sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Cores em Ação... Parece Suvinil!

ação das cores!    parece Suvinil

1.Na cidade grande os decibéis se avolumam,
os motores roncam como de costume,
as pessoas se aglomeram, dispersam,
anônimas dos seus deveres, em ritmo frenético,
andam atrás dos afazeres, se apressam
para chegar mais cedo em casa e não perder a novela,
tem Zé Bob, Donatella e Flora na tela.

2. Outro dia me surpreendi,
quando me dei conta estava anômalo,
contemplando o por do sol em plena Consolação,
as nuvens formando um quadro,
um retrato de cores vivas em ação.

3. Uma menina com sua irmãzinha à tiracolo
no candor primaveril também viu o espetáculo comovedor,
chegou e disse:
Moço, que céu lindo merece um registro,
se eu fosse poeta ou pintor,
pediria a Deus que me emprestasse um pouco desta cor,
para colorir esta cidade com versos de puro amor!

4. Cheguei em casa e pensei comovido
o modo de realizar seu desejo,
não encontrei a viabilização,
a cidade não para, enxergar o céu é coisa rara!

5. No entanto, surpreso, constatei que um pouco daquela tinta clara,
descontraída e alegre, parecia Suvinil, se desprendeu do firmamento
e se dignou respingar nestas folhas soltas...
À menina poeta e pintora agradeço a inspiração propulsora.

Helder Chaia Alvim
Poeta Minimalista

Postar um comentário