segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Os Três Ritmos

A vida de cada ser humano tem a meu ver algo de: Poético - Patético - Sintético . A poesia consiste em conversar com o sol, a lua, as estrelas ver o cotidiano através de um prisma  diferente,onde ele desencana, projeta sonhos de meiguice, aproxima-se do sublime,alça vôos na planícies das incertezas, plaina acima das sensatezes corretas, enfim, desliga-se da terra, contempla outras serras, não vive de quimeras, acredita piamente em uma nova era, lúcida, sincera que nos espera...

Não deixar que o patético atrapalhe, espalhe ondas de pessimismo enlouqueça comovendo nosso bom estímulo, escasseie os sentimentos de brio pavoneie em ritmo sombrio

Síntese sem recheio, mero devaneio, artificial na prática, duelo de opiniões, mesmice e pura paixão, que sufoca a doce poesia, não enlaça a humanidade, desgasta a simplicidade, subtrai da mente a elasticidade, em nome da dita praticidade

Agora que você conhece os três ritmos, cabe-lhe escolher com quem deseja se envolver, veja lá o que vai fazer!

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário