quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

no azo da canoa furada

1. Com a recente notícia da renuncia de Bento XVI, um assomo de tristeza toldou o firmamento da Igreja Católica; sem dúvida seus destinos  e rumos na aparência se ofuscaram, dando azo aos seus inimigos plantonários a emitir opiniões e criticas as mais diversa possíveis. E muitos católicos  perguntam o motivo de inusitada decisão por parte daquele que conduz a nau de Pedro com competência, qualidade de serviço e prática heroica das virtudes cristãs,defendendo-a, cultivando a messe com esforço e gosto pensado, um pontífice á altura de seu antecessor o beato João Paulo II, de feliz e saudosa memória.

2. Na qualidade de ex seminarista, que apreendeu com Dom Antonio de Almeida Moraes Junior, nos bancos da filosofia no Seminário São José em Niterói(RJ), o catecismo romano, os dogmas, as verdades da fé e a poesia inerente à Hagiografia cristã, sinto-me na obrigação de falar antes que as  pedras se manifestem em meu lugar.O Arcebispo de virtudes conhecidas pelo seu redil, de posição doutrinária firme, de devoção ardente a Nossa Senhora, de quebra foi um dos maiores oradores sacros do Brasil e editou o formoso breviário de Maio, uma elegia preciosa à Virgem Maria, Mãe de Deus, Mãe da Igreja e Medianeira Universal de fato e por direito das graças celestiais.

3. Esta explicação longa é para dizer a que vim e porque começo a tratar de um assunto espinhoso e candente que envolveu a Igreja de Cristo neste dias que correm, mais para o abismo do que para as altas definições pretendidas às margens do Mar de Tiberíades naquela tarde de beleza única quando o Mestre dos mestres arrebanhou doze iletrados homens, alguns rudes pescadores, retos de coração e fundou uma instituição que desafia ventos e procelas e projeta a beleza de seu destino perene e eterno.

4. Como é conhecido pela tradição Jesus Cristo firmou Pedro no cargo e serviço de Papa, o sumo pontífice detentor das chaves e com o poder de ligar e desligar tudo e brindou sua missão contra as portas inferi no decorrer dos séculos na pessoa dele e de seu sucessores. Ou seja prometeu uma assistência diária com as graças emanadas dos sacramentos, com sua presença real na Eucaristia até o fim do ciclo humano, até o anunciar dos clarins angelicais, quando da consumação dos séculos.

5. A presença de Pedro, o Grande ´Pescador se fez sentir no decurso das eras distribuindo as benesses do gólgota salvífico, chamando trabalhadores para ingressar em sua fileiras do quilate de Santo Inácio de Loyola, Teresa d'Avila, Nóbrega, Anchieta, Frei Galvão, Pio X, João Paulo II e Bento XVI entre milhares. A profissão firme de fé estivera presente desde a primeira era de Luz com Inácio de Antioquia, Sebastião, Luzia de Siracusa.Na quietude de oração e labor de Bento de Núrsia, suas ações de caridade se fizeram sentir sempre à moda de São João Bosco, no cuidado e esmero em cuidar da frágil e inquieta juventude, menina sagrada dos olhos do Senhor Jesus. Objeto de anátemas se escândalos de qualquer ordem forem causados à inocência dos pequeninos.

6. Agora o que pasma mesmo são as notícias envolvendo altos dignitários eclesiásticos e padres em escândalos de pedofilia, praticados justamente por aqueles que tiveram idêntico chamado para serem o sal da terra e a luz do mundo, daqueles que por dever e honra do ofício sagrado deveriam apascentar as ovelhas do redil de um Deus Humanado e não o fazem e quebram votos de ressonância sobrenatural. Melhor fora que envolvessem uma corda em seus pescoços e pulassem no abismo antes de macularem a terra com suas ações abomináveis. Dissera Cristo, e não este reles poeta, de antemão o anátema em duas ocasiões conhecidas: 'Deixai vir a mim as criancinhas...' Melius es si natus non fuisset.' As conclusões deixo a cargo do leitor assíduo a este blogger.

7. Assunto denso e triste, mas é real, na minha consideração, e com indignação vejo nestes pastores o veneno de Louda, a traição abominável ao Mestre da pureza que assumiu a nossa natureza no seio de uma Virgem , sem concurso do homem e que por obra e graça do Espírito Santo operou a obra da redenção e deixou a herança bendita para sua Igreja do mais belo gesto que se tem notícia na história da humanidade.

8. Se Jesus Cristo fundou a Igreja para atrair a si todas as coisas, se fez o que fez por nós homens e pela nossa salvação equipou seus ministros de mecanismos de sustentação e nada deste mundo justifica estas atitudes espúrias e fora da lei civil e divina, atos condenatórios que bradam ao céus por reparação e justiça, penitência e afastamento de suas funções eclesiais, julgamento e condenação pelo braço civil.

8. E Bento XVI  sabe de tudo isto e agiu rápido, cônscio de seu múnus supremo, sabedor de suas limitações físicas, renuncia a favor da Igreja que serviu com tanta abnegação por quase uma década de trabalho pastoral profícuo e merecedor de mil agradecimentos do coração dos seus mais de hum bilhão de seguidores espalhados pelos cantos  do planeta.

9. Estes incidentes de  percurso, apesar de serem horríveis e objetos de execração geral da sociedade não influenciarão numa instituição de direito divino e o olhar do próximo pontífice, eleito por ação direta do Espírito Santo vai continuar a zelar pela ortodoxia, pela fé e moral, baluartes da barca de Pedro. Ele saberá extirpar o mal pela raiz, punir exemplarmente os sediciosos e fazer ressurgir a tão almejada paz sem arranhaduras, aquela paz que um dia emanou do lado aberto do Cordeiro e que não terá sido em vão.Passam os homens e suas vaidades, eles e seus erros passam na efemeridade que lhes é própria, 'só Deus não morre', no dizer do presidente do Equador no passado: Garcia Moreno.

10. Canoa furada para os céticos, nau sagrada para os crentes desta era atípica de tantas negações e  desencontros, de tanto mal estar universal, de tanta desagregação de valores autênticos, de tanta gente desaprecatada e sem noção, de tanta gente altruísta, de tanta gente otimista e ao mesmo tempo pessimista, quando o tudo e o nada se encontram no mesmo lugar, que escrever o que escrevi entristece o meu pensar e gostaria de poder estar calmamente em algum sarau de poesia no parnasso de doces e inocentes ilusões.

11. A Igreja Católica conta com mais de hum bilhão de seguidores no globo terrestre, é uma instituição sólida, que mantém as promessas divinas e não vai sossobrar nunquinha, mesmo quando escrevo este texto o santo sacrifício da Missa é oferecido em algum lugar e há quem reze com fé e emoção:'... venga a nosotros tu reino; hágase tu voluntad en la tierra como en el cielo.'A Igreja continua perseguida nos países totalitários, muitos fiéis são martirizados pelas suas crenças, e muito se reza pela união a Sé Romana. Parte hoje Bento XVI, amanhã surgirá seu sucessor para continuar nas pegadas dos Grande Pescador: Simão Bar Jonas e  em torno do trono pétreo seguiremos na unidade e submissão ao 'doce Cristo na terra.

11. E cá estou batendo na bigorna das crises internas da minha Igreja, na qual fui batizado, na qual professo o Credo com todas as veras do meu humilde e irrequieto coração de pecador,na qual passou longos anos nos bancos saudosos do seminário, mas que não aceita esta onda satânica de pedofilia que varre a nau de Pedro e 'pretende' naufragá-la em mar alto revolto, sepultando-a com seus sonhos de felicidade eterna e o mundo ideal nesta terra, de fraternidade, paz, solidariedade e igualdade de condições nas partituras afinadas do Grande Poeta dos Versos perdidos, aquele da palavra que não muda, das promessas que serão cumpridas em toda a extensão de sua poesia única.

 12. Ah! Senhor Amado, Mãe de Misericórdia, os vossos olhos a nós volvei com urgência urgentíssima ' Fiat voluntas tua sicut in coelis et in terra...' Se Ele proferiu estas palavras é por que elas tem sentido e se tornarão realidade um dia aqui neste chão planetário. Sim creio  que Ele virá uma segunda vez para extirpar o joio e fazer florescer o trigo da devoção, da concórdia e do verdadeiro bem estar social, antes que as trombetas arcanas anunciem a última fase terrível para esta terra de ilusões, fracassos e males estares batendo à porta escancarada de um mundo de insidias e maldades que se deliberam a cada minuto.

13. A era da canoa furada não existe, existe sim a era do impasse entre o bem e o mal e a quase chegada do tempo de Deus. De nada adianta debater contra o Espírito de fogo; mortais somos e o menor sopro contrário e a nossa existência se pulveriza qual poeira quente no deserto frio das pseudos definições tecnológicas, das afirmações do ceticismo de um anjo influenciador que já viu coisa boa, que já provou o maná precioso e por orgulho abandonou a condição honorífica de Serafim para amargar o tremendo abismo do fogo infernal eterno sem nenhuma chance de retorno à sua Luz de origem e por pulso pretende a companhia dos mortais, resgatados pelo sangue de um Deus humanado.

                                 Deus Salve Pedro - Dios guía su Iglesia, La sostiene siempre.'!!!

Helder Tadeu Chaia Alvim

ops: - texto reacionário? - tu achas? - não faz mal, não tem importância numa boa, pois a reação mesmo será de Deus!  Se ele criou a lei da ação e da reação por que não vai explicitar em atos o que em seu pensamento eterno já está in fieri... abs de união.




Postar um comentário