terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

consciência global

                                     Consciência Global
1. Ah! se o mundo vivesse saboreando a fresca brisa da manhã, o quente sol do meio dia e o entardecer majestoso do paraíso perdido? Quando Deus se dispunha a confabular com nossos primeiros pais numa prosa sem fim... Alegre não? Poético ou bucólico? Ausente as preocupações desta era neonizada e pragmática ao extremo, entregue à anjos decaídos e tudo o mais!

2. Vivemos tempos difíceis, inversão de valores, uma era conturbada e infeliz em que vemos irmãos dormindo em caçambas de lixo em plena rua Consolação e carros de última geração circulando desenvoltamente, gente em seus tablets marcando suas fotos de shop em riste, era triste,era customizada, era costurada em acordos nos gabinetes da administração, era dos avanços da ciência dita quântica, era perdida sob vários pontos de vista, que se obscureceu, individualista no meio da multidão, apressada sem saber ao certo onde se direcionar. Tudo é  o 'eu' e nada são 'todos'!

3. Faço parte deste quadro, carrego a existência igual ao irmão ao meu lado, e procuro em versos idealizar o que posso sem desmerecer a vida que Deus me proporcionou e quisera boa e saudável para todos sem distinção, na aparência da essência, na frequência à prece da santa Maria Mãe de Deus e Virgem preclara.

4. Meu amigo, nem tudo está perdido, existe em cada ser humano uma alma com sede de justiça e paz, que o porvir está reservado para uma nova consciência social em sua relações com a luz perene que brota e anima cada um que vem a este mundo, que conheceu o clarão do dia, a beleza das canções, o canto dos pássaros, o roçar da brisa matutina em sua face mortal.

5. Mas a verdadeira ciência que 'ilumina todo homem que veio a este mundo' existe e deu mostras de sua bondade no seu lado aberto  pelo centurião Longino, e acompanhada do mais belo gesto da história atraiu a si todas as coisas... Antes, ao caminhar sua voz se fez ouvir qual bálsamo suave e renovador para `todas as gerações', um tom suave, harmônico, de tonalidade impressionante, capaz de reacender o mundo e tonificar todos e tudo e que naquele momento histórico encheu de esperança e graça a montanha da Judeia.

6. E esta voz cantou seu canto de paz, amor, perdão e conciliação, que voz é essa? Que não  requer  ensaios, patentes  e  muito menos aclamação, é a voz de  um Deus humanado:
' Bem aventurados os mansos, porque possuirão a terra; bem aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus!'

7. E o profeta Isaías antecipando esta voz declarou em sua contemplação antevendo uma Era futura sem precedentes e única, pateriana, nada conceitual mas plena de verdade e justiça~quando a oração do Padre Nosso seria franqueada à terra de verdade e de direito.

         "... reparte o pão com o faminto, acolhe em casa os pobres e peregrinos. Quando encontrares um nu, cobre-o e não desprezes a tua carne. Então, brilhará tua luz como a aurora e tua saúde há de recuperar-se mais depressa; à frente caminhará tua justiça e a glória do Senhor te seguirá, então invocarás o Senhor e Ele te atenderá, pedirás socorro, e ele dirá: 'Eis-me aqui". Se destruíres teus instrumentos de opressão, e deixares os hábitos autoritários e a linguagem maldosa; se acolheres de coração aberto o indigente e prestares todo o socorro ao necessitado, nascerá nas trevas a tua luz e tua vida obscura será como o meio dia."

8. Ad quo ibimus? Aos seres contigentes? Às forças humanas? Não necessariamente! Após as constatações tristes desta hora açulada ao fracasso existe uma saída perfeita à mão da coletividade: a sintonia com o Altíssimo Senhor - Ser Necessário, que reflete na terra dos homens a cidade etérea e sua transparência cristalina e universal. 'Ele é tão real quanto o vento...'

9. Exemplo palpável desta adequação maravilhosa é a vida de Bernadette Soubirous, aquela jovem que viu Nossa Senhora na gruta de Massabielle em 11 de fevereiro de 1858 na França, e que em seu dialeto ouviu da Virgem: ' que soy era la Imaculata Concepcion'. 

10. Até hoje o corpo de Bernadette continua intacto conforme atestaram inúmeros médicos. Deus, em atenção ao pedido de sua Santíssima mãe suspendeu a lei da decomposição no caso de Bernardette. E de milagre em milagre a gente pasma de ouvir esta maravilha de ação da graça divina e imagina o que seria desta terra se os homens tivessem o juízo e a clarividência desta santa humilde que centrou sua vida de abnegação e sofrimento na cruz do Senhor e faleceu aos 35 anos de idade em odor de santidade como irmã professa em Nevers, na França.

10. Depois  que Bernadette Soubirous contemplou aquele olhar azul celeste não conseguiu mais fitar nada nesta vida passageira a não ser os segredos do céu que a Virgem lhe revelara...  Hoje se ouvires a voz da graça em seu coração em forma de aperto é porque a mecha da fé ainda fumega em sua alma... É um sinal... hein!

Helder Tadeu Chaia Alvim
São Paulo 11 de fevereiro de 2014
Festa de Nossa Senhora de Lourdes


Postar um comentário