segunda-feira, 8 de junho de 2015

goal of interest

goal of intertest

1.      Quem diria o futebol mundial investigado pelo temível FBI, e seus figurões detidos em Zurique. Tudo indica que a moralização do esporte deu-se inicio em grande estilo e não ficará ‘ bola sob bola’.

2.   Há décadas  que a precificação açabarca esta instituição, somas exorbitantes servem aos intuitos particulares de alguns de seus dirigentes, fins escusos  de um  esquema ‘ desenfreado, sistêmico e de raízes profundas no EUA e no exterior’, afirmou recentemente a secretária de justiça americana  Loretta Lynch.

3.  Há muito que o futebol deixou de servir ao anseio coletivo de mundo bom com oportunidades iguais para todos, salvaguardando o talento individual de cada atleta para transformar-se numa espécie de  farra da bola, que já era hora de surgir gente sensata, órgãos competentes para fazer cessar de vez estas incongruências malditas.

4.  A panela da Fifa começa a esquentar não para servir um bom manjar aos torcedores que locupletam os estádios mundo a fora para sentir a emoção de ver sua seleção  campeã; mas que tristeza geral, o calor gélido  é outro e começa a percorrer a espinha dorsal de uma respeitável organização global, ah ah ah ! ! !

5.    E o caldo vai entornar queimando as bordas do apetitoso guizado de uma minoria que se apossou do esporte para enriquecimentos ilícitos sem precedentes, e enxovalhou o futebol arte.

6.     E a torcida começa a ensaiar  um grito preso em seu peito, a avalanche do bem começa a se esboçar para valer, os negócios escusos começam a aparecer aqui e acolá, fatos evidências e provas coletados minuciosamente vão derramar nas praias ‘marinenses da caterva ’ um turbilhão de ondas.

7.       Ondas essas que irão varrer de vez a corrupção na maior organização esportiva  mundial chamada Fifa. Aliás o futebol, patrimônio esportivo da humanidade, caracteriza-se pelo esforço coletivo visando o resultado do gol, e não para proporcionar a uns poucos privilegiados de mando e poder auferir resultados esquivos.

8.       É hora gente sensata de desmitificar estes dirigentes inescrupulosos e varrer dos campos esta erva daninha  que se instaurou no futebol mundial. Neste momento  delicado e conturbado de  desagregação social, esta noticia boa vem a calhar.

9.   Chegará um tempo em que os Goals terão sabor de verdade, uma emoção cristalina os envolverá  e surgirão  variações espantosas de talento em campo, para o bem das torcidas e a chegada de um novo tempo universal de calor humano, justiça, paz, e fé na humanidade.

10. Uma pergunta paira airosa no ar? Será que esta celeuma toda vai respingar na CBF, uma vez que aqui em terras brasileiras acabou de acontecer a Word Coup  2014, quando estádios bilionários foram construídos? E a população brasileira jaz no maior descaso no que tange à sua saúde, educação e segurança?  O povo das ruas soberanas já já vai querer saber de toda a verdade também! 

Helder Tadeu Chaia Alvim

São Paulo 08 de Junho de 2015
Postar um comentário