sexta-feira, 23 de abril de 2010

A ultima chama e o futuro do mundo

1. Deus abarca a plenitude humana, "vim para que tenham vida e vida em abundância..."Tirou do caos o universo e o encheu de cores variadas, pôs seu ritmo alegre nos astros estelares, fez surgir as sementes, elaborou os minerais, lapidou os diamantes, fez crescer as árvores frutíferas, os animais na multiplicidade de suas formas e tamanhos, olhou para as serras, montanhas, as vegetações, adorno da terra árida, as águas, os volumosos rios, os regatos e cachoeiras, os oceanos com suas proporções colossais.

2. E a plenitude de sua bondade não parou aí, plasmou o homem a sua imagem e semelhança e o empossou como rei da criação, dotou-o de inteligência, vontade, sensibilidade e lançou o grande desafio que até hoje é perseguido por eles, a raça humana: "Crescei e multiplicai-vos..." enchei a terra de feitos e canções, tocai a fimbria do universo e fazei surgir as nações, a diversidade das raças, costumes e tradições.

3. A seguir por aí seria uma beleza, todos irmanados em torno do bem comum, ajudando-se ( e não guerreando) mutuamente, uns plantando algodão, outros o centeio, aquele outro amanhando o rebanho, construindo pontes, hidrelétricas, catedrais e assim por diante, se espelhando nas qualidades do próximo, querendo superá-lo não em arrogância, mas na genialidade de suas concepções,virtudes, bom senso e interação.

4.De repente o movimento se apouca, a prepotência, a ganância se instalam e a história humana em determinado momento se desvirtua, desnecessário seria descrever a trajetória das crises,intrigas, conflitos, guerras de gerações após gerações, quando a moldura bela e pura da humanidade se trinca e as fissuras horríveis começam a aparecer. O tempo passa e com ele a vida humana para muitos chega inexoravelmente ao seu ocaso, outros continuam a trajetória ingloriosa, poucos se dão conta do movimento, as reações são esquecidas, desvirtuadas e...

5.Tocamos na hora presente ao termo de um mundo altamente evoluido tecnicamente, cresceu um absurdo no conhecimento quântico - nanotecnológico, olvidou a outra parte,a alma imortal criada a imagem e semelhança de Deus. Ele, paciente ainda espera o recomeço da última chama, aquela que restou e está bruxuleante, que aguarda o sopro misterioso para reacender seus valores perdidos.

6. Precisamente, no meu entender a hora será aquela quando a Divina Mãe Maria Santíssima pronunciar o acorde final: "Eles não tem mais Fé..." Aproximarão os anjos arcanos dos mortais e o penúltimo selo será quebrado: "Fazei tudo o que Ele ..." - o grande poeta dos versos perdidos- "disser"...

7. E a grande volta da humanidade para o bem vai acontecer quando este horizonte carregado de preocupações se dissipar. Partindo do princípio que um ser supremo de extrema bondade paira sobre nossas cabeças titubeantes e rege nossos destinos, a nossa fé pode alcançar a restauração e a terra voltar a ser um lugar de ordem, bem querença e elevação, definitivamente o futuro do mundo será uma era de "Paz, Justiça e Alegria no Espírito Santo." Será sem dúvida a era do fogo, do amor e do temor de Deus, "princípios da sabedoria."

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário