segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

ao poeta das curvas...

1. 'Somos o que pensamos...' 'O tempo leva tudo o que pensamos ter, mas o que somos de verdade, bem lá no fundo do coração vai permanecer e todos vão lembrar.' Aline Ladvocat. E o Brasil segue a sua trajetória internacional atraindo os olhares, outrora não focados em nosso chão doméstico. O Twitter abriu recentemente um escritório em São Paulo projetando negócios importantes para milhões de seus usuários brasileiros que acessam seu microblog na velocidade 'worldwide' dos bites 'trending topics' dos sms/rss/softwares de alta e precisa configuração.

2. Éramos o que pensávamos ser, pois depois do advento da internet móvel não está ficando pedra sobre pedra e a pan globalização e iminente e irreversível para alegria de muitos e tristeza de alguns. Considerando que o tempo do tempo não avalizou a teoria do fim do mundo para 21/12/2012, vamos continuar pregando prego, faltoso de estopa no mural bar zileiro que 'inliás' está melhorando a olhos vistos sua performance da não corrupção governativa. 

3. E o arquiteto Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares faleceu esta semana aos 104 anos legando aos seus compatriotas mais de 100 obras concluídas e outro tanto projetadas. De invejável currículo profissional, respeitado no Brasil e lá fora tornou-se o ícone da arquitetura brasileira e de reconhecimento internacional.

4. Tinha livre trânsito nos governos e nações, deixou sua marca inconteste no Brasil, EUA, Argélia, Itália, Portugal, Inglaterra entre outros, que seria longo enumerar. Em Brasilia encontramos sua menina dos olhos nas colunas do palácio do planalto, em São Paulo o edifício Copan... e na América do Norte a  sede da Onu em Nova Iorque.

5. Eis o "arquiteto da invenção" como costumava se auto definir, ' o homem da prancheta, do texto explicativo', 'o homem das curvas livres e sensuais'. Niemeyer,  de  carácter  científico,  racional,  humano, ouçamos : 'gosto de ficar  sozinho, a pensar na vida, neste universo imenso que nos encanta e humilha. De sentir a fragilidade das coisas e a nossa própria insignificância.' 

6.'Somos o que pensamos...'  Ele, a seu modo pensou a política, a miséria e se definiu como comunista e avesso à globalização. Apesar de ser substancialmente contrário à sua posição doutrinária, tenho que concordar e admirar a coerência de seu pensamento e sua vida de ação que plasmava em suas obras a sua versão de mundo material.

7. O brasil perdeu o expoente máximo da arquitetura moderna, o Rio de Janeiro seu fã, São Paulo, sua coluna, Minas seu xodó, a família a sua convivência e calor sem igual. Ao partir Oscar Niemeyer deixou após si  uma existência longeva, lúcida e coerente com seu pensar resta-lhe agora em outras dimensões o encontro com o Grande Arquiteto do Universo e suas projeções incomensuráveis.

8. Oscar Niemeyer, em vida caiu no gosto de sua geração e na arte que saiu de sua mãos 'desembaraçadas' plasmou idéias concretas que marcaram sua vida política, intelectual, familiar e humanista.Construiu Igrejas que sem olvidar seu mérito criador, remeteu-as à cidade dos homens e as isentou de sacralidade.

9. Dotado de virtudes naturais as desenvolveu vitoriosamente e colheu em vida os aplausos merecidos e quando a ampulheta do tempo soou para ele a inexorável hora ninguém pode tirar-lhe os méritos , nem ofuscar sua personalidade. Veio, realizou e partiu tão a seu gosto: ' um ser humano que atravessa a vida,.. que é um sopro.' 

10. Enfim, buscou a razão pela razão, tocou o coração e dele hoje recebeu ao partir universais óscares de justo reconhecimento: ' leves como penas pousando no chão' Ao poeta que fazia do 'hoje o passado de amanhã', a Oscar Niemeyer dedico estas linhas dizendo: 'requiescant in pace' em suas abstrações, enquanto nós por enquanto vamos palmilhando este mundo visível e admirando suas criações.

Helder Tadeu Chaia Alvim





Postar um comentário