quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Versos adentro x Mundo afora!

1.Não há como esconder o fato a virada do ano está às portas,o natal passou com suas atividades extra-normais e a fatura do cartão digitalizado se avizinha maçuda, o 13º evaporou, as passagens de ônibus na  cidade de São Paulo irão aumentar, ai!, o salário mínimo ainda é mínimo, que mais... hã,hã,hã...

2. É fato, e não existe nenhum sentimento de culpa pairando no ar, afinal uma parada merecida para retemperar as energias vem sempre a calhar, principalmente no fim do ano quando pausamos para balancear a situação e renovar a vontade de um mundo melhor para o ano novo.

3. A família esteve reunida na ceia de natal e foi tudo de bom, e a proximidade do tão esperado abraço de reveilon, um momento único esperado o ano todo. Ao pipocar dos fogos, ao tilintar dos sinos, ao explodir da champanhe algo de bom ficará no ar prenunciando mais um ano novo de propósitos e consecuções pertinentes, penso eu.

4. Um ano novo diferente dos outros até aqui vividos, um ano novo sim de luz, paz e esperança para a humanidade tão açoitada em 2010, um ano novo pautado nas crenças eternas, nas rimas e canções anunciando os sinos de satisfações de um mundo mais humano e solidário,sustentável, de mais valores éticos, de convivência pacífica de todas as raças e opiniões. Um mundo novo baseado nas lentes espirituais da paz universal e da fé em Deus, senhor dos tempos.

5. Quando a gente se dá conta a vida passou, e com ela tantos natais, a missa do galo, o presépio iluminado, a estrêla de Belém, os reis e pastores, a dor dos meninos inocentes e a trajetória de Jesus contemplativo, o cordeiro divino continua leve e viva em sua presença eucarística e não desaparecerá assaz facilmente e acompanhará as peripecias da humanidade até ao soar da trombeta final, quando os selos serão quebrados e o ciclo de vida na terra vai se encerrar.

6. Um ano bom onde as oportunidades surjam para todos sem discursos tolos, um ano novo contemplativo, onde as pessoas solidarizem-se mais, comuniquem-se com o irmão, ofereça seu ombro amigo, seu sorriso largo e no compasso da bondade a grande valsa da humanidade se estenda pelo ano novo afora, sem mais demora. E um salve caloroso a todos os inúmeros internautas deste blog mínimo que me prestigiaram ao longo deste ano que se finda com seus valiosos cliques amigos.

7.Valeu pessoal e um beijo caloroso em seus corações. In té o próximo ano para a gente continuar interagindo, idealizando mundos, tentando mudar os rumos de um universo em versos, pois a felicidade existe se todos vcs continuarem   de olhos abertos despertos abrindo as mentes sadias para as aspirações certas e nunca desistirem das vozes e dos sonhos...

Helder Tadeu Chaia Alvim
Postar um comentário