terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O cãozinho yorkshire... e o direito de brincar...

1. Vivi quando criança no meio dos animais, e tinha tantos por lá na Estância Pirineus que em recordar não tem como segurar a saudade e a emoção. Pery e Bob eram os cães de casa, solícitos, brincalhões, amigos , depois vinham os gatos, a égua baia Brasilia, as maritacas, que vinham visitar frequentemente os mangueirais, as preas saltitantes, o sapo canecão, as cigarras de canto mavioso, os sabiás, quanta alegria junta, quanta despreocupação de uma era agradável e sincera, bem diferente deste panorama  tenso e diluido da cidade grande que avolumam contrastes e mais contrastes e nos fazem esquecer o nosso chão de beleza contagiante.

2. Estou anotando um pouco do que se passou comigo, é Natal  e naturalmente bate aquela lembrança de algo inocente que mais marcou a vida da gente. Cada um  a seu modo tem histórias, estórias, lendas  e suas particularidades  de perder o fôlego, não é mesmo? Então este é o momento adequado para na louçania  da reflexão, viver, voltar atrás e ver o quanto perdemos a medida que envelhecemos.

3. Hoje vou enveredar por outros lados e não poderia deixar de registrar com força minha indignação  em sintonia com todos os brasileiros, gente do bem, ao tomar conhecimento do episódio triste em que um cãozinho Yorkshire recebe mal tratos da mão que deveria acarinhá-lo e acaba matando-o impiedosamente na  presença de seu filho  de 3 anos de idade. É um absurdo e covardia tamanha que só em pensar parte o coração de todos, o que aconteceu  na Cidade de Formosa (GO).

4. A indignação geral não se fez esperar, tão logo tornou público a crueldade,várias personalidades sensíveis da mídia brasileira, outras entidades protetoras dos animais  se manifestaram e pelo que pude ver tocou os quatro cantos do Brasil, como se alguém bem próximo de nós tivesse sofrido. E  é verdade, o simpático cãozinho só queria  brincar, fazer traquinagens e receber afagos e encontrou a morte das mãos de sua tutora.

5. É  hora gente sensata de repensar a  realidade e cada um tomar decisões para que o conjunto da sociedade adira o mundo bom o quanto antes, pois se não vamos sossobrar e enlouquecer, como aconteceu com esta infeliz senhora que vai levar pela vida afora esta mancha quase sem perdão.O fato encontrou no Yotube a repercussão devida , senão seria mais um entre as quatro paredes da alta depressão humana hodierna. Vá entender o bicho homem, dotado de inteligência, vontade e sensibilidade?

6.  Quando você hoje chegar em casa abrace seu animal de estimação em meu nome e em reparação pela invitia desta conturbada senhora goiana que não soube entender a beleza da criação, que espancando este animalzinho indefeso, espancou quase duzentos milhões de brasileiros pacatos e de bem com a vida e de boa com seus animais queridos.

> Disse o que disse e estarei sempre a serviço das causas dos menos favorecidos da sorte, aberto ao diálogo e intensamente voltado para a paz brasileira sem condições e barganhas, máxime no que tange aos direito dos animais e a sustentabilidade do chão global.

7. É só observar em volta do  presepe  iluminado  pela  estrela de belém ,  pelo olhar de Maria ,  pela  dedicação de São José, pela presença de reis, anjos e pastores. Quem também estava lá representando  sua raça, não foram as ovelhas? E o boi e o burro, de hálito quente, ruminando o destino futuro de sua descendência? Pastor sempre anda com seu cão de guarda, pois quem melhor do que eles historicamente não protegem as ovelhas e seu dono contra lobos ou salteadores rapaces?

8. Que a harmonia deste momento mais uma vez renovada neste conturbado ano de 2011 reflita em todos os lares brasileiros, reflita em toda a criação, especialmente nos animasis a bondade do Príncipe da Paz , aquele que disse:"Amai-vos uns aos outros como eu vos tenho amado." Isto vale também para  as criaturas que acompamham os homens na sua jornada insólita e fugaz. vale para todos os cãozinhos da face da terra. Paz e Bem  a todos como queria o Poverello de Assis. Fecho este com um sentimento indefinido  de tristeza  e indignação pelo ocorrido com o cãozinho yorkshire.

>> Post scriptum: Hoje mais do que nunca esta nota do rodapé vem à calhar, fui pesquisar no Google soberano e encontrei a citação que aspirava para fechar esta postagem, me comovi ao tomar conhecimento  da raça Yorkshire, tão tenra e tema destes versos desencontrados, à guisa de aprendiz das rimas soltas e leves, hoje de luto pelo ocorrido enunciado acima, por demais sabido e nunca entendido, perpretado justamente por mãos que deveriam  ser guia da  alegria de uma raça pequena, esguia, companheira e simpática.

>>> Neste contexto sem palavras no vocabulário da escrita falada e pensada, no avesso dos dias atuais, onde seres humanos são encontrados mortos e esprimidos em mala na Bela Cintra, sinta a diferença de décadas atrás, quando as Igrejas da Capital Bandeirante não cabiam de tanta gente concomitante com as verdades do Cristo Ressuscitado e com as doces  e trágicas lições do Gólgota salvífico.

>>>> E que hoje locupletam os shopings centers, nada contra ou a favor e esquecem do Menino envolto em faixas, numa manjedoura que o agasalha e não tem mister de pompas e circunstâncias, pois Ele é a verdade que  veio a este mundo para espantar as maldades das trevas do antigo inimigo do gênero humano trasvestido de serpente astuciosa.

>>>>> Este palavreado extenso é para dizer, sem esmorecer, que a raça Yorkshire  Terrier também saiu das mãos belas do Criador para cumprir sua missão na aparência pequena, mas grandiosa perante aos outros seus irmãos de sangue e para ilustrar a vida de seu dono em qualquer circunstância. E não para receber pancadas e morte terrível , isto torna-se inadmissível  e uma violência gratuíta contra uma das menores raças do planeta.

>>>>>>Vou citar agora quem entende do assunto e dar os créditos ao Canil & Pet Shop -Pimpolhinhos com sua página na internet: htpp://www.pimpolhinhos.com.br/YORKSHIRE.asp

>>>>>> " O Yorkshire Terrier é uma das menores raças, adaptando-se assim a espaços pequenos, onde exerce com coragem seu papel de cão de alerta. Ativo e dócil, o Yorshire é também uma companhia muito agradável. Por ser extremamente inteligente, dinâmico e ativo, está sempre ligado a tudo que o rodeia. Possui um carácter dócil e sociável que permite levá-lo a todos os locais, sem o menor incoveniente. Seu temperamento carinhoso e afável o torna um grande companheiro, pois é divertido e devotado, muito carinhoso para com aqueles que o cercam, particularmente seu dono, de quem adora receber  todas as atenções e partilhar o colo. Devido a este apego, o Yorkshire o faz estar sempre em movimento. Segue o dono  e adora brincar, mesmo depois de velhinho. São ótimos para viver em apartamentos por não terem o costume de latir em excesso, somente em caso de alerta. Se penteados habitualmente não soltam pelos, são muito limpos, pois sua pele e pelos não exalam cheiro."

9. Pois Zé, que pena , um desses filhotes foi recentemente morto pelas mãos de sua própria dona....Vá entender a psique humana descontrolada, capaz de atos impensados e irrracionais, pegando o gancho, capaz de poluir a terra, soltar bombas, roubar, trair, mentir e barbarizar a torto e a direito quando fica fora de si. Cristo Senhor já dizia esta é a hora do poder das trevas, vigiai e orai para que non intretis in tentationem, são palavras suas, bem como estoutras: Bem aventurados os mansos pois possuirão a terra.

10. Quando o mundo  bom vingar, cumprindo as promessas de Fátima, então a mansidão e outras virtudes florescerão para o bem do povo e felicidade de novo. Até lá vamos assistir  a desagregação do equilibrio global, a poluição sem precedentes do planeta, a decomposição dos conceitos do belo e pulcro, os absurdos das leis anti-naturais, as voracidades dos lucros, os atentados contra a ordem e a moral, o esforço insano do inimigo do gênero humano em fazer prevalecer o seu caos institucionalizado.

11. Mas, não esqueçamos que tudo pertence ao Senhor do Tempo e com um simples sopro de sua boca profética  amainará ventos e tempestades, e não trata-se de figuras de linguagem, quando tudo acontecer  é bom, muito bom que a alma esteja equalizada com o criador, se não será um Deus nos acuda sem lance protetor. Ainda resta tempo na areia que escoa da ampulheta misteriosa, cultive seu jardim, não esqueça de regar as rosas que fornecerão o chá matinal  e restaurador e o antídoto poderoso contra os grandes males da travessia.

12. Que  o novo ciclo em 2012 seja o começo da renovação efetiva , intuitiva e construtiva para você , meu amigo querido e todos os que o cercam. Feliz Natal e boas coisas para o ano bom. Abs de união!!!!

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário