segunda-feira, 19 de abril de 2010

Caos Institucional

1.A atual ordem social encontra-se abalada por convicções errôneas, e não é novidade para ninguém. E para piorar a situação a omissão e o silêncio daqueles que deveriam falar e agir a respeito calam as poucas vozes sensatas do planeta terra.

2. A corrupção do ótimo desemboca naturalmente no péssimo - já dizia o filósofo...Erramos sim, ao conceber o mundo do ter em perigo do ser, ao focar nossas ações no imediatismo, no oportunismo de um progresso sem Deus, na sexualidade sem o sentir maior, em conquistar postos altos em detrimento do bem querer humano, em concorrências desleais pisando em valores morais, em suma perdemos nossa alma.

3. Isto é pouco? Não! Fez desembestar o mundo, gerou crises, guerras, desavenças,violências, pedofilias, e uma pleiâde de tantas desgraças juntas. Esquecemos os valores da solidariedade, quisemos um Cristo sem cruz, nos refugiamos em nossas ilhas hollywoodianas e amanhecemos partidos, naufragados, divididos em nossas quimerãs vãs.

4. A resposta está aí, salta aos nossos olhos cansados e não sabemos o que nos espera na interminável esquina de nossas ilusões. O que mais me impressiona é que os condutores de nossos destinos terrenos parecem ignorar e por nada deste mundo carregam nos seus discursos e ações a marca deste novo tempo chamado caos institucional.

5. A campanha política se aproxima, os presidenciáveis se preparam em suas vigílias,não de orações, mas de um marketing inteligente e elaborado, onde parece que o vencedor sairá dos estúdios de gravação consagrado, não importando muito as realizações pós e pré. Esta é minha opinião democrática e você, caro leitor não precisa necessáriamente concordar comigo e estou propenso a alterar estas letras se houver um argumento convincente.

6.Estamos pagando um alto preço e os juros se acumulam inadimplentes no banco do coração: pedofilias, que horror mil vezes!!! abro um parentêsis- e falo na qualidade de ex-seminarista do pranteado Dom Antonio de Almeida Moraes Junior, arcebispo de Niterói, consagrado nos anos 70 como o maior orador sacro do Brasil. (Conf. seu notável e inspirado livro: Breviário de Maio). Se estivesse vivo do alto do púlpito certamente invectivaria o sal que perdera o seu sabor e escandalizara os pequeninos. Cabe agora das autoridades eclesiásticas uma posição firme e categorica em conjunto com o poder civil. Vale dizer que Bento XVI dá mostras claras neste sentido e que vai purgar o corpo mistico de Cristo de tais anomalias e câncer profundo. A cátedra de Pedro é a única guardiã da promessa divina: "Portas inferi non prevalebunt adversus ea."

7.A meu ver, esse lobos vorazes e pedófilos, aliciadores de menores, vestidos de pele de ovelha deveriam ser reduzidos a estado leigo e entregues ao poder civil, para serem julgados pelo rigor da lei vigente no Brasil. Nas sóbrias e austeras cadeiras do seminário São José, aprendi que todo cidadão, não está acima das leis é responsável pelos seus atos e com o passar dos anos formulei meus conceitos e acho que estes urostigmas casearis ficariam bem alojados na lixeira da história, traíram seus votos na ordenação sacerdotal e mancharam sua mãos com o pecado ignominável da pedofilia, abandonaram aquele viver na presença de Deus que faz da entrega sacerdotal um dom de perseverança e santidade.

8. No firmamento da Igreja Católica a hora é de trevas para seu Pastor Supremo,para os 400 mil sacerdotes espalhados pelo mundo, sofre a Igreja padecente e entristece a Igreja gloriosa,em consonância com todos eles cabe uma prece dos que professam a fé na divindade de Cristo lembrando as batalhas de São João Bosco, Francisco de Sales, Bernardo de Claraval, Tereza d'Avila, Teresa do Menino Jesus, Madre Cabrini, Gabriel das Dores,João Maria Batista Vianney, Frei GalvãO, Pio Décimo, João Paulo II entre milhares de outros que ousaram seguir Cristo mais de perto e alcançaram a honra dos altares.

9. As alegações são fortes sobre este problema que atingiu de cheio a credibilidade das Igreja Católica e nestas aguas turvas seus inimigos irão pescar peixes graúdos de ceticismo que afundaria qualquer nau que não fôsse divina. Não há como negar os deletérios raios de sol ultra vermelhos que penetram pelos seus orifício chamuscando indistintamente a tez serena de tantos pastores dignos e consequentes na sua fé inabalável na pureza e perfeição da vida cristã.

10. Tão bom seria que surgisse uma encíclica papal Urb et Orbi que elucidase a doutrina perene da Igreja sobre este assunto, abordasse o tema delicado da homosexualidae, o casamento indissoluvel, o direito dos nascituros, o celibato eclesiástico, jóia de inestimável valor e promessa de uma bem aventurança eterna: bem aventurados os puros de coração,pois verão a Deus.

11. Tiranias, violências, intolerância global, todas ferindo a razão, fracassamos em construir o mundo bom... O esforço foi em vão pois vemos a cada instante nas ruas, casa, vielas, gente privada do amparo, sonhos pisados, ideais abandonados em cada esquina ou estação, a política sem ética,a serviço da corrupçâo, perdeu há muito tempo a liga forte da perfeição, a sensualidade desbragada que a mídia teima em divulgar sem limites ou razão.

12. Que mundo casulado é este que construimos, cada um de alguma forma contribuiu,onde estamos carentes não só de arroz, mistura e feijão, mas do bom senso, da justiça, da bondade, da fé em Deus, autor da criação.Não vivemos mais na presença dele, esquecemos da nossa mãe, a Virgem Maria, dos Santos, das eternas canções.

13. Nossa! Dirão alguns, que discurso carregado para uma ensolarada segunda feira de abril, pouca desgraça é muita. Realmente, não posso negar e nem deixar de afirmar meu pensamento e faço parte deste quadro, erramos feio, meu amigo. Acho chegada a hora da grande restauração, onde o mundo volte a ouvir a canção do coração,recite o Pai-Nosso, volte a acreditar no Deus de bondade que vem iluminando nossos passos desde nossa tenra idade.

14. E que volte a fruir a felicidade de situação. Cabe a nós até que este dia raie, a continuar obscuro fazendo versos, cantando prosas na esperança que o mundo desperte de seu sono letárgico e sintonize o canal divino da pura intenção para poder se capacitar para a luz da eterna monção.

15. No alto da humanidade, passam bois, passam boiadas, constroem-se sistemas, inventam problemas, geram teoremas, a fina flor da comunicação, mas esquecem os dilemas de uma alma plena, desviam-se da rota divina, mas tudo passa e caminha para o grande encontro no fim da jornada: CÉU, INFERNO, PURGATÓRIO, não há como fugir do fim, TUDO OU NADA!!! É o livre e solto arbítrio para cada ser humano que veio a este mundo. Se porventura nos faltar a justiça dos tribunais humanos, resta-nos apelar com o Grande Pescador: "Senhor, a quem iremos, só Vós tendes palavras de vida eterna."

Helder Tadeu Chaia Alvim
Poeta Minimalista
Postar um comentário