terça-feira, 28 de abril de 2009

Cenestesia ou Cinestesia

1.Vejo na poesia a palavra acertada, de abrangência ilimitada, tange as portas da revelação, descreve a ingratidão,documenta fatos, enxerga a realidade caminha pelas ruas, presencia a tristeza ora se anula na dissertação, ora voa nas asas da contemplação.

2. Ela se esforça para reverter casos reais em oportunidades sensatas,entende que a prosa, o verbo substantivado, o documentário exato de nada valem se o estômago se encontra vazio e a alma carente de agasalho.

3. Vago sentimento? Que na confusão de minha mente- koinós taisthesis -independe da ação dos sentidos, traduziriam os gregos, ou seria - kinesis aísteris -sensibilidade aos movimentos. Porque não os dois? Não visualizo problemas, são duas ferramentas filosóficas de longo alcance. Se está em dúvida, aconselho tome um caderno e lápis e saia em busca da verdade, deixe a realidade das ruas tomar conta de você. Uma coisa é dita, outra percebida. Ao longo de um dia terá em mãos material farto para suas conclusões.

4. Abstraia o que disse se não acrescentar nada ao que sabe, às vezes o poeta falha, viaja nas palavras, entala em praias perdidas, as falas da ilusão.É assim mesmo, o que seria do mundo se ele não levantasse a discussão. O intuito é movimentar diálogos, interagir a razão. Perdoe-me se tomo o seu tempo em vão, pretendia que o pensamento não se prendesse ao concreto, deslanchasse para o mundo imaterial, faz bem ao espírito desenvolver parâmetros, processar o desconhecido.

5. Toco o ponto da questão, os lentes no assunto são unânimes em afirmar que as idéias movem o mundo, quando o ser humano olvida seu conselho, seca em seu peito a fonte do equilíbrio,a sua generosidade inata, o heroísmo. O pragmatismo avança, estabelece o ceticismoe perde-se na confusa busca de crenças materiais, desprovidas da lógica.

6. Vou e volto e não temo em declarar que muitas das panacéias atuais, em âmbito global deixariam de açoitar o ser humano, se formulasse tese sólida de compreensão,baseada na cordialidade, imbuída de cooperação, que na prática reverteriam a atual situação.

7.  Enfim, mais pão à mesa, a tecnologia a serviço da humanidade, minorando a fome, a desnutrição alarmante, as guerras e ódios, legados ao passado, o equilíbrio e o bom senso restaurados, a crença no criador norteando as gentes, o planeta terra respeitado, voltando a ocupar seu espaço comum.

8. Sol, ar, chuvas, ventos, o firmamento, os animais, as plantas, os minerais, o homem, rei da criação - sinalizando uma era próspera para todos - patenteando a concórdia, a paz e a harmonia, estados de direito em um mundo perfeito.

Helder Chaia Alvim
Postar um comentário