quinta-feira, 25 de setembro de 2014

fase experimental

fase experimental

1. Nos traços de um paralelo empírico, anímico, lírico se quiser, se puder silencioso, de qualquer jeito auspicioso, longe, bem distante da correria conceitual em voga na cidade de São Paulo, convido- a a caminhar comigo uma caminhada tranquila, e de igual poderíamos parolar um tantito longo num domingo desses qualquer de primeiro verão.

2. É só me avisar que 'vamo' mesmo parolar despreocupadamente, e o café, 'dexa' comigo mana que vou passá-lo no coador de pano à moda de d. Geralda no tempo de antanho da estância Pirineus iluminada pelo brilho bondoso de seus olhos sinceros e piedosos. Hoje no céu ela nos contempla e pede à Virgem santa um alento para sua prole de encanto.

3. Para tanto os esboços aqui apresentados me impulsionaram a uma sinopse gradual ou interferências do arruamento misturado a hora presente sem perder pé na historia vamos atilar a memória.

4. No paraíso no inicio da jornada humana Adão viu e provou o mundo bom, Eva coloriu o primeiro habitat com a beleza feminina, e depois enleada pelo anjo decaído feriu o ar dando origem ao mal no mundo.

5. Abrão acreditou e do céu estrelado encontrou a inspiração...Noé trouxe a  renovação diluviana; Moisés sublimou o êxodo do povo eleito e sustentou no coração de seu povo o sonho de liberdade.Elias surgiu um pouco antes da claridade do Cordeiro, João, o Batista pregou a penitência jordaniana por primeiro.

6. Maria a santa e excelsa virgem pronunciou o sim redentor, e Cristo com seu sangue a terra de promessas renovou, no sacrifício do
Gólgota, um Deus padeceu com grandeza na sua natureza humana, mereceu- nos o reino do outro mundo.

7. Na ressurreição demonstrou a sua realeza e impingiu um novo rumo do tempo, e na pessoa de Pedro, o grande pescador de almas, solidificou a pedra angular na altiva Roma, e espalhou o amor para os confins da terra.

8. Agostinho de Cartago, gênio e santo saudou a renovação da sociedade vendo a chegada dos bárbaros para uma nova fase do mundo. Carlos Magno intuiu a cristandade e plantou as bases da idade da luz, Bento, Domingos, Francisco, Clara floresceram o ambiente na fé, pureza e amor.

9. Assim foi até que a Renascença 'reviveu' a arte pagã; os navegadores descobriram o caminho dos sete mares  para o novo mundo; Anchieta santo forte construiu o Brasil dos sonhos de Deus, povoou de fé Piratininga e outros lugares do Brasil Colônia.

10. A idade moderna erigiu a razão, fomentou as guerras mundiais, a pós ampliou o caos total, devastou o planeta, ampliou industrializando bens de consumo e acabou com as reservas naturais, a era do porvir será do Pater e vai varrer a maldade, acorrentar a impunidade i instituir a 'Oração Perfeita'

Helder Tadeu Chaia Alvim


Postar um comentário