quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

escolhas à nivel mundial

Escolhas à nivel mundial

1. Você já se sentiu assim, calçando um sapato de nº 39 e seus pés cansados almejam um 41? Mas são dois números de # nas endoenças previsíveis? Mesmo deste modo o melhor seria o cabimento certo para andar correto e não lesionar a coluna cervical, a postura, a saúde dos musculos em geral. Tontices de um poeta de espreita na lousa das emparelhas usuais? Deixa quieto pois a barra pesou para o planeta e seus habitantes modernos que abandonaram o jaleco, chapéus e sentir da epoca antiga para entoar outras cantigas avessas ao bem comum total.

2.E para que? Porque? Se no final da jornada t errena apresenta-se uma curva sinuosa, faltosa de sinalização, mentirosa na prosa com o ùnico escopo de levar o camarada para o abismo de insandícies programadas. Se não for vaidade hoje esta onda da internet, games, fotoshops e adjuntos intrincados vou chorar na mata ausente da cigarra malancólica pois tiraram dela a poesia, candor, canto e algazarra feliz.

3. Não quiseram para nós um mundo bom, quiseram uma loucura camuflada de progresso e no reverso a formiga esqueceu a folha que cortou, o sol não brilhou e a frustação do consumo chegou!

4. Ah! bastaria um dia de manobra arrojada e tudo voltaria à via plana sem percalços e o pé estenuado poderia calmamente nadar nas pluviais serenas, descansar à sombra de bons sonhos, ver baloiçar as palmeiras no outono, e contemplar o horizonte que está disponível a todos desde o começo e se lembrar com carinho do artífice de tudo que acendeu a luz dos astros e muito amor no coração de um mundo hoje atropelado por besteiras que coloca a felicidade em bens inanimados e nem sabe que ela está na alma, só na sua alma e na do irmão ao lado.

5.Palavras é fácil para qualquer um proferí-las, o dificil 'mermo' e praticar continuadamente o autruísmo, o calor humano, a solidariedade numa perfeita adequação entre espírito e matéria.

6. Ou o fenômeno combustão da fé incendeia o bem comum maior, ou este mundo já era como foi o tempo da maldade que precedeu a Noé e tanto quanto eu saiba nos imponderáveis que se acumulam nas asas arcanas, difícil seria escapar dos átomos embravecidos a não ser que as escolhas certas à nível mundial antecederem à escatalogia que se prepara silenciosamente no seio da própria mãe terra.

7. Faço parte deste quadro, penitencio-me a bom grado e a isenção é um segredo, se é segredo pertence a quem de direito criou o universo e nem sequer ' patenteou o sol' e muito menos se esqueceu das profecias e de seu plano ideal.

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário