quarta-feira, 19 de agosto de 2015

sob o signo de Deus Pai

Sob o signo de Deus Pai
1.       Alguns excertos do livro: A Vida para a Gloria de Deus Pai, quando em 1932 Deus se dirige ao mundo através da Madre Eugênia Ravasio na Itália com o proposito aberto de dar-se a conhecer à humanidade e revelar-lhe sua bondade infinita. Torna -se atual esta revelação na medida que ela caminha sem rumo, sem norte, sem conforto açodada que está por tantos dias e noites tristes que lhe parece faltar as forças, tolher-lhe as esperanças...
2.       Vamos lá, se você quiser demorar um pouco comigo irá se surpreender com as palavras dirigidas `a religiosa para todos nós sem exceção de ninguém. E Deus sinaliza um tempo novo, de corações totalmente focados em suas misericórdias e merecedores  do quinhão eterno e ainda na terra dos homens provarão sobejamente  as alegrais de um mundo livre, bom e solidário.
3.       ‘... Quero proteger a juventude como um terno Pai. Há tanto mal no mundo! Estas pobres almas sem experiência deixam-se seduzir pelos atrativos do vicio que, a pouco e pouco, as conduzem à ruína total.
4.       Todos vocês que têm especial necessidade de alguém que lhe guarde na vida para poderem evitar o mal, vinde a mim! Eu sou o seu pai que lhe ama mais que qualquer criatura lhes amará alguma vez! Refugiai junto a mim, contai-me seus pensamentos e seus desejos.
5.       Eu lhes amarei eternamente, dar-lhes-ei as graças para o presente e abençoarei o seu futuro. Podem ter a certeza de que eu não os esqueço... Vinde pois, vejo que têm uma grande  necessidade de um pai doce e infinitamente bom igual a mim.
6.       Sem me deter em tantas outras coisas que seria a propósito dizer aqui, mas que poderei dizer mais tarde, quero agora falar especialmente às almas que escolhi para mim, sacerdotes e religiosos: os filhos queridos do meu amor, tenho grandes desígnios sobre vós... ( revelação completa htpp://abba.leiame.net/)
7.       Ah! Se soubessem como desejo ser conhecido, amado e honrado pelos homens com um culto especial! Este desejo tenho em mim desde toda a eternidade e desde a criação do primeiro homem.
8.       Este desejo exprimi-o várias vezes aos homens, sobretudo no antigo testamento, mas o homem nunca o compreendeu. Hoje este desejo faz-me esquecer todo o passado, desde que se cumpra agora nas minhas criaturas do mundo inteiro.
9.       Desço até à mais pobre das minhas criaturas para poder, na sua ignorância, falar-lhe e, através dela, aos homens, sem que ela se aperceba da grandeza da obra que eu desejaria estabelecer no meio deles!
10.   Não posso falar de teologia com ela, teria a certeza de fracassar, ela não compreenderia. Permito que ela seja assim para que eu possa realizar a minha obra com a simplicidade e inocência Mas a ti ( Sumo Pontífice) compete por esta obra em estudo e de a levar a cabo o mais depressa possível.
11.   ‘... desejo que me façam entrar nos hospitais, até mesmo nas oficinas e fábricas, nas casernas, nas salas de deliberações dos ministros das nações, enfim, em toda a parte onde se encontram as minhas criaturas, nem que seja uma só.
12.   Que todo o clero se dedique a desenvolver este culto e, sobretudo, que me dê a conhecer aos homens tal como sou e tal como serei sempre para eles, quer dizer, o Pai mais terno e amante de todos os pais.
13.   Que o sinal sensível da minha invisível presença seja uma imagem que demonstra que eu estou realmente. Assim todos os homens farão todas as suas ações sob o olhar do seu pai e eu próprio terei assim, diante dos meus olhos a criatura que eu adotei depois de a ter criado, assim todos os meus filhos estrão como que sob o olhar do seu terno pai.
14.   Sem dúvida, eu estou em toda a parte mesmo agora, mas queria ser representado de uma maneira sensível ... que sem temor os meus sacerdotes vão por todo o lado, a todas as nações, levar aos homens o facho do meu amor paternal. Então as almas será iluminadas, ganhas em toda a parte...
15.   ‘... Sim porque todos são meus filhos e devem ver brilhar este facho diante deles. Que eles conheçam a verdade, que abracem e pratiquem sempre as virtudes cristãs... que todos maior ao mais pequenino possam conhecer-me e  amar como seu pai, seu criador e salvador.
16.   Sim, será preciso tempo para se chegar a uma completa realização destes desejos que concebi sobre a humanidade e que lhe dei a conhecer ( à Madre Eugenia Ravasio), mas um dia com as orações e sacrifícios da almas generosas que se imolarão por esta obra do meu amor, sim um dia, eu serei satisfeito. E u lhe abençoarei meu filho(a) amado(a) e lhe darei o cêntuplo de tudo o que fizeres pela minha glória.’
17.   Lindo texto, belas  palavras, mais lindo porque procedeu do coração de um Deus, e assinala um tempo vindouro, pleno de coisas boas a não mais poder, creio ser o mundo bom das certezas anímico empíricas, ou um novo céu, uma nova terra  no dizer inspirado de Isaias Profeta, a realização da prece do Pater, ensinada por Jesus Cristo, a mais de dois mil anos atrás às margens do mar da Galiléia aos seu iletrados discípulos: ‘ Pai, venha a nós o seu reino e seja feita a sua vontade assim na terra com é feita eternamente no céu.’

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário