o pulchro, quando não enxergavam mais o belo podiam esperar chicote em seus ombros e danações sem conta. Um povo de tez dura, ora mimado, ora fustigado por Moisés, mas que sabia que a esperança não decepciona e marcharam noites e dias infindos em busca de seu sonho... Eles sabiam que seu guia detinha o diálogo com Deus, e pela sua intercessão conseguiriam a tão almejada sesmaria prometida.

d. Séculos depois o filho de Deus em Sicar vai revelar a samaritana esta água viva prefigurada pelo êxodo e Jeshuá encontrará respostas no coração daquele povo e lhes dirá o quando Deus preza adoradores em espírito e verdade...

e. A par de toda a confusão atual, a história 'mestra da vida' no dizer de Heródoto, traz um quê de explicação que se mistura com seu passado no presente de um futuro próximo, e fatos longínquos se explicam no hoje pois a matéria base é o homem que sempre será igual, mudando apenas as circunstâncias materiais mas o seu psique é o mesmo. Quando se aproxima de Deus coisas impressionantes acontecem para si e o conjunto da sociedade, quando se aparta pode esperar que lá vem encrencas, mortes e traições.

f. ' Duas cidades construíram dois amores...' dizia o gênio de Hipona. Moisés sabia bem disso e tanto que recebeu de Deus no Monte Sinai a tábua contendo os Dez Mandamentos, e Santo Agostinho frisou bem que a sociedade só realizaria por completo a vontade maior do Criador quando aprendesse a tocar com harmonia este imprescindível saltério.

g. E Jeshuá, em sua psicologia divina conseguiu a proeza de mover os corações, tanto é verdade que a samaritana tão logo entusiasmada com as suas palavras de vida eterna foi correndo repartir a agua viva com seus concidadãos, esqueceu de si e foi logo ajuntar os samaritanos em torno do verdadeiro Caminho, Verdade e Vida. Tornara-se por direito e escolha a grande pregoeira da Boa Notícia...

h. Ou a era atual, também conceitual se abre para esta realidade ou vai soçobrar no mar vermelho ou no deserto de SIM deste planeta espiritualmente devastado pela ganância, poder e soberba de uma meia dúzia de faraós sôfregos de sangue alheio. Quando o tempo arcano soar e o mundo bom se delinear no horizonte a terra de promissão vai surgir em toda a sua extensão empírica e a nossa era assemelhada à Meribá bíblica/strike>a se transmutará em uma imensa Sicar de fé...

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário