quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Tudo em alta! Será?

1. Alta tensão, alto teor calórico... Termos, entre outros, que definem ou concentram uma determinada carga positiva ou negativa, importando muito as premissas.Assim a vida é cheia de altos e baixos. A estima, a determinação, dependendo do momento psicológico influenciam e conduzema ação.

2. O tempo presente traz contrastes fenomenais, atinge o ápice do surpreendente. Perdoe-me a franqueza, estimado leitor, estamos lidando até bem com a área tecnológica. No passado dominamos os mares, mapeamos a terra,solidificamos homogeneamente os quatro cantos do mundo. Hoje, digitalmente escarafunchamos tudo, definimos a imagem, saboreamos tanatas vantagens, e ai?!

3. Qual será o próximo passo? Os avanços são necessários, a evolução é inevitável, as distâncias devem se superadas, mas aonde fica o ser humano? A intelectualidade que me perdoe, estamos num tremendo embaraço. Quando desatarmos os nós da solidariedade, da compreensão e da tolerância, aí sim poderemos usufruir das facilidades e bem estar das altas dimensões.

*** Falo para mim mesmo, aos entendidos no assunto, ao leitor experiente e aos simples do povo, pois carrego comigo um gosto nato: ao ver um papel em branco, uma caneta espreguiçando ao relento, escrevo pensamentos com a melhor das boas intenções.

 

4. É hora, gente sensata de equilibrar a balança, pois a mão que pluga o conhecimento é a mesma que manuseia os elementos. Hoje tudo está em alta, menos o apreço e a violencia não tem endereço. Que tal delinearmos novamente o mundo e seus continentes, darmos uma chance para a concórdia e a paz, se lhe apraz inclua o calor humano na partilha, não esqueça a alma soberana.

@Tendo em vista que as hegemonias já pagaram seu elevado preço. Vai a dica de um poeta mínimo, acostumado a escrever para espairecer. Fizemos a cama, se queremos descansar, afaguemos a chama, pois depois, irmâo não reclama.


Helder Chaia Alvim

Postar um comentário