terça-feira, 21 de junho de 2011

O caminho de volta na era do instant page

o caminho de volta na era do instant page

1.A formiga sabe a fôlha que corta, a abelha escolhe o pólen do mel, o cão o dono de sua afeição, o gato o telhado de sua predileção, o urso a caverna de sua hibernação, o jacaré a lagoa certa de sua espreita, o boi evita o mata-burros estreito, o esquilo quebra a noz consistente, a aranha arma a teia da provisão, a matilha fareja a presa correta, as manadas de búfalos se protegem juntas do perigo à solta. o joão de barro entende de construção, constroe sua casa ao abrigo da chuva, na direção contrária ao  vento sul, a mafagafa afaga os filhotes e sustenta a casa na fartura de nobre, o sapo a pedra do salto conhece, um prato de trigo não alimenta um tigre faminto,

2. E o homem, que  ser esquisito, ama o cobre, insiste em passos falsos e cobre a terra de devastação, polui rios, arranca as árvores nativas, enche as ruas de máqinas mortiferas, anda adoidado, passa por cima de valores, mata seu semelhante e sorri um riso falso  de estreante a galã mundial, sem perceber que o freio da lona depende.

3. Não entende dos planos de Deus, a paz perene deixou fugir das suas mãos, programa guerras, desavenças e polêmicas baseadas no seu egoísmo ego centrista. Esta fora das vias, percorre esquecido das principais teorias da existência. O que foi certo hoje, em carácter de lei, joga no lixo da história e contempla aleivosidades negando a sã consciência verdades universias.

4. E o homem insiste em seu passo em falso... sem perceber que enleia perigos, não sustenta o que diz, e entrega a terra à sanha dos algozes do tempo atroz.

5.Não precisamos ir muito longe, à pé mesmo dá para perceber a nossa volta o quanto distamos de uma era feliz... Não há mister dos oráculos das previsões apocalípcas e sim pisamos nos terrenos das constatações físicas.

6. Em se tratando de mil veículos licensiados / dia na Capital Paulista. Não estamos na América do Norte, onde o forte das rodovias é a funcionalidade das vias expressas, túneis, viadutos, elevados justapostos, obras da engenharia inteligente de um povo prático e consonante com a sua democracia.

7. Não possuimos a dinâmica avançada do Google soberano que em parceria com a Solar City vai instalar painéis solares nos EUA, inaugurando lá a era das energias renováveis em alta escala( Diário do Comércio 12-Logo 15/06/2011).

8. - Deixe de blá, blá, blá interceptará alguém. Este filme em preto e branco já assistimos muitas vezes. Se conselho fôsse bom , a gente venderia, oká poeta das mínimas certezas.

9. Agradeço a delicadeza, as estruturas daqui são pavimentadas erroneamente, as bases movediças são aparentes, se ainda não acertamos o alvo, não quer dizer que não possamos redirecionar ações para cabais soluções. Tudo depende do vidro que se mira a realidade. Se continuar este trânsito caótico e fora do esquadro, duvido se em menos de 1 a 3 lustros adiante seremos obrigados a retomar o caminho de volta.

10. O varejo e o atacado marcaram nossa migração em busca da eldorado Paulista na década de 70 e 80. Chegamos em busca de sonhos justos de crescimento, onde o vencer na vida foi o estopim deste movimento. Certo, não nego, pois na minha profissão de poeta fui beneficiado, no que agradeço o bom bocado, que até hoje perdura no meu paladar e aguça minha inspiração.

11.A questão é que o caminho de volta será um fato mais na frente para desafogar a capital, frisando que deverá ser um caminho livre, desembaraçado, escolhido na consciência e oportunidades que surgirão na curva da estrada dos brasileiros em todas as suas camadas de atuação.

12. O caminho de volta pode ser aqui mesmo no solo paulistano das mil maneiras de levar a vida, dos mil negócios, das mil passarelas da moda, da fina flor da elite brasileira, de um povo batalhador, de uma plugação total e antenada. O caminho de volta passa necessariamente pelo código de ética instituido por Deus no dacálogo, pelas leis de nossa Terra Amada, pelo respeito à propriedade privada, pela valorização do trabalho, pela paz no campo e na cidade, uma paz estribada no bem do semelhante. 

13. Falo da  São Paulo dos conceitos conservadores de seu povo, dos pilares inovadores desta geração entusiasta e polida que dirime os rumos da pátria brasileira. Que pretende consumir vada vez menos  produtos com um patamar alto de GEE, que põe na pauta de suas exigências diárias a certificação de origem legítima.

14. O Brasil, especificamente São Paulo alavanca a era on line, e seus acessos tem proporções invejáveis nas estatísticas globais. O Google até já nos disponibilizou a versão delta do "Instant Page" que em zero segundo traz um resultado impressionante de buscas instântaneas ( Diário do Comercio  12-Logo de  15/06/2011 )

15.O Brasil tem panoramas a espera de ser preenchido pelo homem, agora com responsabilidade, imbuído de uma firme noção de sustentabilidade e irrestrito respeito à mãe natureza. Ferramentas tecnológicas de alta precisão é que não faltam a esta empreitada. Cabe à política a adequação perfeita entre a tese e a realidade.

16. Se o retorno não se der para as suas raízes, não faz mal, outras regiões brasileiras estarão prontas a receber os migrantes modernos com o coração alegre e peito destemido, confiante na sua capacidade de união, soberania e esfôrço conjunto para o bem de todos e a felicidade de novo.

17.A calma vai voltar e com ela os horizontes de abastança, grãos em abundância e cidades harmônicas em exuberância de qualidade de vida e cuidado extremo com a natureza, o colírio e a certeza de dias melhores para sua abençoada prole brasileira que evidencia uma inata vocação agrícola e tem potencial ainda inexplorado na sua totalidade e campo de ação ilimitado do tamanho do seu sonho de gigante.

18.O ar de nossa querida metrópole está cada vez mais poluído, dispendia-se energias com uma metrópole que não dorme mais, não respeita seus cidadãos ciclistas, enlouquece seus motoristas, uma metrópole que beira à loucura, uma metrópole que tem reservas de generosidade e heróismo, uma metrópole que poderá ainda fazer aquela manobra certa e salvadora de nossos destinos, há muito confiados em sua direção sábia, destemida e corajosa.

19. Então vamos aguardar com expectativa crescente este momento único, esta primavera equinoceada, como estamos esperando a chegada para hoje no hemisfério sul do solstício de inverno às 17:16. quando o astro rei terá em sua evolução a maior declinação em latitude e veremos a noite mais longa do ano.

20. Me lembro de Giovanni Papini, o poeta do encontro com Deus: ".... todas as palavras que fazem os homens viver, vieram dos montes, das selvas, dos desertos, das planícies solitárias, onde só as cotovias tem seus ninhos..."

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário