segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A pátria da alta definição x preconceitos on line

1. Na qualidade de poeta minimalista considero as palavras da estudante de direito, Maiara Petruso veiculadas na internet de muito mau gosto e soaram aos ouvidos dos brasileiros como provocação, intolerância, discriminação e elas não correspondem às verdades dos fatos, a historia do brasil, e ao grande valor moral e pátrio dos nordestinos.

2. Aliás, o Nordeste brasileiro foi e será sempre berço de grandes poetas, estadistas, presidentes, catedráticos, professores, de uma população esforçada, de gente alegre, descontraida e maravilhosa e a jovem Maíra foi infeliz ao fazer estas declarações infundadas. Ela precisa ser ouvida e acompanhada pelos pais mais de perto, pois creio que tenha escrito nos arroubos dos resultados de 2º turno das eleições.

3. A região nordestina, sofrida pela seca, não abate a persistência e a determinação de  sua gente. Não existe dois brasis ou mais e sim a pátria brasileira com seus quase 160 milhões de habitantes e o nordeste desponta hoje pioneiro em sua inovações tecnológicas, na capacidade intectual de seus habitantes, na reserva de generosidade e heroismo de sua gente e não me espantaria se no futuro vier a ser o polo gavitacional do país. Acho que a internauta desconhece o Brasil, o nordeste e a si mesmo. 

4. Pulo a página pois serão averiguadas as procedências divulgadas e os mecanismos sérios da justiça e leis deliberadas cuidarão do caso com largueza de vistas e objeto encerrado. Louvo esta região do brasil chamada nordeste de gente valente, guerreira e de fé ardente, sem eles, nossos irmãos esforçados e trabalhadores, o Brasil não seria este gigante promissor, construiram Brasilia, povoaram os quatro cantos da pátria amada.

5. Não é a posição geográfica ou social que conceitua um estado ou região, mas sua vontade indômita de construir, sua facilidade de intuir rumos para si , para os seus e o genial de cada estado brasileiro é a interação geral, o constante movimento de sua gente e a capacidade de adaptar-se às inclemências, de enfrentar problemas, de progredir sempre cultivando a solidadriedade, crescendo em idade e sabedoria, aumentando seu patrimônio com honestidade, denodo e resolução.

6. Isto se aplica aos queridos irmãos nordestinos que amo e respeito, eu mesmo vim para São Paulo, e sou quase de lá, agora não dá para acreditar que exista hoje em dia pessoas despeitadas propagando questões infundadas na internet, preconceitos e intolerâncias das quais o mundo já teve notícias trágicas no passado. Este furor é descabido e ponto final.

7. Não posso me calar, não ajuntei versos para guardar, fica o alerta aos pais e professores que orientem bem seus filhos e alunos. A vida brasileira deve seguir seu rumo normal de olho bem vivo na realidade e no desenrolar destas questões importantes, pois em águas turvas poderão outros mais pescar tubarões, e ai?

8. Não é porque o eixo  majoritário do poder aquisitivo concentra-se em São Paulo que capacita opiniões para desmerecer outras regiões brasileiras. Um olhar atento sobre nossa realidade aqui nesta cidade que amo e respeito mostra que não flutuamos em nenhum mar de rosas, pois as velas estão chamuscadas pela poluição e qualidade de vida discutíveis.

9. E um dias desses qualquer poderemos ir bater à porta da região que guarda celeiros para o futuro sustentável da nação brasileira. O vento que vem do norte sopra forte e aquece nossos corações de poetas mínimos, traz  sorte, traz  vida e prenuncia alegrias. A rosa que ele balança, é rosa cor de rosa, rosa flor, rosa amor...

Helder Tadeu Chaia Alvim

Postar um comentário