segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Sinos de luto na Nigéria: mãos perfumadas x intolerância...

1. Os sinos da Nigéria, país de nossa querida Mãe Africa neste Natal , enquanto jubilosos anunciavam o nascimento de Cristo, o Príncipe da Paz, dobraram em finados, pois sobre seu Corpo Místico se abateu uma adversidade gratuita, levada a cabo pela intolerância que assola os quatro cantos do orbe.

2. Os extremistas guiados pelos seus impulsos assassinos a toda hora explodem bombas, atentam contra o que ainda resta da ordem universal, e seu alvo fora calculado contra três Igrejas Nigerianas e justamente no instante da missa  do galo, deflagraram seu ódio suicida e destruidor.

3. Um canto de dor se misturou em meio aos hinos alegres da graça natalina, e muitos dos presentes à missa morreram, enquanto o coro terreno entoava: Glória a Deus nas alturas - num inverso da realidade, outros recém chegados à eternidade respondiam - Paz na terra aos homens de boa vontade...

4. Até quando meu Deus irá permitir, que a semente do sangue dos homens, seja uma realidade triste e acabrunhadora? Sei  que na sua onipotência pode reverter este quadro adverso e que a grande tristeza atual possa no futuro se transformar em alegria plena.

5. É hora gente sensata de reunir fôrças que possam suplantar esse mal de nossa época, que chamamos intolerância, extremismo, é hora de perfumar as mãos unidas com o incenso da oração, com o ouro do mundo bom, pois sorvemos até o talo  o cálice amaríssimo da  mirra do sofrimento.

6. Ajuntando a isso, a crise financeira global é um fato para 2012, já alertam os especialistas e outras encrencas mais pairam preocupantes no ar toldando as perspectivas mais otimistas da nossa era altamente definida e informatizada. Avançamos muito, conquistamos democraticamente cada palmo de chão, e espaçamos demais o espiritual, olvidamos a alma, deixamos de lado a calma e hoje colhemos insolvencias, conflitos e muita falta de juízo universal.

7. Resta saber que uso fazemos de nossa liberdade, o que faremos de concreto contra a maldade hoje, aquela que se esconde sob a roupagem do ódio extremo contra toda a bondade e ordem constituida, aquela que sonha em virar o mundo de cabeça para baixo.

8. Aquela que ousou e perpetrou o ignominável 11 de setembro, aquela que não dorme deste o paraiso terrestre, e quer engendrar a dissolução do mundo que saiu das mãos do Criador, em última análise estamos adentrando numa das fases mais medonhas da história humana, dado o alto poder de fogo dos átomos enriquecidos de ódio.

9. Mas, a vitória final será do bem, pois Deus é Deus e sempre o será  na justiça, misericordia, inteligência e fôrça. No entanto o mal, acha que pode na sua inveja e pretensões virar este jogo eterno. Resta saber de que lado a humanidade vai se postar daqui para frente.

10. Nesta luta de anjos e demônios, muita coisa virá, muita deserção, muita conversão, muita liderança boa, pois não foi atoa que Abraham Lincoln lançou as bases da Liberdade e Ela vai prevalecer contra as hostes da intolerância e extremismo.

11. Que Deus Salve a Nigeria das garras de seus inimigos, confunda as potências do mal e abençõe seu valoroso povo e que as cores de sua bandeira simbolizem e transmitam para todos, nesta hora crucial  e dolorosa: Paz  e Bem, como queria o Santo Poverello. Que a Virgem Santa ampare seus milhões de filhos nigerianos, também partícipes dos méritos e luzes do Golgota Salvífico.

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário