quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Natal iluminado

1. Chegou o Natal e a cidade de São Paulo está esbanjando iluminação. Este ano a grande metrópole realmente está maravilhosa e insuperável. É só a gente se dispor a dar um giro por aí e vamos deparar com o bom gosto e o requinte da decoração natalina. A paulista p. ex. está um charme, o Anhangabaú, parece que foi feito para você, o conjunto nacional traz a reciclagem dos artistas com muita criatividade. O Shoping Ligth montou um presépio lindo.E tem comemoração no Parque do Povo, da Luz, a ponte Octavio Frias de Oliveira traz um Papai Noel de 12 m. A mais marcante que cresce 5 m. a cada ano é a árvore de natal do Ibirapuera, que é aquilo? O Bradesco Presença presentea a cidade de São Paulo com este feito de tirar o fôlego do expectador Outros predios comerciais foram decorados á caracter. Parece que um supera o outro em equilibrio, cores e magia. E alguns veiculos pitorescos quebram a monotonia cinza do trânsito circulando festivos, tendo á bordo o papai noel sorridente. Muita gente vem visitar a cidade neste período - aliás, eleita pela revista Forbes a 3ª melhor do mundo em condições de hospitalidade, gentilezas e segurança para os turistas. Não é pouca coisa não, sô moço!!!

2. O intuito não foi só para aquecer as vendas mas percebe-se a vontade de comemorar mais um nascimento do menino Deus, nascido na manjedoura de Belém, lá na gruta, refúgio do rei David dos tempos do antigo testamento. Contam que uma estrela muito brilhante atraíra com seu fulgor reis e pastores,anjos celestes e animais terrestres. Todos a seu modo vieram adorar o Divino Infante, nascido da puríssima Virgem Maria por obra de Deus, José o Justo estava junto fazendo guarda a tão grande mistério. A Terra toda se alegrou na harmonia e clareza daquele que cumprindo as profecias veio para marcar uma nova era de graça e redenção.

3.Até hoje, passados mais de dois mil anos a lembrança destes feitos caminha com a humanidade e lança uma lufada de ar fresco em meio ao moderno caos programado. O natal verdadeiro é sobretudo espiritual, um movimeto de alma para a bondade e inocência emanadas da gruta de Belém na Judéia e que alcançou o mundo inteiro.

4. O Ano Novo tá batendo na porta da humanidade com seus desafios enormes, seus problemas cumulados, a terra necessitando de cuidados, o semelhante perdido em meio ás panacéias climáticas, corrupções, guerras e desentendimentos globais. No início da era cristã, a situação era parecida, havia o rei ambicioso Herodes, os Príncipes do povo, Poncio Pilatos de mãos lavadas, o Egito misterioso. A par disto uma luz apareceu e anunciou:"Gloria a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade." Abrir o coração para o natal é o primeiro passo para a tão almejada mudança que está ás portas. É o movimento do Senhor dos Tempos "que os ventos e as tempestades obedecem."

5. Se não a gente corre o sério risco de perder o bonde da história ou desembarcar na estação errada. A vida passa, já passaram dois mil anos e Deus continua o mesmo observando o desenrolar dos acontecimentos, a mão torta da humanidade, as ambições loucas do consumo exagerado, a falta de fé nos mistérios empíreos.

6.Vamos esperar mais juízo na cabeça dos homens e que eles se disponham a atinar mais para seu destino imortal, sua alma criada a imagem e semelhança do criador e que procurem no ano bom restaurar a moldura quebrada e tingir os contornos de um brilho totalmente novo. Se isto não acontecer estará encrencado o que realmente não deseja este poeta mínimo que pretende escrever coisas boas e não desavenças atoas.

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário