sexta-feira, 20 de maio de 2011

Era micro eletrônica>chips>hps>ipads...

                                     Era uma vez eletrônica> chips>ipads>ipods...

1.Quem ainda não ouviu falar  da Apple - Intel - Oracle Sun, californianas, responsáveis pelo pool das novidades digitais e criadoras das imponentes portáteis impressoras à laser, a interface gráfica, a computação, sabem lá mais do que surgirão bafejados pelos "milagres" da engenharia cibernética!?

2. A era eletro magnética  arrepia os cabelos dos internautas com sua pesquizas e novidades atraentes. Neste contexto os celulares com seus recursos abrangentes,trazem em miniaturas minusculas componentes que permitem sua performance poderosa entre os usuários.Em cada esquina vemos alguém falando no aparelho.Até no rincão mais afastado ele chegou e funciona mesmo como pude atestar inúmeras vezes - dependendo da localização da tôrre e o sinal. Se fôr aberta para os satélites a era da comunicação global irrestrita e ilimitada terá interligado todo o planeta.

3.Só no brasil a cifra é monstruosa, mais de 80 milhões de aparelhos comercializados no ano passado e a conta aumenta a cada minuto quando alguém compra um celular. A par do progresso incalculável, o perigo está bem ao lado do nosso ouvido como traz a matéria do Diário do Comércio de 1/4.2011 -12 in loco a respeito da radiação eletromgnética: "... há estudos que sugerem uma ligação entre o uso de celulares e câncer, diminuição da densidade óssea e infertilidadse masculina." Sem falar também quando o uso do aparelho se tornar prolongado "... por 50 minutos seu célebro aumenta em 7% o metabolismo da glicose."

4.Pergunto porque ficar usando o celular ininterruptamente se lá na frente poderá causar danos irreversíveis à saude. Um assunto puxa o outro e acho que tem informações demais circulando por aí nas ondas magnéticas e poucas ações práticas e concretas em prol do mundo bom e os inter relacionamentos pessoais estão ficando cada vez mais raros, distantes, quando não a desejar...

5. Mas poeta das farpas incisivas, a tecnologia tornou-se primordial para o mundo cada vez mais exigente dos negócios, vão argumentar os entendidos no assunto. Sim é claro que sim. Basta o sistema parar que todo o mundo cruza os braços.O setor financeiro que o diga: "- tá sem sistema! Tô com um probleminha no sistema, sem previsão para voltar...

6. Não vamos nos digladiar, não vale a pena a discussão.Aliás seria ingrato, utilizo diariamente a alta tecnologia da Google para postar os poemas mínimos e sou acessado conforme as estatísticas em várias partes da terra. Agradeço estes cliques amigos, sem os quais não teria motivo e alento para externar sentidos sentimentos.

7.Tudo hoje depende do sistema integrado de informações.Estas ferramentas são imprescindíveis na era pós moderna, não vamos olvidar os conceitos perenes, os valores morais, as verdades universais, não podemos sacrificá-los na fogueira ardente das ambições consumistas e depois colher o nada de satisfação , o nada de felicidade de situação, o nada das conversas amenas, o nada dos familiares e amigos, o nada do nada! A máquina suplantando o ser>>>

8.Basta ausentar-se do computador, note ou netbook e deixar-se ficar a mercê do lazer, da prosa amiga. A caminhada é salutar, o esporte, a academia,a Igreja, a faxina em casa caem bem. Dedicar-se com espírito livre a mil afazeres. Alhear-se do computador uma tantas horas diárias é o caminho do equilibrio mental.

9.Friso sem cessar que a tecnologia é uma ferramenta de utilidade quase ilimitada, mas que venha suplantar o ser que a criou é uma inversão de valores imperdoável. A máquina pela máquina, não!  O ser inteligente composto de alma e corpo é que deve ditar as normas consensuais e nada mais!

10.Equilibrar a balança, viver de modo aprazível, contar até cem, se preciso até 150, respirar fundo, repensar a vida, contemplar o pôr do sol, andar de byke, organizar o juìzo são tarefas fáceis de realizar e que afastam definitivamente o estresse da correria do dia. Experimentei e deu certo.

11.Este é um simples aviso de um poeta igual a você. Agora se não gosta do que escrevo não me acesse, que desapareço. Se ao contrário existir sintonia entre nós, deixa sua opinião para que eu possa  continuar a dar vazão nestas linhas que endereço a você, com imensa satisfação.

12.-Mas, poeta colecionador de rimas amenas, quando no seu pomar veremos florescer novamente variegados frutos? Onde foram parar os doces versos da Pirineus bendita? Onde estão aqueles acerca da ventania, do café no coador, das tardes ensolaradas e da azáfama tardia?

13.- Boa lembrança, boa pergunta.Preciso de um tempo para responder pois esta sua intervenção bateu fundo e merece algo especial que eu ainda não sei o que. Mas prometo que vou pensar a respeito. Vem a minha mente a estrada empoeirada, as preas, as preces aos pés do cruzeiro iluminado, os serões em noite de lua clara, a casinha branca construida na encosta da serra, cercada de pomar, as cantigas de roda das tardes de lá...

14. A máquina não consegue amar, nem pensar.Ela é programada em seus fusíveis e chips para executar comandos, tarefas. Nada mais simples, nada mais complexo. Querem-na num estágio avançado com intelecto artificial. O robô pilota naves espaciais, aeronaves, está presente na medicina, ocupa nas fábricas lugar de destaque, na construação civil, nas safras recordes de grãos, em praticamente  todas as áreas das atividades desempenha um papel preponderante. No entanto que venha a substituir o homem em tudo cai bem somente nos filmes de ficção norte americanos.

15.A minha intenção primeira ao postar neste blog seria versar do que mais gosto,do sertão iluminado e sua humilde versão onde o mundo do progresso teimou em sepultar com seus tratores e caminhões à diesel,com sua fumaça deletéria em nome do avanço tecnologico.E passados 50 anos,conseguiu quase plenamente, totalizando desmatamentos, poluições, expulsando homens e animais de seu habitat natural. Cresceu e multiplicou suas cidades de luz leon e apagou a luz das estrelas, dos vagalumes solidários e do canto da cigarra.

16. Enfim, de contrastes em sobressaltos, estamos à beira do caos devido a multiplicação em série dos bens de consumo, das fábricas e industrias, dos automóveis barulhentos que o planeta dá sinais de exaustão e as fôrças descontroladas da natureza preparam o revide com toda a certeza.

17.Como se não bastasse apareceu um figurão que anda negando a filosofia - Deus há muito foi banido da cogitações terrenas - com isso nega sua própria existência e a inteligência que possibilita a elaboração de sua tese. A vida humana esta ímpregnada de fundamentos filosóficos. O simples fato de existir em si é filosófico. Negar todo o conhecimento adquirido anteriormente, aquele que nos liga a Aristóteles, Platão, Sócrates, Sêneca, Demóstenes, Cícero, Epicuro, Santo Tomás de Aquino,Santo Agostinho, ao Tomismo e a Patrística, todo conhecimento e fundamentos de Kleper, Galileu, Heinstein, para exemplicar se fôssem deixados de lado seria um desastre que nos levaria a era perdida da pedra lascada.

18. Se somos o que somos, se chegamos aonde chegamos, foi porque outros se debruçaram sobre as questões primeiras da humanidade e de sua origens, estudaram os elementos,decifraram seu gene e fórmulas e houve em todos os séculos quem desse a continuidade. Se aportamos na era quântica dos nióbios foi porque in fieri surgiu a tese da matéria e forma, a descoberta do átomo, agora divisível e assim por diante.

19. Em última análise o grande Motor Imóvel blindou a humanidade com este universo complexo, repleto de variedades, tons,cores  e deixou a missão para os homens de descobri-lo e se utilizar dos elementos com moderação e inteligência,dado a finitude de sua existência e a plenitude de sua alma.

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário