segunda-feira, 23 de setembro de 2013

a era do re ver x o declínio delineado...

a era do re ver x o declínio delineado

1. Já pararam para pensar a situação atual, sim eu sei sim! E a responsabilidade cai nos ombros de quem? Realmente seria difícil apontar, é você! Não é aquele outro, ora, ora ninguém vai assumir a direção torta em que nos encontramos.

2. Então  jeito seria encontrarmos juntos alguma explicação plausível, delineado que está  o declínio de um mundo do médio ao péssimo. Hoje cada nação tem sua preocupação mais ou menos acentuada, você  vai se deitar aqui no hemisfério sul e não sabe o que acontecerá par exemple no norte ou leste, no oriente médio e extremo.

3. Está tudo tão incerto como a vida efêmera a que estamos fadados a abandonar a qualquer hora. Minha vó Vivina dizia que seria de bom tom estar com mala pronta para a travessia...

4. E o ser humano, que deveria ser humano, teima em não entender o que acontecer com o globo o envolverá de permeio, caminha sobre o lodo de loucos calabouços, manuseia os elementos com uma desfaçatez impressionante, lança bombas, comercializa armas de destruição em massa, engendra o maldito pó químico como se fora confetes de carnaval.

5. Seria bom ter em mente que não existe hoje em dia heróis salvadores desta ou daquela nação, que eu saiba o redentor do mundo foi crucificado naquela trágica sexta-feira e deixou o legado de uma redenção insuperável. Agora a malha humana, concebida no pecado é falha, sujeita a erros de toda a espécie, a contornos tortuosos, delineados em laboratórios das rãs decaídas.

6. A saída honrosa seria re ligar este mundo ao seu Criador, observar a lei divina do saltério de dez cordas, a natural, amar um Deus único e trino e neste amor total enlaçar o próximo com versos de alento.

7. Gente sensata não adianta protelar, Agostinho de Hipona, gênio inconteste magistralmente anteviu as suas 2 cidades em constante litigio existencial. Seria tão fácil de onde estiver cada pessoa ter um pensamento bom, elevar os olhos acima de sua cabeça, lá está o puro espírito Motor Imóvel, principio e fim de todas as coisas.

8. As barreiras existem de fato, dado a condição de matéria a que fomos criado, a força está na nossa alma imortal, infundida em nós no momento da nossa concepção no seio materno. Tudo bem elaborado por queM sabe e detém a sabedoria infinita.

9. Diante da beleza, harmonia e perfeição da criação, o homem, muitas vezes se porta como aquela formiguinha que passou a vida toda ao pé do monte Everest e não se deu ao trabalho, coitada de saber onde estava e para onde iria.

10. A não adequação com esta realidade e que causa tanto desconforte, crises e guerras, máxime neste tempo de aflição imensa, perigos, bytes soberanos à serviço de forças descontroladas e caotizadas pelo anjo decaido, inimigo nº hum do gênero humano.

11. Sopra insidiosamente  pela  boca  de  seus  lugares  tenentes  que  as  normas 'impositivas ' oriundas do Ser Supremo, não valem mais nesta era globalizada, evoluída, pós moderna, pós tudo, ante nada, de liberação geral, sem tempo para abstração ou coisas de poetas lunáticos, não tem campo mais... 

12. Passei um tempo de minha existência em uma ilusão, de alma desfigurada, por isso me detenho a escrever neste blogger em ritmo de conversa amena e sincera, convidando meus brothers a recuperarem comigo o tempo perdido, a amar doravante a Deus sobre todas as coisas e Nele enxergar a face oculta do semelhante.

13. Gostaria que encarasse irmão meu esta fala como um convite, de sorriso aberto, coração aquecido, justamente quando o planeta se aproxima deuma escatalogia, quando uma era não tão ciosa do bem, falha, perversa, e que na sua empáfia deixou muito a desejar, fez sofrer muita gente inocente e não sabe agora como encarar o Amor Total quando ele chegar...


14. O resgate da humanidade já se deu no ano 33 da nossa era, quando um Deus humanado, no gólgota das dores pronunciou 7 palavras de sonoridade ampla, perene e universal e na prática mediu sem medida o seu  Amor Infinito às criaturas: '- Tenho sede; Pai perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem; Filho eis aí sua Mãe; Mãe eis aí o seu filho; Ainda hoje estará no Paraíso comigo; Pai, porque me abandonastes? Tudo está consumado!'

15.É impressionante a atualidade da redenção, quando um Deus em um ato de amor total assume a natureza humana em tudo, menos no pecado e planeja e realiza de fato a salvação do gênero humano. Tateamos hoje nas sombras da morte porque não houve reciprocidade nossa com a cruz que contém a verdadeira luz do mundo, tudo o que destoa dela é apenas facho pequeno que o menor vento da história apaga não só sua memória, mas mesmo os vestígios de sua existência. 

16.Hoje quando nuvens carregadas de sérias preocupações ofuscam a beleza da criação, ainda sopra a fagulha e de quando em vez sentimos saudade de algo indefinido, além de nosso corpo. O que seria senão aquele paraíso de delícias que Cristo prometeu a Dimas no gólgota daquela sexta feira de todas, santa!

17. Sentimos-nos num imenso mar de abandono, mesmo cercados por tanta gente, tanta informação em tempo real, tanta rede social, instagrans, smartphones, satélites de olhos biônicos... Mas a solidão bate, e bate com força e reflete em nosso ser, no íntimo de cada um...

18. E ainda mais quando percebemos que a derrocada deste mundo que não conseguiu se sustentar seria uma questão de tempo, lembramo-nos de  7 palavras que salvaram nossas almas, e inserida nelas a que mais toca o nosso coração: 'Filho eis aí sua Mãe!'

19. Quando mais a situação fica fora de controle, a existência torna-se amarga, mais a lembrança dessa promessa enche nossas almas de confiança e esperança de dias melhores que virão!

20. A atualidade do gólgota na vida da humanidade está atualizada de uma forma transcendental e única, aí está o balsamo para todas as feridas abertas pelo egoísmo do homem em subjugar o homem, pela força bélica, psicológica, pela descrença, pelo ceticismo.

21 O centurião Longino, estava presente ao ato mais principal da história e exclamou que verdadeiramente o justo era o filho de Deus e também filho de uma Virgem, concebida sem o pecado original, preservada tendo em vista os méritos do calvário. '...de que nEla a axiologia do plano de Deus se realizou completamente.' Magnificat Mãe pelo seu grande Sim Co-redentor!

Helder Tadeu Chaia Alvim 
Postar um comentário