quinta-feira, 24 de junho de 2010

Viva São João Baptista na era do homem ipod!

viva São João Batista na era do homem ipod!

1.Hoje é São João, tem festa e rojão, o santo é forte e agradece a participação.A alegria é contagiante, paira no ar sua santidade e grande compenetração. O Santo é nobre e recolhe atenção, esbanja solenidade e nas cidades, interior e capital todos lembram dele a seu jeito com cheiro quente da bebida ardente, tem canjica, pé de moleque, bandeirolas e fogueira crepitante. O importante é que se lembrem dele agora e a cada instante. Tem missa, procissão e a queima dos fogos de artifício para rememorar aquele que a Cristo batizou e amarrou com devoção sua vida a dele com comoção.

2. Que homem é este que até hoje se alembram dele. Sei que nasceu de Isabel, foi primo de Jesus,  Deus Humanado.João de nome indicado a Zacarias pelo anjo emissário, habitou o inóspito deserto da Judeia há dois mil  e tantos anos, se alimentou de gafanhotos e mel silvestre, vestiu-se de pele rota, mas com gosto preparou a vinda do Messias Glorioso.

3. Sei que foi profeta da penitencia, arrebanhou seguidores, foi contemplativo e saboreou eternos valores. Pregou a humildade, atraiu gente da cidade, desagradou o rei Herodes da maldade, viveu no tempo da cruel dançarina Salomé, boa de pé, de imaginação ambiciosa, demente, aquela da citação do evangelho que dançou para a corte a dança da morte e terminou por oferecer num prato a cabeça inocente de João, mártir e crente.

4. Até hoje a gente sente ao chegar seu dia que a inocência sempre vence. Cada São João que chega vem com ele no ar a chance para o mundo mudar e contemplar mais o infinito, ajustar o juízo aos planos de Deus Crucificado, que almeja o bem e não olha a quem.A sua fogueira crepitante faz lembrar o anuncio de seu nascimento nas montanhas de Ari Karim e até hoje clareia o mundo afugentando as trevas do mal e acrescentando uma boa pitada de sal, saibam todos assim.

5. A alegria santa dos festejos clama sua voz no deserto do homem ipod afastado de Deus, da pureza nas intenções.Feliz daquele que se deixa contagiar pela mensagem de João, santo forte e poderoso que miracula o mundo desgostoso.

6. E estas iguarias saborosas que o costume do povo instituiu na tradiçao secular do nosso Brasil é o emblema certo que ele prepara um mel eterno debastando os morros da incompreensão e erguendo uma escada que vai levar ao banquete das eternas monções.

7. Que viva São João ano todo em nossos corações até o momento derradeiro do último suspiro quando a morte bater à porta e nos encontrar apostos para a grande viagem para a eternidade.Aquela da última notícia que não requer aviso de volta.

Helder Tadeu Chaia Alvim   
Postar um comentário